Como as empresas estão lucrando com a reutilização de sucata de cobre?

02/07/2018

sucata de cobre

A sucata de cobre, metal que compõe esses materiais, pode ser reciclada, trazendo rendimento às empresas tratadoras. Resíduos de fios de telefone e de computadores, chicotes de motos e carros, e outros, estão se transformando em lucro. Embora pareça que sucatas não têm serventia, resíduos como os de cobre valem dinheiro.

Política de Resíduos Sólidos  determina que deva haver uma diminuição dos resíduos gerados e inserção de práticas de reciclagem de resíduos. Logo, além do valor comercial, reciclar a sucata de cobre é uma boa prática alinhada a lei ambiental. E esses metais, quando descartados na natureza, têm sua decomposição até 450 anos.

A seguir, você entenderá em que consiste a reutilização da sucata de cobre, como reciclá-la e obter renda através dela. Acompanhe!

Leia mais: Como sua empresa pode lucrar com a reciclagem de sucata de joias?

Veja por que a sucata pode ser rentável

sucata de cobre

A sucata é todo resíduo, produto defeituoso ou material com não conformidades que tornam seu uso inviável.  Sua utilização na forma original ou seu reparo não compensam economicamente, porém, sucatas podem ser recicladas, gerando outro produto.

Diariamente, as indústrias produzem um montante de sucatas, por falhas ou sobras no processo de fabricação de suas mercadorias. Esses resíduos, quando destinados às tratadoras, podem ser lucrativos, pois há determinadas sucatas com grande potencial de reaproveitamento.

Alguns tipos de metais, especialmente os não ferrosos, produzem sucatas com grande potencial de reciclagem, devido à suas características físico-químicas. São bastante valorizados os não ferrosos como alumínio e cobre (e suas ligas que são latão e bronze).

Saiba mais: Que compromissos determinam a obtenção da licença ambiental?

Entenda por que reutilizar a sucata de cobre

sucata de cobre

A sucata de cobre tem se tornado um resíduo valorizado porque é oriundo de um metal largamente empregado na indústria. O cobre é o terceiro metal mais utilizado mundialmente, só perdendo para os aços e o alumínio e suas ligas. Possui excelente condutividade elétrica sendo largamente empregado na fabricação de materiais elétricos, puro ou em liga com outros metais.

Além do diferencial da condutividade térmica, outras características tornam o cobre valorizado, como:

  • maciez;
  • maleabilidade;
  • ductibilidade;
  • resistência à corrosão;
  • alta resistência mecânica;
  • alto poder de condutividade térmica;
  • alta resistência à fadiga;
  • cor natural como o ouro, e não cinza ou branco como outros metais.

E o poder do cobre não se restringe ao uso industrial. O metal é essencial para a saúde dos indivíduos, dos animais e das plantas, e faz parte da dieta humana. Alimentos ricos em cobre incluem feijões secos, amêndoas, brócolis, chocolate, alho, soja, ervilhas, produtos de trigo integral e mariscos.

Confira: Como obter lucro utilizando restos de alimentos para fazer adubo?

Saiba como reciclar a sucata de cobre

sucata de cobre

Um dos grandes benefícios para tratadoras que lidam com os resíduos de cobre é que o metal é 100% reciclável.  O cobre é dos poucos materiais que podem ser reciclados diversas vezes sem qualquer perda de desempenho ou de qualidade. Segundo o PROCOBE, não há diferença entre o cobre reciclado e aquele oriundo da mineração primária. Sendo assim, das toneladas de cobre utilizadas globalmente, uma parcela significativa, cerca de 33%, vem da reciclagem.

Uma das possibilidades de reciclar as sucatas de cobre é seguir as seguintes etapas:

  • realizar a pré-moagem dos cabos de cobre;
  • passar o material por uma esteira, com separador magnético, retirando os materiais ferrosos;
  • transportar o material da esteira para um silo de armazenamento;
  • passar o material armazenado por um segundo processo de moagem;
  • passar os resíduos por um granulador, chegando ao tamanho final;
  • separar os resíduos dos plásticos, por fluxo de ar e vibração;
  • passar o material por uma peneira vibratória, que já distribui os resíduos por granulometria.

este estudo do Ministério das Minas e Energia afirma que se pode reciclar o cobre com fusão e fundição. Entretanto, esse processo só é válido para sucatas obtidas em ambientes de manuseio exclusivo de cobre.

Saiba também: Como sua empresa pode gerar renda reciclando lâmpadas?

Por que reutilizar a sucata de cobre?

sucata de cobre

A sucata de cobre, além do valor comercial, é rentável, também, porque as tratadoras não terão grandes custos para reciclagem. O gasto energético na reciclagem é 85% menor do que na produção original do metal. Isso é muito representativo em termos de redução de impactos ambientais.  Significa mundialmente uma economia anual de 100 milhões de MWh de energia elétrica e 40 milhões de toneladas de CO2.

É possível fazer renda com o resíduo de cobre, poupar recursos naturais e tratar a sucata de maneira sustentável. Uma maneira interessante de potencializar o negócio é contar com uma consultoria especializada em tratamento de resíduos. A experiência do grupo Verde Ghaia pode ser essencial nesse processo.

Além disso, por meio de uma plataforma online, é possível conectar tratadores e fornecedores. A exemplo, podemos citar a VG Resíduos e o Mercado de Resíduos, que permite conectar interessados na compra ou venda de resíduos como os de cobre.

Como se vê, resíduos de cobre encontrados em materiais como fios de telefone e de computadores podem virar lucro. A sucata de cobre tem grande potencial de reciclagem, trazendo rendimento às empresas tratadoras e, ao mesmo tempo, evitando impactos ambientais.

O manejo correto da sucata de cobre, seguindo os preceitos das leis ambientais, é uma prática ecologicamente correta. Evita a geração excessiva de resíduos e a exploração de recursos naturais, poupando o planeta. As organizações que reciclam a sucata de cobre podem colocar no mercado uma substância com a mesma qualidade e desempenho. O reaproveitamento da sucata de cobre gera renda, economiza energia, evita a emissão de CO2 e a degradação da natureza.

Gostou desse tema ou achou o assunto relevante? Deixe seu comentário abaixo ou compartilhe o conteúdo nas redes sociais.

Se quiser aprofundar mais sobre o assunto leia este outro artigo do blog: Crie oportunidades com o mercado de resíduos e saia da crise

Compartilhe!