15 perguntas e respostas sobre os ODS

15 perguntas e respostas sobre os ODS
4 (80%) 4 votos

Os ODS (Objetivos de Desenvolvimento Sustentável) fazem parte da Agenda 2030 para o Desenvolvimento Sustentável.

Esta agenda foi adotada em 2015 pelos chefes de Estado, governo e altos representantes da Organização das Nações Unidas (ONU) e, propõe uma ação mundial coordenada entre os governos, as empresas, a academia e a sociedade civil para alcançar os 17 ODS e suas 169 metas, de forma a erradicar a pobreza e promover vida digna para todos.

A seguir, nós da VG Resíduos, iremos esclarecer as 15 principais dúvidas sobre os ODS, oferecendo uma melhor compreensão e reforçando que o desenvolvimento sustentável só será alcançado mediante o envolvimento, compromisso e ação de todos.

1- O que é Desenvolvimento Sustentável?

A Organização WWF define desenvolvimento sustentável como sendo desenvolvimento capaz de suprir as necessidades da geração atual sem comprometer a capacidade das futuras gerações de satisfazerem as suas próprias necessidades.

Em outros termos significa obter crescimento econômico sem esgotar os recursos naturais para o futuro.

Para alcançar o desenvolvimento sustentável, é imprescindível harmonizar o crescimento econômico, inclusão social e proteção ao meio ambiente para o bem-estar dos indivíduos e das sociedades.

Abaixo listamos algumas sugestões de como as empresas podem alcançar o desenvolvimento sustentável:

  • Reciclagem de diversos tipos de materiais: reciclagem de papel, alumínio, plástico, vidro, ferro, borracha e etc.
  • Coleta seletiva.
  • Manutenção e preservação dos ecossistemas.
  • Respeito às leis trabalhistas.
  • Uso da Gestão Ambiental nas indústrias, empresas prestadoras de serviços e órgãos públicos.

2- O que são os ODS?

Os ODS estão inclusos na agenda mundial adotada durante a Cúpula das Nações Unidas sobre o Desenvolvimento Sustentável em setembro de 2015.

Até 2030 todos os países do mundo devem implementar os 17 objetivos e 169 metas.

Esta agenda é formada com ações mundiais nas áreas de erradicação da pobreza, segurança alimentar, agricultura, saúde, educação, igualdade de gênero, redução das desigualdades, energia, água e saneamento, padrões sustentáveis de produção e de consumo, mudança do clima, cidades sustentáveis, proteção e uso sustentável dos oceanos e dos ecossistemas terrestres, crescimento econômico, infraestrutura, industrialização, entre outros.

Os oito Objetivos de Desenvolvimento do Milênio (ODM) foram os pilares para o desenvolvimento dos ODS.

A ONU percebeu que os ODM obtiveram avanços consideráveis na redução da pobreza global, no acesso à educação e à água e propôs dar continuidade ao trabalho já realizado, traçando novas metas. Surgiram assim os ODS.

Os ODS são globais em sua natureza e universalmente aplicáveis, levando em conta diferentes realidades nacionais, capacidades e níveis de desenvolvimento, bem como respeitando políticas e prioridades nacionais. Eles não são independentes entre si – eles precisam ser implementados de uma forma integrada.

3 – Quais são os 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS)

ODS 1: Erradicar com a pobreza em todas as suas formas, em todos os lugares.

ODS 2: Acabar com a fome, alcançar a segurança alimentar e melhoria da nutrição e promover a agricultura sustentável.

ODS 3: Assegurar uma vida saudável e promover o bem-estar para todos, em todas as idades

ODS 4: Assegurar a educação inclusiva, equitativa e de qualidade, e promover oportunidades de aprendizagem ao longo da vida para todos

ODS 5: Alcançar a igualdade de gênero e empoderar todas as mulheres e meninas

ODS 6: Assegurar a disponibilidade e gestão sustentável da água e saneamento para todos.

ODS 7: Assegurar o acesso confiável, sustentável, moderno e a preço acessível à energia para todos.

ODS 8: Promover o crescimento econômico sustentado, inclusivo e sustentável, emprego pleno e produtivo e trabalho decente para todos.

ODS 9: Construir infraestruturas resilientes, promover a industrialização inclusiva e sustentável e fomentar a inovação.

ODS 10: Reduzir a desigualdade dentro dos países e entre eles.

ODS 11. Tornar as cidades e os assentamentos humanos inclusivos, seguros, resilientes e sustentáveis.

ODS 12. Assegurar padrões de produção e de consumo sustentáveis.

ODS 13. Tomar medidas urgentes para combater a mudança climática e seus impactos.

ODS 14. Conservação e uso sustentável dos oceanos, dos mares e dos recursos marinhos para o desenvolvimento sustentável.

ODS 15. Proteger, recuperar e promover o uso sustentável dos ecossistemas terrestres, gerir de forma sustentável as florestas, combater a desertificação, deter e reverter à degradação da terra e deter a perda de biodiversidade.

ODS 16. Promover sociedades pacíficas e inclusivas para o desenvolvimento sustentável, proporcionar o acesso à justiça para todos e construir instituições eficazes, responsáveis e inclusivas em todos os níveis.

ODS 17. Fortalecer os meios de implementação e revitalizar a parceria global para o desenvolvimento sustentável.

4 – Qual o prazo de implementação dos ODS?

Os ODS entraram em vigor em 1º de janeiro de 2016 e o prazo para que os 17 ODS sejam cumpridos é até 31 de dezembro de 2030.

5 – A adoção dos ODS são obrigatórios?

Os ODS não são obrigatórios, mas trata-se de um comprometimento voluntário dos países para alcançar o desenvolvimento sustentável. As nações que adotaram os ODS terão a responsabilidade de acompanhar os progressos feitos pela implementação e fornecer meios para alcançarem esses objetivos. Seja através de políticas publicas leis, entre outros.

6 – Quais os principais elementos que os ODS precisam atingir?

Os ODS têm fundamental importância para:

·      As pessoas, acabando com a pobreza e a fome, em todas as suas formas e dimensões.

·      Dignidade, prosperidade e igualdade a todos os seres humanos.

·      O planeta, protegendo da degradação, inclusive por meio do consumo e da produção sustentáveis.

·      Paz, pois promove sociedades pacíficas, justas, livres de medo e da violência.

7 – Quais os temas tratados nos ODS?

Os ODS tratam de uma ampla gama de temas, os quais podem ser agrupados em quatro dimensões principais:

·  Ambiental: abrange a preservação e conservação do meio ambiente, com ações como o fim do desmatamento, proteção das florestas e da biodiversidade, combate à desertificação, uso sustentável dos oceanos e recursos marinhos até a adoção de medidas efetivas contra mudanças climáticas;

·  Social: relacionada às necessidades humanas, de saúde, educação, melhoria da qualidade de vida e justiça;

·  Econômica: aborda o uso e o esgotamento dos recursos naturais, a produção de resíduos, o consumo de energia, entre outros;

· Institucional: diz respeito à capacidade de colocar em prática os ODS.

8 – Quem participou do desenvolvimento dos ODS?

Participaram do processo de desenvolvimento dos ODS a sociedade civil, o setor privado e os líderes de governo.

No Brasil a Comissão Nacional para os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável ficou responsável por implementar e acompanhar os ODS.

Cabe a ela elaborar um plano de ação para implementação da Agenda 2030.

A Comissão é composta por representantes dos governos federal, estadual e municipal, oito representantes da sociedade civil, os quais serão selecionados mediante edital com rotatividade bienal.

9 – Como serão implementados os ODS?

A implementação dos ODS depende de políticas, planos e programas de desenvolvimento impostos pelos países.

Um exemplo de política voltada para o desenvolvimento sustentável no Brasil é a Política Nacional de Resíduos Sólidos – PNRS que busca uma gestão dos resíduos gerados no país assegurando que serão adotados meios de evitar o descarte dos mesmos sem tratamento e de forma ambientalmente incorreta.

Através da PNRS são atingidos alguns das 17 ODS como a preservação ambiental e erradicação da pobreza, uma vez que serão adotadas técnicas de reaproveitamento do resíduo fomentando as cooperativas de coleta seletiva.

10 – Há indicadores para acompanhar os 17 ODS?

Sim, e estes indicadores serão a base para acompanhar e revisar os 17 ODS.

O quadro de indicadores globais foi desenvolvido pelo Grupo Interagencial e de Peritos sobre os Indicadores dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (GIPI-ODS).

O quadro de indicadores apresentado pelo GIPI-ODS em março de 2016 contém 230 indicadores, sendo 150 já aprovados e 80 ainda em discussão.

Cada país também poderá desenvolver os próprios indicadores nacionais para ajudar a acompanhar o progresso dos objetivos e metas.

11 – Qual a classificação dos indicadores globais dos ODS?

Os indicadores globais foram classificados em três níveis, com base no seu nível de desenvolvimento metodológico e disponibilidade de dados:

Tier 1: indicador é conceitualmente claro, tem uma metodologia internacionalmente estabelecida, com os padrões disponíveis, e os dados são produzidos regularmente para pelo menos 50% dos países e da população em todas as regiões onde o indicador é relevante. São 82 no total.

Tier 2: indicador é conceitualmente claro, tem uma metodologia internacionalmente estabelecida e os padrões estão disponíveis, mas os dados não são produzidos regularmente pelos países. São 61 no total.

Tier 3: Nenhuma metodologia ou padrões internacionalmente estabelecidos ainda estão disponíveis para o indicador, mas a metodologia está sendo desenvolvido ou testado. São 84 no total.

12- Por que os ODS são importantes para os negócios?

Os ODS apresentam uma oportunidade para que as soluções e tecnologias empresariais sejam desenvolvidas e implementadas para tratar dos maiores desafios mundiais de desenvolvimento sustentável.

Empresas que tratam resíduos têm a oportunidade de alavancar o seu negócio ao oferecer sua tecnologia para outras organizações.

13 – Quais os benefícios dos ODS para as empresas?

Com o desenvolvimento e a entrega de soluções para o alcance dos ODS, as empresas descobrirão novas oportunidades de crescimento e reduzirão os perfis de risco.

Os benefícios dos ODS incluem:

·      A identificação de oportunidades de negócios futuras.

·      O aumento do valor da sustentabilidade corporativa.

·      A estabilidade com o mercado.

14 – Qual o custo da implantação dos ODS?

A fim de alcançar os ODS serão necessários diversos investimentos tanto nos países desenvolvidos quanto nos países em desenvolvimento.

Mas esses recursos já existem. A questão é como direcionar esses recursos para os projetos que apoiem o desenvolvimento sustentável.

15 – Por que as empresas devem se importar com os ODS?

Para tornar o mundo melhor, erradicar a extrema pobreza, a fome e o sofrimento, construindo uma comunidade mundial que provê a todos os seus cidadãos o direito igual para viverem suas vidas em plenitude as organizações devem adotar meios para alcançar os objetivos sustentáveis.

Com os clientes mais exigentes, adotar políticas e estratégicas que preservem a natureza, mas que desenvolva a economia da empresa é essencial para se manterem no mercado competitivo.

A VG Resíduos, a partir da consultoria em gestão de resíduos trás soluções para que sua empresa cumpra os ODS.

Entre em contato conosco e veja todos os benefícios que podemos trazer para sua empresa.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

© VG Residuos Ltda, 2019