Como os resíduos da construção civil podem alavancar seu negócio?

Como os resíduos da construção civil podem alavancar seu negócio?
Avalie este post

resíduos da construção civil

Os resíduos da construção civil também podem ser perspectiva de negócio. É possível empreender reciclando sobras de alvenaria, concreto, argamassas, cerâmicas, blocos, tubos, telhas, entre outros.

Empresas tratadoras podem investir na reciclagem desses resíduos, transformando em lucro as sobras de materiais não aproveitadas pelas construtoras. Tornar-se um empreendedor especializado em resíduos da construção civil, além de rentável, é uma iniciativa ambientalmente responsável.

O setor de obras causa impactos negativos ao meio ambiente. As construções demandam consumo de recursos naturais, modificam a paisagem, geram excesso de resíduos e poluição ambiental. A instalação de empresas que tratarão de forma ecologicamente correta desses resíduos pode amenizar essa degradação do meio ambiente.

A seguir, você conhecerá dicas importantes de como empreender com os resíduos da construção civil, alavancando um negócio. Acompanhe!

Leia também: Quatro dicas para empreender com reciclagem de óleo de cozinha

Conheça o potencial dos resíduos da construção civil

resíduos da construção civil

Também conhecidos como RCC, os resíduos da construção civil têm se tornado um problema nos grandes centros urbanos. Segundo este estudo do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (IPEA), podem representar de 50% a 70% dos resíduos sólidos do Brasil. Quando depositados em locais impróprios e sem tratamento, geram problemas de ordem estética, ambiental e de saúde pública.

Estima-se que, por ano, no mínimo 33.000 (trinta e três mil) toneladas de resíduos da construção civil sejam recolhidos no Brasil. O volume de resíduos gerado na construção civil é o principal impacto, porém, o acúmulo das sobras pode desencadear outras consequências. Este artigo cita, por exemplo, que na massa de resíduos da construção estão materiais orgânicos, produtos perigosos e embalagens diversas. São materiais que podem acumular água e favorecer a proliferação de insetos e de outros vetores de doenças, como a dengue.

Em função desses fatores, os resíduos das obras podem ser um impasse para as construtoras que não tratam as sobras. Por outro lado, têm um potencial de negócio para aqueles que querem empreender, investindo na reciclagem dessas sobras.

Uma tratadora pode ser implantada quando recebe os resíduos da construção e os transformam novamente em matéria-prima ou em outro material.

Saiba mais: 6 dicas para sua empresa lucrar com a compostagem de resíduos

Entenda as características desses resíduos

resíduos da construção civil

O primeiro passo para empreender com os resíduos de obras é conhecer a constituição dessas sobras. A execução de uma obra dá origem a um amontoado de entulhos, compostos por restos e fragmentos de materiais. Entre eles estão sobras de alvenaria, concreto, argamassas, cerâmicas, madeira, entre outros.

Para tratar esses materiais é preciso seguir as diretrizes da Resolução 307, do Conselho Nacional do Meio Ambiente (CONAMA). No artigo 3º, o CONAMA faz a classificação de resíduos, conforme o tipo e a fonte geradora:

  • Classe A: são os resíduos reutilizáveis ou recicláveis como agregados. Podem ser beneficiados gerando material granular aplicável em obras. Exemplos: componentes cerâmicos (tijolos, blocos, telhas, placas de revestimento), argamassa e concreto, blocos, tubos, meios-fios, etc;
  • Classe B: são os resíduos recicláveis para outras destinações, tais como: plásticos, papel, papelão, metais, vidros e gesso;
  • Classe C: são os resíduos para os quais não foram desenvolvidas tecnologias ou aplicações que permitam a sua reciclagem ou recuperação;
  • Classe D: são resíduos perigosos oriundos do processo de construção, tais como tintas, solventes, óleos e outros ou aqueles contaminados ou prejudiciais à saúde.

Se o negócio visa reaproveitar os entulhos das construções é essencial voltar-se para as sobras que podem ser recicladas. Sendo assim, o foco do empreendimento deve ser nos resíduos da classe A. Esses restos de fragmentos e materiais, provenientes de construções, reformas ou demolições, podem ser processados e terem diversas aplicabilidades.

Como a reciclagem pode transformá-los

resíduos da construção civil

Sendo assim, outra medida importante é conhecer as técnicas de reciclagem dos resíduos de construção. A reciclagem consiste na mudança do estado físico, físico-químico ou biológico do resíduo. O processo faz com que o material volte a ter características de matéria-prima ou se transforme em um novo produto.

Bastante estimulada pela Política Nacional de Resíduos Sólidos (PNRS), a reciclagem traz uma série de vantagens, entre elas:

  • redução do acúmulo de resíduos;
  • diminuição do consumo de energia;
  • contribuição para o uso racional dos recursos naturais;
  • evita sansões ambientais a empresas.

No tocante às sobras de construção, uma das técnicas mais utilizadas para o reaproveitamento é a trituração dos resíduos. Após uma triagem, as sobras passam por um britador, equipamento que reduz a granulometria dos resíduos das construções. As sobras são transformadas em partículas menores e homogêneas, tornando-se reutilizáveis.

As aplicações desse processo são variadas, podendo os materiais reciclados serem usados, entre outros, em:

  • pavimentação de estradas rurais;
  • blocos;
  • bloquetes;
  • calçadas;
  • bancos de praça;
  • calçamentos;
  • enchimentos de fundações;
  • tijolos ecológicos;
  • pisos e contrapisos.

Confira: como lucrar com a logística reversa de embalagens?

Aperfeiçoe seu negócio através de consultoria

resíduos da construção civil

Ao decidir empreender com os resíduos da construção civil é possível criar um negócio rentável e, ao mesmo tempo, sustentável. As sobras da construção civil precisam de uma destinação correta que nem sempre é feita pelos responsáveis das obras. Quando uma tratadora assume o manejo dessas sobras, investindo em reciclagem, está contribuindo com a natureza e a saúde dos indivíduos.

E o negócio pode ser ainda mais rentável e ecologicamente correto quando a nova empresa se estrutura com o suporte de uma consultoria. Os profissionais do grupo Verde Ghaia conhecem as melhores soluções para o tratamento e disposição/destinação finais dos resíduos da construção. Além disso, os materiais reciclados podem ser negociados em uma plataforma online, gerando receita e dando visibilidade à tratadora.

Como se pode notar, empreender a partir dos resíduos da construção civil pode ser rentável e uma solução ambientalmente acertada. Com técnicas de reciclagem, é possível transformar sobras de construção que são um transtorno para as geradoras. Além disso, é uma iniciativa que poupa o planeta e os indivíduos de riscos de degradação e doenças. Especializar-se no tratamento dos resíduos da construção pode reduzir o excesso de entulhos, gerar lucros e ser uma iniciativa ambientalmente responsável.

Gostou desse tema ou achou o assunto relevante? Deixe seu comentário abaixo ou compartilhe o conteúdo nas redes sociais.

Se quiser aprofundar mais sobre o assunto leia este outro artigo do blog: Saiba como ganhar dinheiro com a reciclagem de resíduos 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

© VG Residuos Ltda, 2019