Quais os benefícios da Economia Circular na Gestão de Resíduos?

16/06/2020

Economia Circular na Gestão de Resíduos

A economia circular na gestão de resíduos trás como benefícios a produção a reutilização e a reciclagem de materiais e produtos após o fim de sua vida útil, ampliando o ciclo de vida dos mesmos. Pode ainda trazer a redução dos impactos negativos no ambiente, aumento da competitividade e promoção da inovação, crescimento econômico e emprego. O conceito surgiu nos debates sobre os impactos negativos como uma tentativa de possibilitar soluções para a crescente problemática ambiental: o aumento da geração do lixo e a poluição causada por ele.

Por ser um modelo estratégico, a sua aplicação deve seguir um planejamento. Apesar do que muitos gestores pensam fazer um bom planejamento estratégico para aplicar a economia circular exige passos simples, porém muitos não sabem como fazer. Portanto, para ter um olhar mais estratégico você precisa entender sobre economia circular e quais os benefícios na gestão de resíduos. Veja agora o que abordaremos neste artigo:

O que é economia circular?

Qual a diferença entre economia circular e linear?

Qual importância da economia circular na gestão de resíduos?

Quais são os benefícios da economia circular na gestão de resíduos?

Como iniciar a prática da Economia circular?


Então vamos lá! Confira tudo sobre economia circular.

ebook passo a passo para encontrar fornecedor qualificado

O que é economia circular?

Economia Circular na Gestão de Resíduos

Economia Circular é um modelo estratégico adotado por muitas empresas que buscam a redução, reutilização, reciclagem e recuperação de materiais após o fim de sua vida útil. É a ideia de que tudo o que produzimos pode voltar para a produção em vez de virar “lixo”.

A economia circular é um modelo similar à técnica “cradle to cradle”, ou “do berço ao berço”. Essa técnica foi desenvolvida pelo químico Michael Braungart e o arquiteto William McDonough. O intuito é inspirar as empresas a inovarem e criarem um sistema produtivo no qual não há perdas, mas tudo aquilo que sobra em um processo volta ao sistema produtivo como insumo.

Para melhor entendimento, podemos pensar da seguinte forma: Imagine se ao invés de descartar no lixo comum um celular com defeito, uma televisão, ou qualquer eletrodoméstico em desuso, enviássemos esses equipamentos para uma recicladora? Pois bem, os componentes deles seriam separados, reprocessados e retornariam ao ciclo produtivo novamente, transformando em outro bem de consumo. Essa é uma das ideias que fundamentam o conceito de Economia Circular.

Através de uma atitude simples como essa os recursos naturais seriam preservados, já que com a reutilização dos materiais em desuso não seria necessário extrair matéria prima do meio ambiente.

O conceito de economia circular, também, se fundamenta nos conceitos cíclicos da natureza. Onde todos os materiais como plantas, água ou alimentos são totalmente reaproveitados pelo meio ambiente. Um exemplo é o ciclo da água, em que nada é perdido ou descartado. A água é utilizada e retorna ao uso, com 100% de reaproveitamento.

Qual a diferença entre economia circular e linear?

Economia Circular na Gestão de Resíduos

A economia linear ainda é um processo produtivo utilizado por muitas organizações, mesmo se baseando a prática de extrair-produzir-descartar.

Na economia linear, o crescimento econômico do negócio é baseado no consumo de recursos finitos. Ou seja, não há o pensamento em reaproveitar os materiais, como isso há o risco de esgotamento de matérias-primas.

Esse modelo trás problemas associados à extração insustentável de recursos, contaminação decorrente da produção e descarte de resíduos.

A economia circular vem para eliminar esses riscos, e criar novas formas de produção e consumo mais limpo.

responsabilidade socioambiental

Qual importância da economia circular na gestão de resíduos?

Economia Circular na Gestão de Resíduos

Em 2010, foi aprovada no Brasil, a lei 12.305 que institui a Política Nacional de Resíduos Sólidos - PNRS. Essa política visa garantir a responsabilidade compartilhada pelo ciclo de vida dos produtos, logística reversa e o acordo setorial. Além disso, exige que as empresas realizem a gestão de seus resíduos.

Sendo assim, todos os agentes do ciclo produtivo, os consumidores e os serviços públicos devem minimizar o volume de resíduos sólidos e adotar práticas que assegurem que esses sejam reintegrados ao ciclo produtivo. E, também, devem desenvolver meios para reduzir os resíduos gerados durante seus processos.

Nesse sentido para estar de acordo com a legislação é válido adotar o conceito de Economia Circular na empresa.

Um instrumento da PNRS que busca retornar o produto inutilizável a um ciclo produtivo é a logística reversa. Através da logística reversa as empresas demonstram sua preocupação com o descarte ecologicamente correto dos resíduos. Muitas, também, têm a utilizado como uma grande estratégia em seu planejamento de negócio.

A logística reversa é uma ferramenta para sustentabilidade e economia circular, pois é um instrumento de desenvolvimento econômico e social que viabiliza a coleta e a restituição dos resíduos ao setor empresarial. Esses resíduos são reaproveitados em seu ciclo ou em outros ciclos produtivos, ou são enviados para outra destinação final ambientalmente adequada.

Quais são os benefícios da economia circular na gestão de resíduos?

Economia Circular na Gestão de Resíduos

São claros os benefícios da economia circular na gestão de resíduos. Um dos principais é a redução de resíduos a ser descartado em aterros sanitários ou industriais.

Outro benefício consiste na preservação ambiental e na redução do consumo de recursos naturais.

Podemos destacar também como vantagem da economia circular os benefícios operacionais e estratégicos e um enorme potencial de inovação, geração de empregos e crescimento econômico da empresa e da sociedade. Esse crescimento econômico vem do aproveitamento inteligente dos recursos que já se encontram em uso no processo produtivo, ou seja, evitando novos gastos ou investimentos em produtos.

Além destes benefícios, surgi à economia de gastos das empresas. Haja vista, que com a reutilização dos produtos a empresa deixa de gastar com a aquisição de novos materiais para a produção.

Além disso, a empresa ganha com a venda dos materiais que não são utilizados pela organização, mas talvez possam ser aproveitados por outras empresas.

Há também como benefício a valorização da marca perante a sociedade e o mercado, uma vez que empresas sustentáveis e ecologicamente corretas são mais aceitas no mercado.

Como iniciar a prática da Economia circular?

Economia Circular na Gestão de Resíduos

Para aplicar o modelo de economia circular é necessário que não apenas a empresa, mas todos envolvidos em alguma etapa do ciclo de vida do produto estejam comprometidos com a reutilização dos produtos.

Uma forma de adotar medidas inteligentes ligadas à economia circular é a adoção da gestão de resíduos eficiente dentro da empresa. Para isso, o uso de um sistema automatizado tem demonstrado ser uma aliada para eliminar os impactos negativos sobre a economia e o meio ambiente. Isso graças ao desenvolvimento de plataformas de gestão de resíduos.

A plataforma da VG Resíduos, é uma dessas plataformas, que auxilia na gestão de resíduos, gerenciamento, destinação, logística reversa e na coleta e transporte de resíduos de forma sustentável.

Outro benefício da automatização são as plataformas de compra e venda de resíduos. Através dessas plataformas, é possível negociar com fornecedores a coleta, transporte, tratamento e disposição final do resíduo.

A plataforma gera valor transformando o resíduo em insumo que possa ser aproveitado no processo produtivo de outras empresas e, ainda, estimula a destinação correta dos resíduos, minimizando impactos ambientais.

Sendo assim, a economia circular na gestão de resíduos é um modelo estratégico que trás como benefício a redução, reutilização, recuperação e reciclagem de materiais após o fim de sua vida útil. Trás também a redução dos impactos negativos no ambiente, aumento da competitividade e promoção da inovação, crescimento econômico e emprego.

Gostou desse assunto ou acha ele relevante? Compartilhe nas redes sociais ou deixe seu comentário abaixo.

gerenciamento de resíduos

Compartilhe!