Como aplicar o conceito Resíduo Zero na minha empresa?

Como aplicar o conceito Resíduo Zero na minha empresa?
Avalie este post

resíduo zero

O resíduo zero é um conceito nascido nos anos 70 que representa uma forma de organização dos recursos semelhante à da natureza, já que ela aproveita 100% de todos os materiais disponíveis.

Ao longo do tempo as empresas perceberam que os consumidores cada vez mais valorizam ações direcionadas à redução do impacto ambiental e produção sustentável, com isso, os programas de resíduo zero chegaram com força total às corporações do século XXI. Conheça!

Confira: como gerar renda com a reciclagem de pilhas e baterias usadas?

O que é resíduo zero?

resíduo zero

Como dissemos na introdução deste texto, o resíduo zero é um conceito nascido nos anos 1970 em decorrência do aumento da preocupação das pessoas com as questões ambientais.

Ao longo do século XX a sociedade ocidental enriqueceu bastante, o que permitiu que questões deste tipo pudessem passar a ser consideradas. O movimento de preservação foi ganhando força até se transformar na tentativa de se imitar a natureza, aproveitando todos os recursos mesmo após o fim de sua vida útil.

Pense por exemplo numa laranja que cai de uma árvore. Logo após a queda, vários insetos e até pequenos animais poderão se alimentar do fruto.

Em seguida, será iniciado o processo de decomposição através do qual, fungos transformarão a matéria orgânica em componentes para o solo e em gases, os quais por sua vez servirão como compostos para bactérias e outros vegetais.

Assim o ciclo se reinicia e 100% da matéria orgânica é transformada em novos compostos naturais.

O conceito de resíduo zero tenta aplicar este princípio nas atividades humanas. Desta forma, ao invés de simplesmente descartar um produto após o fim de sua vida útil, poderíamos encaminhar o material a um centro de reciclagem ou reaproveitamento.

resíduo zero

Como implementar um programa de resíduo zero?

resíduo zero

Obviamente que nenhuma empresa conseguirá reaproveitar 100% de todos os resíduos produzidos, o que se consegue é uma aproximação máxima deste valor, conforme a tecnologia vigente e viabilidade econômica das ações.

Um programa de resíduo zero jamais funcionará à base de boa vontade e engajamento das pessoas. Para fazer dar certo, a empresa precisará empreender ações sistemáticas e integradas ao seu processo, de forma que os funcionários passem a adotar as práticas de maneira automática e que os resultados possam ser controlados por gestão de alto nível.

As principais ações para um programa de resíduo zero são:

  • Instalação de pontos de coleta seletiva por toda a empresa;
  • Agendamento de coletas recorrentes dos resíduos recicláveis;
  • Estabelecimento de parcerias para reaproveitamento tecnológico dos resíduos;
  • Instalação de indicadores de coleta e monitoramento dos setores;
  • Estabelecimento de metas de reaproveitamento;
  • Instalação de um programa de reciclagem interno e compostagem dos resíduos orgânicos

Obviamente que há diversas outras ações, mas estas, de maneira geral definem o que deve ser feito para a instauração de um programa de resíduo zero.

resíduo zero

Ferramentas que auxiliam nos programas do tipo resíduos zero

resíduo zero

Até pouco tempo atrás, era necessário que as empresas firmassem parcerias individuais para o reaproveitamento dos resíduos e consequentemente, para a implementação de programas de resíduo zero.

Saiba mais: quais os principais tipos de logística reversa no Brasil?

Contudo, hoje as coisas estão bem diferentes, existem ferramentas específicas para o gerenciamento e a destinação de resíduos de todos os tipos.

A primeira ferramenta que citaremos é o VG Resíduos. O programa online permite que a empresa gerencie 100% dos resíduos produzidos e monitore com detalhes e indicadores cada material descartado na empresa.

O software gera relatórios e auxilia a empresa à adequação legal em relação aos resíduos, além de produzir informações estratégicas e gerar documentos e procedimentos de controle de forma automática.

A outra ferramenta que auxilia a empresa na implementação de um programa de resíduo zero é o Mercado de Resíduos. O programa é, literalmente, um caça lixo, ou caça tratador de lixo.

O Mercado de Resíduos possibilita que as companhias geradoras de resíduos cadastrem seus materiais, os quais serão ofertados a uma rede de milhares de tratadores.

Estes tratadores por sua vez, darão seus lances informando o quanto cobram para tratar ou até mesmo o quanto estariam dispostos a pagar pelo material.

Outro benefício do Mercado de Resíduos é que ele cria um ambiente onde empresas encontram soluções de tratamento para resíduos os quais elas nem imaginavam que haveria a possibilidade da reciclagem.  Além de possibilitar a filtragem dos tratadores por região, selecionando os lances dos locais mais próximos à empresa ofertante.

resíduo zero

Quais vantagens do resíduo zero para as empresas que o adotam?

resíduo zero

As primeiras vantagens que um programa de resíduo zero promovem são aquelas ligadas à imagem da empresa. Organizações que conseguem zerar a produção de alguns resíduos e reduzir de maneira significativa a de outros, possuem um valor adicional a ser mostrado a seus clientes e fornecedores.

A imagem de empresa responsável e ambientalmente correta tem rendido negócios lucrativos a muitas organizações. O contrário também é verdadeiro, empresas que se destacam como poluidoras e destruidoras do meio ambiente têm sofrido boicotes de alguns setores do mercado de consumo.

Há também os aspectos positivos econômicos em se reduzir a quantidade de resíduos produzida e elevar a vida útil dos materiais adquiridos pela empresa.

Leia também: Relatório Conama ou Ibama: qual minha empresa deve apresentar?

Programas de resíduo zero geram custos?

resíduo zero

Sim, todos os programas geram custos, a questão é o retorno destes custos. No caso dos programas de resíduo zero, os custos podem ser facilmente revertidos em ganhos através da utilização das ferramentas corretas.

O Mercado de Resíduos por exemplo, pode transformar muitos custos em receitas, uma vez que permite que a empresa venda resíduos que antes eram descartados e que eventualmente gerariam despesas de coleta e destinação.

De maneira geral, os custos envolvidos na adoção de programas resíduo zero não são significativos do ponto de vista do orçamento empresarial, já que na quase totalidade dos casos, os investimentos são baixos, sendo necessárias apenas criações de parcerias e instalações dos pontos de coleta.

Os programas de resíduo zero são um caminho sem volta para as empresas. Muitos clientes já dão preferência à companhias que mantém tal prática e há outros que inclusive, consideram a sustentabilidade como fator relevante para a decisão de compra.

Há também a questão das regulações, as quais estão cada vez mais incisivas sobre as companhias, forçando à adoção de práticas sustentáveis.

Mas quer se aprofundar um pouco mais a respeito? Leia outro artigo do nosso blog: Saiba como ganhar dinheiro com a reciclagem de resíduos

resíduo zero

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

© VG Residuos Ltda, 2019