×

Cinco bons exemplos de logística reversa do setor de cosméticos

Cinco bons exemplos de logística reversa do setor de cosméticos
Avalie este post

exemplos de logística reversa do setor de cosméticos

Há exemplos de logística reversa do setor de cosméticos de empresas que realizam o recolhimento das embalagens pós-consumo. Bons exemplos de logística reversa do setor de cosméticos têm a Avon, que criou um programa para coletar embalagens e resíduos de maquiagem e esmaltes de qualquer marca.

Estas organizações se preocupam com a sustentabilidade e a logística reversa, que deve ser implementada nas indústrias, como determina a Política Nacional de Resíduos Sólidos.

Os resíduos de cosmético são disponibilizando-os para a reciclagem. Reciclar resíduos de cosméticos é uma alternativa lucrativa e ecologicamente correta. Confira agora cinco bons exemplos de logística reversa do setor de cosméticos!

Saiba qual a importância da logística reversa para o meio ambiente.

Logística reversa do setor de cosméticos

exemplos de logística reversa do setor de cosméticos

Implantar o sistema de logística reversa demonstra a preocupação que a empresa tem em preservar os recursos naturais e promover a conscientização da coletividade. Além de aumentar o lucro ao disponibilizar o resíduo para a reciclagem.

A logística reversa do setor de cosméticos começa com o gerenciamento dos resíduos. E a melhor opção de realizar esta gestão é através da VG Resíduos.

A VG Resíduos possui uma plataforma que otimiza todo o processo de gerenciamento de resíduos. Permitindo a emissão de relatórios que demonstram aos órgãos ambientais o tratamento e destinação correta dada aos resíduos.

Além disso, a plataforma não deixa a sua empresa perder os prazos de vencimento de licenças e emissão de documentos importantes para o licenciamento ambiental.

Com a venda dos resíduos através da plataforma Mercado de Resíduos, a organização consegue lucrar com seus resíduos coletados através da logística reversa.

Mercado de Resíduos, é um ambiente onde empresas encontram tratadores de resíduos, compradores ou geradores. Tudo isso através de um portal unificado de fornecedores e compradores.

O mercado de resíduos possibilita agregar valor aos resíduos, transformando-os em matéria-prima ou insumo na fabricação de outros produtos.

exemplos de logística reversa do setor de cosméticos

A relevância da logística reversa

exemplos de logística reversa do setor de cosméticos

A logística reversa é um sistema obrigatório para várias empresas que fabricam, importam ou comercializam alguns produtos, como: pilhas e baterias, pneus e embalagens de agrotóxicos. É instituída pela lei 12.305/10, Política Nacional de Resíduos Sólidos, que determina que as empresas se tornem responsáveis por todo o ciclo de vida de seus produtos e componentes.

No Estado de São Paulo, a empresa que não tiver um sistema estruturado não consegue obter a licença. A regra da Cetesb começou a valer a partir de 2 de outubro de 2018. E vale tanto para uma nova obtenção do documento ou para renovação da licença.

Não adotar boas práticas sobre logística reversa é uma falha que resulta em aumento considerável nos custos e na gestão ineficiente. Além do mais, pode dificultar o processo de trocas e devoluções e, consequentemente, aumenta a reclamação dos clientes já que encontraram dificuldades para devolver os produtos utilizados.

exemplos de logística reversa do setor de cosméticos

Bons exemplos de logística reversa do setor de cosméticos

Confira bons exemplos de logística reversa do setor de cosméticos.

Boticário

exemplos de logística reversa do setor de cosméticos

A Boticário realiza a logística reversa de seus produtos através do Programa Reciclagem de Embalagens. O programa possibilita que as embalagens pós-consumo de produtos de belezas sejam devolvidas em qualquer uma das lojas do grupo. As embalagens são enviadas as cooperativas de catadores para posteriormente serem recicladas.

A Boticário aposta no sistema de logística reversa com uma prática para diminuir o impacto ambiental causado pelo descarte inadequado de resíduos sólidos. Além disso, a logística reversa aumenta os lucros da empresa melhorando sua imagem, já que muitos consumidores procuram empresas que possuem alguma iniciativa de reciclagem, coleta ou reutilização de embalagem.

A empresa possui em torno de quatro mil pontos de devolução de embalagens em todo Brasil. Os pontos de devolução que mais se destacam pelo volume de resíduos coletados e enviados à reciclagem via logística reversa são as cidades de Jundiaí (SP), Santos (SP), Santarém (PA) e Itumbiara (GO).

Para que o programa alcance o sucesso almejado e diminua o impacto ambiental causado pelos resíduos de cosméticos, o grupo conta com a parceria e engajamento dos franqueados e das suas transportadoras.  

Todos os resíduos coletados são enviados para as 21 cooperativas credenciadas em todo o país. Nessas cooperativas o resíduo é reciclado tornando-se matéria prima para outros processos.

Natura

O programa de logística reversa da Natura existe desde 2007. O objetivo do programa, além de recolher as embalagens pós-consumo é realizar estudos e monitorar o ciclo de vida das embalagens recicláveis.

Todas as embalagens recolhidas via logística reversa são enviadas as cooperativas de reciclagem. Já foram destinados a reciclagem aproximadamente 500 mil toneladas de resíduos.

O programa esta presente nos estados de São Paulo, Bahia, Pernambuco, Rio de Janeiro e Espírito Santo.

Avon

exemplos de logística reversa do setor de cosméticos

A empresa Avon adotou a logística reversa ao participa do Programa DAMF — “Dê a Mão Para o Futuro: Reciclagem, Trabalho e Renda”. Esse programa é coordenado pela ABIHPEC (Associação Brasileira da Indústria de Higiene Pessoal, Perfumaria e Cosméticos).

O programa de logística reversa da Avon já encaminhou mais de 110.984 toneladas de resíduos de cosméticos para a reciclagem. E esta presente em 8 estados, 84 municípios e 128 cooperativas.

Embelleze

A empresa Embelleze implementou o sistema de logística reversa. O seu projeto envia para cooperativas de reciclagem as caixas  de papelão de seus fornecedores.

Unilever

A Unilever é uma empresa que fabrica produtos cosméticos como a marca Seda, Clear, Lux, Rexona e etc..

A empresa realiza a logística reversa coletando as embalagens pós-consumo e enviando para reciclagem.

A logística reversa envolve sustentabilidade, adequação à legislação e até mesmo a redução dos custos relacionados à operação de transporte. O sistema está ligado também à imagem que a empresa projeta no mercado. Portanto, esses bons exemplos de logística reversa do setor de cosméticos demonstra que é possível implantar um sistema funcional.  

Gostou desse assunto ou acha ele relevante? Compartilhe nas redes sociais ou deixe seu comentário abaixo.

Mas quer se aprofundar um pouco mais a respeito? Leia outro artigo do nosso blog: Como descartar resíduos de cosméticos para não degradar o meio ambiente?

exemplos de logística reversa do setor de cosméticos

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

© VG Residuos Ltda, 2018