Como comprar resíduos de sucata por uma plataforma online?

Comprar resíduos de sucata

Comprar resíduos de sucata por uma plataforma online é possível e tem se tornado uma tendência para se aumentar os rendimentos do negócio. A compra de sucata é um segmento que tem crescido cada vez mais, já que, devido às características físico-químicas da maioria das sucatas permite a reciclagem. O aproveitamento pode ser muito alto. Com isso, podemos afirmar que é muito fácil ganhar dinheiro dentro desse mercado. Pode-se investir ainda em uma gama de sucatas e revende-las para outros mercados. 

Este mercado traz inúmeros benefícios, tanto no campo financeiro, como social, ambiental e para a saúde. Além disso, contribui para uma gestão de resíduos eficaz, uma vez que evita o seu descarte incorreto o incrementando em certos processos produtivos. Confira!

Comprar resíduos de sucata

Mas antes… o que é sucata?

Comprar resíduos de sucata

São denominados como resíduos de sucatas todo tipo de material descartado que seja passível de reutilização ou reciclagem. Esse material pode ser metálico, como: ferro, aço, cobre, alumínio, zinco, magnésio, etc.. Ou não metálico, como: papel, vidro, plástico, borracha, etc..

Esse tipo de resíduo é utilizado como insumo no processo produtivo de algumas empresas ou é objeto de revenda direta por outras. Apesar do lucro que a compra de resíduos de sucatas proporcionam muitos mantém dúvidas acerca do mercado. Contudo, investir nesta área possibilita várias oportunidades de lucro para a empresa.

Os tipos de sucatas são subdivididos em diferentes categorias. As mais conhecidas são:

  • metais ferrosos: estamparia, cavaco (aço, guza, ferro fundido), sucata mista, sucata pesada, chaparia, etc.;
  • metais não ferrosos: alumínio, cobre, metal, chumbo, zamac, inoxidáveis, ligas especiais, ferro-ligas, etc.;
  • sucata de plástico: PEBD (Polietileno de baixa densidade), PEAD (Polietileno de alta densidade), PVC, PET, Vinil, PP, PS, ABS / SAN, etc.;
  • sucata de papel e papelão: ondulados, branco, Kraft, sucatas mistas, jornais, revistas, etc.;
  • sucata de eletrônicos: computadores, baterias, celulares, pilhas, televisores, monitores, etc..

Os tipos que mais se destacam no mercado são os metais ferrosos e não ferrosos. O mercado de compra e venda de resíduos de sucatas movimenta milhões por ano. Só o segmento de sucatas metálicas movimenta R$ 6,38 bilhões e é responsável pela geração de emprego e renda para mais de 1,5 milhão de pessoas no país. Atualmente no Brasil são reutilizados ou reciclados 90% de alumínio, seguido do aço (49%), papel (47%) e vidro (45%).

As sucatas mais compradas e revendidas são:

  • sucata de ferro;
  • sucata de cobre;
  • sucata de alumínio;
  • sucata de aço inox;
  • sucata de latão;
  • sucata de ferro cavaco.

Como comprar resíduos de sucatas online?

Comprar resíduos de sucata

As plataformas para comprar resíduos de sucata online são uma excelente ferramenta que auxilia na valorização e comercialização de resíduos sólidos gerados por indústrias, empresas e comércio.

Para localizar bons geradores é vantajoso aderir uma plataforma que reúna as empresas dispostas a negociar seus resíduos de sucata.

A plataforma de compra e venda aumenta a chances de qualquer empresa lucrar com os resíduos.  É uma excelente alternativa que beneficia a todos, principalmente o comprador.

Atualmente, a popularização da internet para compra e venda de qualquer produto se tornou a melhor opção para a empresa localizar bons geradores de resíduos. Antes da internet, era necessário deslocamento até o gerador, horas e horas em reuniões para realizar grande parte das relações comerciais.

As vantagens em utilizar a internet são o ganho de tempo e o poder maior de negociação, pois é possível realizar uma pesquisa rápida e identificar bons geradores.

A internet trouxe um processo de compra rápido acabando com a perda de tempo. Hoje é possível negociar resíduos a partir de plataformas de compra de resíduos que reúnem várias empresas que precisam de alguma forma destinar seus resíduos de forma ambientalmente correta.

Em uma busca rápida pela internet é possível comprar preços para comprar resíduos de sucatas. E identificar quais os mais comprados e vendidos.

Abaixo uma tabela com essas informações.

MaterialPreço
Cobre MelR$ 20,00 / kg
Cobre MistoR$ 18,00 / kg
Alumínio LatinhaR$ 4,70 / kg
Alumínio PanelaR$ 4,70 / kg
Alumínio Perfil (Limpo)R$ 5,00 / kg
Alumínio Bloco (Limpo)R$ 2,50 / kg
Antimônio (Zamak)R$ 3,00 / kg
Aço InoxR$ 2,50 / kg
Alumínio ChapariaR$ 4,00 / kg
MetalR$ 12,00 / kg
BronzeR$ 12,00 / kg
FerroR$ 0,35 / kg
ChumboR$ 3,50 / kg
Motor de Geladeira (Grande)R$ 10,50 / unidade
Motor de Geladeira (Pequeno)R$ 8,00 / unidade
Radiador de Alumínio e Cobre s/ FerroR$ 5,50 / kg
Bateria (Moto)R$ 1,50 / kg
Bateria (Caminhão)R$ 70,00 / unidade
Bateria (Carro)R$ 25,00 / unidade
Papel BrancoR$ 0,20
JornalR$ 0,30
PapelãoR$ 0,15
Garrafa PET vaziaR$ 1,00

 

Comprar resíduos de sucata

Mercado de Resíduos gerando renda

Comprar resíduos de sucata

Mercado de Resíduos, uma plataforma da VG Resíduos, é um desses ambientes onde empresas compradoras encontram geradores de resíduos, ou vice versa. Tudo isso através de um portal unificado de fornecedores e compradores.

Com a instituição da Política Nacional de Resíduos Sólidos (PNRS), através da Lei nº 12.305, de 2 de agosto de 2010, os geradores passaram a ser responsáveis pelo destino correto de todos os resíduos que produzem. Dessa forma, as empresas precisam atentar para a correta destinação dos resíduos.

Nesse contexto, por meio do mercado de resíduos, surge uma oportunidade de cumprir as novas regras da PNRS e gerar receita a partir dela.

O mercado de resíduos possibilita agregar valor aos resíduos, transformando-os em matéria-prima ou insumo na fabricação de outros produtos.

Ao negociar resíduos online terá a oportunidade de promover seu negócio, conciliando ganhos econômicos com ganhos ambientais. Tudo isso através do anúncio de resíduos para compra, venda, troca ou doação.

Como funciona o Mercado de Resíduos?

Comprar resíduos de sucata

Utilizar o Mercado de Resíduos da VG Resíduos é fácil e rápido:

  • 1º o gerador cria uma oferta do resíduo que deseja vender, sem custo;
  • 2º a plataforma dispara a oferta para os tratadores cadastrados e regulares;
  • 3º os tratadores de resíduos dão lances nas ofertas;
  • 4º é selecionado o melhor comprador para o seu resíduo com base em alguns critérios: como preço, localização, rating do comprador etc.

O sistema é 100% online, com acesso 24 horas por dia. A plataforma é bem simples e didática.

Diante disso, percebemos o grande potencial para quem vislumbra comprar resíduos de sucatas. Investir nesse segmento, transformando esse resíduo por meio da reciclagem em matéria prima para outras empresas, pode ser lucrativo. Além do ganho financeiro é um negócio que pode se tornar sustentável, poupando o planeta e a extração desmedida de recursos naturais.

Gostou desse assunto ou acha ele relevante? Compartilhe nas redes sociais ou deixe seu comentário abaixo.

Mas quer se aprofundar um pouco mais a respeito? Leia outro artigo do nosso blog: Sucata: 7 dicas para empreender e lucrar reciclando esse resíduo

Comprar resíduos de sucata

 

 

7 Dicas Para Você Montar Uma Empresa de Reciclagem de Sucatas

Montar uma empresa de reciclagem de sucatas

Montar uma empresa de reciclagem de sucatas pode ser um negócio bem lucrativo. As sucatas metálicas foram um dos primeiros produtos a terem um mercado de reciclagem economicamente viável.

Ainda hoje, muitos empreendedores pensam em montar uma empresa de reciclagem de sucatas, o que indica que este mercado ainda não está nem perto de saturar.

Algumas delas são específicas para empresas da área de resíduos e outras são mais ligadas à gestão de um negócio qualquer, mas que também fazem toda a diferença nas empresas de reciclagem.

Neste artigo, vamos dar 7 dicas para você que pensa em abrir uma empresa no ramo de reciclagem de sucatas.

1 – Foque em algum mercado específico para começar

Há duas maneiras de se entrar no negócio de reciclagem de sucatas. A primeira é atuando como sucateiro comerciante, este é o tipo de empresa que compra o resíduo dos geradores e o vende às indústrias de reciclagem em volumes maiores.

A segunda maneira é como reciclador de sucatas, nesta categoria, a nova empresa transforma a sucata em outro produto, agregando valor a ele.

Não é interessante que se comece atuando em mercados diversos, pois isso irá requerer muitos recursos e exigir conhecimentos dos quais a empresa ainda não dispõe.

A melhor maneira de começar uma empresa de reciclagem de sucatas é focando em algum mercado específico, pelo menos no início. Os maiores mercados sãos os de metais, plásticos, borrachas, papéis e madeira.

2 – Feche ao menos um contrato de fornecimento

Montar uma empresa de reciclagem de sucatas

Esta dica não vale apenas para as empresas do ramo de reciclagem, mas para qualquer todos os negócios que trabalham com fluxos contínuos de aquisição/fornecimento de mercadorias.

Ter ao menos um contrato de venda ou uma habilitação de venda, antes de abrir as portas é o ideal para tais empresas.

Uma vez que a empresa de reciclagem de sucatas foi aberta, haverá custos com funcionários, aluguéis, taxas, energia, financiamentos, etc. É fundamental que, ao menos uma das fontes contínuas de receitas da empresa estejam ativas.

Por isso, pesquise as indústrias que compram o tipo de sucata pretendido e veja quais são suas exigências para aceitar o fornecimento do material.

3 – Verifique as questões legais antes de começar a operar

Especialmente no Brasil, as questões regulatórias são grandes entraves para as empresas. Há um emaranhado de burocracias nos níveis federal, estadual e municipal, além das regulações específicas dentro de um determinado setor.

Por isso, antes de começar a operar, veja quais são as exigências legais feitas ao tipo de atividade que se pretende executar.

Em geral, as exigências podem ser consultadas na internet através do CNAE (classificação nacional de atividades econômicas). Para verificar em qual código de atividades a sua empresa se enquadrará, acesse o portal do CNAE.

4 – Veja se há alguma licença ambiental para seu negócio

Montar uma empresa de reciclagem de sucatas

Uma vez definidas as questões legais, é hora de partir para as licenças ambientais específicas. A PNRS (política nacional de resíduos sólidos) determina que as licenças ambientais devem ser concedidas pelos órgãos estaduais de meio ambiente.

Contudo, nos casos de resíduos com relevância maior (perigosos ou contaminantes), há a exigência de licença federal (IBAMA).

As licenças federais são emitidas na forma de CTF (cadastro técnico federal), o qual prescreve todas as possibilidades de atuação da nova empresa habilitada.

As licenças ambientais são pré-requisitos para se operar no mercado de sucatas, isto porque de acordo com a PNRS, os geradores precisarão comprovar que enviaram seus resíduos para empresas devidamente habilitadas ao tratamento.

5 – Utilize ferramentas de gestão específicas

Um dos itens que a PNRS instaurou foi a rastreabilidade dos resíduos, de forma que se possa saber seu caminho desde a geração até a disposição final.

Hoje, grande parte dos clientes exigem este tipo de recurso. Por isso, utilizar ferramentas específicas da área de resíduos é fundamental para se adequar ao mercado.

Uma das ferramentas que vem ganhando força é o VG Resíduos. O software trabalha em nuvem e fornece todo o aparato de gestão necessário ao funcionamento de uma empresa de reciclagem.

Além dos documentos de rotina como fichas de emergência, manifestos de transporte e comprovantes de destinação, a ferramenta gera relatórios administrativos, e rastreia 100% dos resíduos trabalhados.

Outro diferencial da plataforma é auxiliar na adequação legal, uma vez que todo o ambiente já é construído para trabalhar em consonância com a legislação vigente no Brasil.

6 – Utilize ferramentas para fechar novos negócios

Outra ferramenta que é indispensável para quem quer abrir uma empresa de reciclagem de sucatas é um software de captação e venda de mercadorias. É bastante difícil expandir o número de coletas e destinações utilizando os sites tradicionais da internet e uma rede de contados pessoal. Por isso, existem softwares feitos apenas para este fim.

Uma das ferramentas que vêm se destacando é o Mercado de Resíduos. Ela permite a integração entre empresas geradoras e tratadoras de resíduos. No caso, a empresa de reciclagem de sucatas entraria na parte tratadora.

Através da ferramenta será possível ver as ofertas de compra e venda de resíduos, bem como dar lances de compra ou venda em materiais diversos.

Uma vez que a plataforma funciona na forma de leilão, leva a mercadoria quem oferecer a melhor condição.

Ali é possível também encontrar fretes específicos (caso a mercadoria precise de transporte especial), além de serviços de destinação final.

Montar uma empresa de reciclagem de sucatas

7 – Verifique a viabilidade econômica 

Montar uma empresa de reciclagem de sucatas

Por último, mas não menos importante, vem a questão da viabilidade financeira. Veja se todas estas dicas dadas se encaixam no seu projeto e como elas se interligam financeiramente.

Avalie se haverá dinheiro suficiente para os investimentos e para o giro da operação. Em caso negativo, repense e remodele seu projeto. Em caso positivo, vá em frente e seja um sucesso no mercado de reciclagem de sucatas.

Abrir uma empresa reciclagem de sucatas pode ser um ótimo negócio, especialmente em regiões que ainda não possuem muitas empresas atuando neste ramo.

Para isso, o empresário deverá verificar as questões técnicas, burocráticas, ambientais e econômicas ligadas ao empreendimento.

Em todo caso, ferramentas de gestão e operação específicas para o setor o ajudarão a tomar as melhores decisões e a ter acesso às melhores oportunidades.

Gostou desse assunto ou acha ele relevante? Compartilhe nas redes sociais ou deixe seu comentário abaixo.

Mas quer se aprofundar um pouco mais a respeito? Leia outro artigo do nosso blog: Tudo que você precisa saber sobre reciclagem de plásticos

Montar uma empresa de reciclagem de sucatas

Sucata: saiba como destinar sem ter problemas com a lei

sucata

O Brasil é hoje um dos principais produtores de sucata do mundo. Embora não estejamos no topo da industrialização mundial em termos relativos, em números absolutos, nossa produção é de milhões de toneladas dos mais diversos produtos todos os anos. Como consequência da fabricação industrial volumosa, também somos um dos maiores produtores de sucata.

A sucata é o principal resíduo sólido metálico das indústrias e da sociedade como um todo. Máquinas descartadas, veículos fora de operação e uma infinidade de equipamentos tem o fim de sua vida útil na forma de sucata.

A grande questão ambiental é: como destinar este material de forma a causar o menor impacto ambiental possível? É sobre isso que trataremos neste artigo.

incineração de resíduos

Qual é a Lei que dispõe sobre o descarte de sucatas?

sucata

A legislação que aborda o descarte de sucatas é a Lei 12.305 de 2010, também conhecida como Política Nacional de Resíduos Sólidos. Os resíduos de sucata comuns como metais ferrosos e não ferrosos (exceto metais pesados), são considerados como resíduos não perigosos, ou seja, de baixo risco de dano ambiental.

Empresas que produzem este tipo de resíduos podem comercializá-los livremente com associações de catadores e centros de reciclagem. Contudo, deve haver um controle dos materiais que deixaram a empresa, bem como de seu destino.

A lei proíbe o descarte indiscriminado permanente dos materiais em terrenos, rios, lagos e nos mares. Ainda que as localidades utilizadas para descarte sejam de propriedade da empresa, não poderá haver o descarte nestas condições. O correto será a destinação para um centro de triagem e reciclagem.

Saiba quais técnicas de tratamento do lixo mais lucrativas no Brasil.

Como preparar corretamente a sucata para ser destinada?

sucata

A primeira questão que é necessário se ter em mente, é o fato de que nenhum material (independentemente de ser perigoso ou não), poderá ser descartado em terrenos baldios, vias públicas, rios, lagos ou no mar. Todos os resíduos deve ser tratados ou encaminhados para organizações que possuem atribuições para realizar a destinação correta.

Indústrias de médio/grande portes, em geral possuem uma complexidade de descarte maior, uma vez que há uma grande diversidade de materiais a serem destinados. Existem documentos específicos a serem emitidos, como o MTR (manifesto de transporte de resíduos) e o CDF (certificado de destinação final). Muitas das vezes, o próprio tratador realiza a emissão dos documentos.

O ideal é que a empresa possua mecanismos de controle específicos para o descarte e tratamento de resíduos. Hoje, os softwares especializados estão cumprindo este papel de controle, um grande exemplo é o VG Resíduos. O sistema é online e já realiza as gestões interna e externa dos materiais descartados, em concordância com a legislação vigente.

A vantagem de se utilizar um software específico é justamente o fato de se poder alimentar a base de dados organicamente, sem se preocupar com questões burocráticas, legais ou de controle, uma vez que o sistema faz tudo sozinho. Cada tipo de material é caracterizado e tratado pelo sistema na forma como a lei e as parametrizações mercadológicas exigem.

resíduos avícolas

Existem sucatas que precisam ser descartadas por meios especiais?

Sim, há uma infinidade de materiais que não podem ser descartados pelos métodos regulares. Eles são os chamados, materiais de relevância ambiental. Os principais exemplos são: sucatas de bateria, sucatas de equipamentos de radiografia, tanques de combustível (antes da descontaminação), sucatas com peças banhadas em óleo, filtros de óleo e etc.

As sucatas que requerem tratamento especial precisam ser acondicionadas em locais específicos dentro da empresa e direcionadas somente a tratadores que possuem licença ambiental para seu tratamento. Em geral, materiais perigosos ou contaminantes só podem ser tratados por tratadores que possuem o cadastro técnico federal (CTF), emitido pelo IBAMA.

incineração de resíduos

Como destinar a sucata sem ter problemas com a lei?

sucata

Uma das melhores maneiras de se resguardar da fiscalização ambiental é o armazenamento de toda a documentação que comprove que o processo de descarte da sucata foi feito dentro da legalidade. Um software como o VG Resíduos, pode fazer este trabalho automaticamente, guardando todos os comprovantes assinados e validades pelo gerador e tratador do material.

É necessário verificar se as licenças do tratador estão válidas e se o motorista possui as atribuições legais necessárias ao transporte do resíduo em questão. Em geral, materiais perigosos ou explosivos, só podem ser transportados por motoristas que possuam o curso MOPP. Além das licenças federais, os tratadores também precisam ter atualizadas as licenças municipais e estaduais.

Os softwares como o VG Resíduos, fazem o trabalho de conferência automaticamente e enviam um alerta ao tratador, quando sua licença estiver próxima do vencimento, desta forma, o próprio prestador de serviços pode entrar em sua página exclusiva no sistema e atualizar seus dados e documentações.

Como sucatas, em geral, não são materiais perigosos, apenas a ação de conferir os dados do tratador e armazenar todos os documentos da destinação, já serão o suficiente para afastar os possíveis problemas com a legislação.

Leia mais: Mercado de Resíduos: obtenha mais clientes e amplie o seu negócio agora!

Como lucrar com o descarte de sucatas?

sucata

As sucatas são também, os resíduos mais comercializados pelas indústrias. Existem tecnologias amplamente difundidas para a reciclagem destes materiais e consequente agregação de valor aos mesmos. É relativamente simples, a localização de tratadores para as sucatas mais tradicionais, como ferro, alumínio e cobre.

Mas as coisas são mais complicadas quando se procura tratadores para resíduos específicos, ou que requerem maior complexidade quanto ao cumprimento dos requisitos legais. Para solucionar este problema, a equipe do VG Resíduos criou uma plataforma específica para o comércio destes materiais, o Mercado de Resíduos.

O Mercado de Resíduos é uma plataforma online, independente do VG Resíduos, que funciona como um Marketplace para vendedores e compradores dos resíduos mais diversos. Nele, os participantes cadastram suas ofertas de compra e venda e, posteriormente vão acompanhando o leilão online dos seus materiais cadastrados.

Apesar de a destinação de sucatas ser realizada, em muitos casos, de maneira informal, é necessário entender que existe uma legislação por trás do processo e que ela precisa ser cumprida para afastar os riscos de sanções à empresa, uma vez que os órgãos de fiscalização ambiental, constantemente veem as indústrias geradoras, como potencial fonte de arrecadação de valores.

incineração de resíduos

Algumas matérias que podem te interessar

© VG Residuos Ltda, 2019