7 dicas para sua empresa evitar o impacto ambiental de resíduos

7 dicas para sua empresa evitar o impacto ambiental de resíduos
1 (20%) 3 votos

Evitar o impacto ambiental

Para a empresa evitar o impacto ambiental de resíduos é necessário adotar medidas e planos de gerenciamento. Essas medidas visam minimizar a geração dos resíduos, orientando seu correto acondicionamento, coleta, armazenamento, transporte e disposição final.

Evitar o impacto ambiental ao destinar resíduos é uma preocupação de muitas empresas. Haja vista que elas são responsáveis pela destinação ambientalmente correta, como determina a Política Nacional de Resíduos Sólidos.

A seguir, acompanharemos sete dicas para evitar o impacto negativo dos resíduos ao meio ambiente. Confira!

Dica 1: mapear a geração de resíduos por fonte geradora

As empresas devem considerar que mapear a geração de resíduos por fonte geradora não resulta só em gastos e trabalho inútil. O mapeamento é uma ferramenta importantíssima na gestão de resíduos e contribui para evitar os seus impactos ambientais.

Com o mapeamento é possível avaliar quais as fontes que desperdiçam matéria prima, qual a melhor forma de dispor os resíduos gerados e quais alternativas para a sua redução na geração. Isso contribui diretamente no controle e redução dos impactos ambientais gerados pelos resíduos.

Alguns dos impactos associados aos resíduos são: proliferação de vetores, contaminação das águas superficiais e subterrâneas, este último principalmente pelo chorume, poluição atmosférica, contaminação do solo, entre outros.

Descubra as vantagens ao mapear a geração de resíduos por fonte geradora.

Dica 2: entender o tipo de resíduo que é gerado

Evitar o impacto ambiental

A caracterização e classificação do resíduo adequada é o primeiro passo para as empresas evitar o impacto ambiental de resíduos.

A organização precisa conhecer o tipo de resíduo gerado para dar a destinação final adequada.

De acordo com a NBR 10.004:2004, da ABNT (Associação Brasileira de Normas Técnicas) os resíduos têm a seguinte classificação:

  • classe I – resíduos perigosos: São aqueles que apresentam periculosidade e características como inflamabilidade, corrosividade, reatividade, toxicidade e patogenicidade.
  • classe II A – resíduos não inertes: são aqueles que não se enquadram nas classificações de resíduos classe I – Perigosos ou de resíduos classe II B – Inertes. Os resíduos classe II A – Não inertes podem ter propriedades, tais como: biodegradabilidade, combustibilidade ou solubilidade em água.
  • classe II B – resíduos inertes: São quaisquer resíduos que, quando amostrados de uma forma representativa e submetidos a um contato dinâmico e estático com água destilada ou deionizada, à temperatura ambiente não tiverem nenhum de seus constituintes solubilizados a concentrações superiores aos padrões de potabilidade de água, excetuando-se aspecto, cor, turbidez, dureza e sabor.

Além da NBR 10.004 temos outras normas de classificação de resíduos como a resolução CONAMA 307/2002 que considerou a necessidade de implementação de diretrizes para a redução dos impactos ambientais gerados pelos resíduos da construção civil. E a norma NBR 12808, que classifica os resíduos de saúde.

Saiba quais resíduos de impacto ambiental são atingidos pela lei de Logística reversa.

Dica 3: Reciclar os resíduos

Evitar o impacto ambiental

Reciclagem é o processo de reaproveitamento do resíduo que não serve mais para o processo. A técnica de reciclagem consiste na mudança do estado físico, físico-químico ou biológico do resíduo, de modo a atribuir características para que se torne novamente matéria-prima ou produto.

Aplicando um conjunto de técnicas esses resíduos dão origem a um novo produto ou a uma nova matéria-prima. Com isso diminui a produção de rejeitos e o seu acúmulo na natureza, reduzindo o impacto ambiental.

 A reciclagem de resíduos é um ótimo negócio para empresas. A tecnologia tem permitido que vários materiais possam ser agora reciclados e assim gerarem receitas adicionais para as empresas.

Dica 4: destinar a um aterro sanitário legalizado

Quando não é possível reciclar ou reutilizar o resíduo gerado dentro da empresa a opção ambientalmente correta é destiná-lo a um aterro sanitário legalizado.

Para evitar os impactos ambientais de resíduos é importante que o aterro cumpra os requisitos legais de funcionamento para abrigá-los.

O aterro deve seguir princípios da engenharia para confinar os resíduos em uma menor área possível e reduzir o volume ao máximo possível. Depois devem se colocado uma camada de terra por cima na conclusão de cada trabalho.

Ao destinar os resíduos ao aterro, a geradora deve checar se o local cumpre todas as leis, já que a negligência em relação a isso pode causar, inclusive, a interdição do aterro.

Evitar o impacto ambiental

Dica 5: reduzir a geração de resíduos

Evitar o impacto ambiental

A política dos 5R´s para reduzir a geração de resíduos foca na mudança de comportamento de cada indivíduo e prioriza a redução do consumo e o reaproveitamento dos resíduos.

A política dos 5 R’s consiste em cinco ações que visam reduzir a geração de resíduos. O principio fundamental para alcançar esse objetivo é reduzir o consumo. No entanto, em algumas situações não é possível reduzi-lo. Por isso a empresa deve levar em consideração o impacto do resíduo gerado e qual a melhor forma de reutilizá-los.

Para atingir a sustentabilidade ambiental e garantir um futuro ecologicamente correto, é necessário por em prática os 5 Rs.

O 5 R’s da política, conforme Ministério do Meio Ambiente, são: repensar, recusar, reduzir, reutilizar e reciclar. Cada uma destas ações irá definir o sucesso das iniciativas ambientais no local de trabalho.

Leia mais: Porque aplicar a política dos 5R´s para reduzir a geração de resíduos?

Dica 6: contratar uma consultoria em gestão de resíduo

Evitar o impacto ambiental

Para fazer a gestão correta dos resíduos evitando, assim os impactos ambientais causados por eles, a contratação de uma consultoria pode ser fundamental.

O grupo Verde Ghaia possui profissionais com expertise em gestão de resíduos. Especialistas da empresa têm gabarito para orientar as geradoras sobre a melhor forma de manejar os resíduos, evitando impactos ambientais.

Além disso, o software da VG Resíduos, auxilia a empresa na otimização de suas atividades contribuindo para evitar o impacto ambiental de resíduos. Outras funcionalidades da VG Resíduos são: o controle de licenças e CADRI`s, o monitoramento do volume de resíduos gerados, a gestão de fornecedores. Além disso, elabora relatórios automaticamente sobre o gerenciamento de resíduos.

Dica 7: Comercializar evita o impacto ambiental de resíduos

A empresa também pode comercializar tanto os resíduos quanto os produtos originados a partir da reciclagem deles. Para isso, uma boa dica é aderir ao Mercado de Resíduos.  Trata-se de uma plataforma da VG Resíduos de negociação de resíduos.

De forma simplificada, as geradoras fazem cadastro no software, informando quais resíduos podem negociar. Da mesma maneira, as tratadoras podem aderir à plataforma, interessando-se pelos materiais das geradoras.  As duas partes podem fazer contato, fechando negócio.

Sendo assim, há muitas medidas e planos para evitar o impacto ambiental de resíduos dando uma destinação correta a eles. As empresas devem, especialmente, investir na redução e reciclagem para evitar danos ambientais.

Gostou desse assunto ou acha ele relevante? Compartilhe nas redes sociais ou deixe seu comentário abaixo.

Mas quer se aprofundar um pouco mais a respeito? Leia outro artigo do nosso blog: Como a gestão de resíduos contribui para o desenvolvimento sustentável?

Evitar o impacto ambiental

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

© VG Residuos Ltda, 2019