×

Como funciona a logística reversa pós-consumo de lâmpadas fluorescentes?

Como funciona a logística reversa pós-consumo de lâmpadas fluorescentes?
4 (80%) 1 voto

logística reversa pós-consumo de lâmpadas fluorescentes

A logística reversa pós-consumo de lâmpadas fluorescentes é um tema de importância crescente que vem alterando a dinâmica do mercado.  Diversos motivos impulsionam este tema, como o fato das lâmpadas serem consideradas resíduos perigosos que necessitam de destinação ambientalmente correta após o consumo. No entanto, a aprovação da Política Nacional de Resíduos Sólidos, foi um dos motivos que mais incentivam as empresas a lidar com esse resíduo.

Quando as lâmpadas fluorescentes são descartadas em locais inadequados podem contaminar o meio ambiente, intoxicar os seres humanos causando problemas físicos e neurológicos.

logística reversa pós-consumo de lâmpadas fluorescentes

A logística reversa pós-consumo de lâmpadas fluorescentes é um processo que planeja, opera e controla o fluxo e as informações logísticas referentes ao retorno das lâmpadas após o consumo. Confira mais sobre o tema neste artigo!

Leia: Qual a diferença entre coleta seletiva e logística reversa?

Logística reversa pós-consumo de lâmpadas fluorescentes

logística reversa pós-consumo de lâmpadas fluorescentes

Os resíduos de lâmpadas fluorescentes se caracterizam por lâmpadas adquiridas, utilizadas e descartadas pelo consumidor. Normalmente, essas lâmpadas fluorescentes podem retornar ao seu ciclo produtivo, através canais reversos de pós-consumo como de reciclagem e de reuso.

Com a logística reversa pós-consumo de lâmpadas fluorescente é possível retornar o resíduo descartado ao ciclo de negócios ou ao ciclo produtivo.

A logística reversa já é um instrumento utilizado por diversos países como uma alternativa eficiente para o adequado gerenciamento de resíduos. No Brasil foi a PNRS que implantou este sistema. O objetivo é fazer retornar todos os produtos pós-consumo ao setor empresarial. Este retorno garante a recuperação dos materiais recicláveis que farão parte de um novo ciclo produtivo.

A PNRS obrigou inicialmente a implantação da logística reversa às cadeias de:

Saiba mais: quais os principais tipos de logística reversa no Brasil.

Como realizar a logística reversa das lâmpadas?

logística reversa pós-consumo de lâmpadas fluorescentes

O processo de logística reversa pós-consumo de lâmpadas fluorescentes inclui o gerenciamento das seguintes etapas: coleta, armazenagem, manuseio e movimentação ainda no gerador de resíduos. Além da coleta e transporte, movimentação e armazenagem na indústria de reciclagem.

As lâmpadas fluorescentes pós-consumo devem ser colocadas, na posição vertical e dentro das embalagens originais quando possível. Caso não seja possível, deverá ser acondicionada utilizando materiais como: papelão, papel ou jornal e fitas autocolantes. Os materiais utilizados para embalar as lâmpadas usadas devem garantir a proteção contra choques mecânicos.

Após estarem embaladas as lâmpadas devem ser colocadas em recipiente portátil ou caixa para o transporte até as empresas de reciclagem licenciadas pelos órgãos ambientais.

Já as lâmpadas quebradas devem ser acondicionadas separadamente das demais lâmpadas. E, em herméticos, como tambores de aço devidamente vedados para evitar a contaminação pelas substâncias perigosas das lâmpadas.

Os consumidores domésticos podem procurar por postos de coleta para entregar as lâmpadas usadas. Esses pontos de coleta podem ser das prefeituras ou de algumas empresas particulares, como shoppings e lojas de materiais de construção. Normalmente esses postos de coleta não cobram para receber esses resíduos. Após coletado certa quantidade esses postos encaminham para os fabricantes ou para as recicladoras.

logística reversa pós-consumo de lâmpadas fluorescentes

Já empresas privadas devem procurar por outras empresas especializadas para realizar o descarte das lâmpadas. Essas tratadoras realizam o tratamento das lâmpadas através da reciclagem e neutralização dos seus riscos. Porém este serviço envolve um custo para a geradora.

Ainda no Brasil, o custo para se reciclar lâmpadas fluorescentes é de responsabilidade do gerador de resíduos.

Leia também: Soluções de logística reversa: qual a melhor para a minha empresa?

Por que implantar a logística reversa na empresa?

logística reversa pós-consumo de lâmpadas fluorescentes

A PNRS estabeleceu a responsabilidade compartilhada na gestão dos resíduos. Pela lei todas as empresas estão obrigadas a organizarem um sistema de logística reversa de resíduos.

Várias organizações buscam entidades que lhes deem suporte operacional para atender o que a lei determinou quanto à implantação do sistema de logística reversa pós-consumo das lâmpadas fluorescentes. Para tanto, a VG Resíduos conta com software que auxilia a empresa a realizar toda a gestão dos resíduos gerados. Desde a segregação até a destinação final.

É possível implantar o sistema por meio de contratação de transportadoras, criação de centros de coletas de resíduos, parcerias com recicladoras, cooperativas e unidades gestoras de resíduos. Além de criação de um ponto de coleta para que o consumidor comum saiba onde deve levar as lâmpadas usadas para o descarte.

Benefícios da logística reversa pós-consumo

logística reversa pós-consumo de lâmpadas fluorescentes

A logística reversa pós-consumo de lâmpadas fluorescentes vai muito além da obrigação legal. Investir no sistema significa um importante diferencial competitivo para a empresa. Com o sistema a empresa melhora sua imagem perante os seus clientes, além de conseguir gerar lucro vendendo o coletado. Ou mesmo reutilizando em seus processos.

Veja quais são os benefícios da logística reversa de resíduos não industriais:

  • criar uma imagem sólida perante os consumidores;
  • explorar ações de marketing vinculadas à logística reversa;
  • melhorar o processo de produção já que os resíduos retornam à cadeia produtiva, o que diminui o consumo e os custos de matérias-primas;
  • gerar produtos mais eficientes já que as empresas passam a adotar tecnologias mais limpas. Isto simplifica a reutilização e a criação de embalagens e produtos que podem ser reciclados com maior facilidade;
  • criar consumidores mais conscientes.

Porém, o maior desafio da logística reversa pós-consumo das lâmpadas fluorescente é a conscientização da sociedade na questão da educação ambiental. Muitos não têm orientação para o coreto descarte das lâmpadas usadas. Na maioria das vezes, esses resíduos são destinados aos aterros.

A logística reversa pós-consumo de lâmpadas fluorescentes deve ser vista como uma grande alternativa para o reaproveitamento dos resíduos em um novo ciclo de vida. A logística reversa impede o aumento da poluição e da extração continuadas de recursos naturais que, em sua grande maioria, já se encontram em extinção. Além de evitar danos a natureza e a saúde do homem.

Gostou desse assunto ou acha ele relevante? Compartilhe nas redes sociais ou deixe seu comentário abaixo.

Mas quer se aprofundar um pouco mais a respeito? Leia outro artigo do nosso blog: Sete bons motivos para incluir a logística reversa de resíduos

logística reversa pós-consumo de lâmpadas fluorescentes

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

© VG Residuos Ltda, 2018