×

Como realizar e lucrar com a logística Reversa de resíduos não industriais?

Como realizar e lucrar com a logística Reversa de resíduos não industriais?
Avalie este post

logística reversa de resíduos não industriais

A logística reversa de resíduos não industriais pós-consumo é um tema de importância crescente que vem alterando a dinâmica do mercado.  Diversos motivos impulsionam a relevância deste tema, porém a aprovação da Política Nacional de Resíduos Sólidos, foi um dos motivos que mais incentivam as empresas a lidar com seu lixo.

A logística reversa de resíduos não industriais é um processo que planeja, opera e controla o fluxo e as informações logísticas referentes ao retorno dos bens produzidos após o consumo.

A aplicação mais relevante da logística reversa é o controle de devolução e troca de produtos. O objetivo é a recuperação de valor, seja econômico, de prestação de serviços, ecológico, legal, logístico ou de imagem. Confira mais sobre o tema neste artigo!

Leia também: como empresas estão lucrando com a logística reversa do isopor

Logística Reversa de resíduos não industriais pós-consumo

logística reversa de resíduos não industriais

Os resíduos não indústrias pós-consumo caracterizam-se por aqueles produtos já adquiridos, utilizados e descartados pelo consumidor, mas que podem retornar ao seu ciclo produtivo, através canais reversos de pós-consumo como de reciclagem e de reuso.

Exemplos de resíduos não indústrias pós-consumo temos as embalagens plásticas, pneus, pilha e baterias, entre outros.

Com a logística reversa pós-consumo é possível retornar o resíduo descartado ao ciclo de negócios ou ao ciclo produtivo.

A logística reversa já é um instrumento utilizado por diversos países como uma alternativa eficiente para o adequado gerenciamento de resíduos. No Brasil foi a PNRS que implantou este sistema. O objetivo é fazer retornar todos os produtos pós-consumo ao setor empresarial. Este retorno garante a recuperação dos materiais recicláveis que farão parte de um novo ciclo produtivo.

A PNRS obrigou inicialmente a implantação da logística reversa às cadeias de:

  • embalagens de agrotóxicos;
  • pilhas e baterias;
  • pneus;
  • lâmpadas fluorescentes de vapor de sódio e mercúrio e de luz mista;
  • óleos lubrificantes, seus resíduos e embalagens; e
  • produtos eletroeletrônicos e seus componentes.

Por que implantar a logística reversa na empresa?

logística reversa de resíduos não industriais

A PNRS estabeleceu a responsabilidade compartilhada na gestão dos resíduos. Pela lei todas as empresas estão obrigadas a organizarem um sistema de logística reversa de resíduos.

Várias organizações buscam entidades que lhes deem suporte operacional para atender o que a lei determinou quanto à implantação do sistema de logística reversa pós-consumo.

É possível implantar o sistema por meio de contratação de transportadoras, criação de centros de coletas de resíduos, parcerias com recicladoras, cooperativas e unidades gestoras de resíduos. Além de criação de um ponto de coleta para que o consumidor comum saiba onde deve levar seu produto para o descarte.

A logística reversa de resíduos não industriais vai muito além da obrigação legal. Investir no sistema significa um importante diferencial competitivo para a empresa. Com o sistema a empresa melhora sua imagem perante os seus clientes, além de conseguir gerar lucro vendendo o coletado. Ou mesmo reutilizando em seus processos.

Veja quais são os benefícios da logística reversa de resíduos não industriais:

  • cria uma imagem sólida perante os consumidores;
  • explora ações de marketing vinculadas à logística reversa;
  • melhora o processo de produção já que os resíduos retornam à cadeia produtiva, o que diminui o consumo e os custos de matérias-primas;
  • gera produtos mais eficientes já que as empresas passam a adotar tecnologias mais limpas. Isto simplifica a reutilização e a criação de embalagens e produtos que podem ser reciclados com maior facilidade;
  • cria consumidores mais conscientes.

100 Open Startups: qual importância para uma startup como a VG Resíduos?

Empecilhos para realizar a logística reversa

logística reversa de resíduos não industriais

Atualmente várias empresas implementaram o sistema de retorno de seus próprios produtos, como as operadoras de celulares, de óleos lubrificantes, lâmpadas, computadores, entre outros.

Porém, o maior desafio da logística reversa pós-consumo é a conscientização da sociedade na questão da educação ambiental. Muitos não têm orientação para o descarte dos materiais que poderiam ser reutilizados. Na maioria das vezes, esses resíduos são destinados aos aterros.

Além desse elemento que desfavorece a implantação do sistema há os relacionados à falta de incentivos à criação de cooperativas de catadores e recicladoras.

A logística reversa de resíduos não industriais pós-consumo deve ser vista como uma grande alternativa para o reaproveitamento dos resíduos em um novo ciclo de vida.

A logística reversa impede o aumento da poluição e da extração continuadas de recursos naturais que, em sua grande maioria, já se encontram em extinção.

Como realizar e lucrar com a logística reversa?

logística reversa de resíduos não industriais

O que fazer para realizar a logística reversa de resíduos não industriais e começar a lucrar com a venda deles? Comece pelo fim, ou seja, pelo consumidor final. Incentive-os a dá o descarte ambientalmente correto dos resíduos.

Abaixo listamos alguns passos para estabelecer o sistema de logística reversa:

Estabeleça uma política de devoluções e trocas

Para que a logística reversa de resíduos não industriais funcione corretamente é necessário estabelecer políticas de devoluções e trocas. Isso ajudará os consumidores como proceder para trocar ou devolver os resíduos.

Saiba mais: sete dicas para vender resíduos e lucrar no Mercado de Resíduos

Estabeleça pontos de devolução e troca

Sem um ponto de coleta dos resíduos não será possível o consumidor destinar o resíduo. Estabelecendo um ponto de coleta, ou até mesmo definindo uma coleta porta-a-porta, torna esse fluxo mais prático para todos os envolvidos.

Saiba mais: como lucrar com a logística reversa de embalagens.

Localize tratadores interessados no resíduo

Hoje é possível lucrar com resíduos a partir de paginas da internet que reúnem várias empresas que precisam de alguma forma destinar seus resíduos de forma ambientalmente correta.

Mercado de Resíduos, uma plataforma da VG Resíduos, é um desses ambientes onde empresas compradoras encontram geradores de resíduos. Tudo isso através de um portal unificado de fornecedores e compradores.

Para vender resíduos é vantajoso aderir uma plataforma que reúna as empresas dispostas a comprar seus resíduos.

A plataforma de compra e venda aumenta a chances de qualquer empresa que quer investir em logística reversa.  É uma excelente alternativa que beneficia a todos, gerador e comprador.

Enfim, a implantação da logística reversa de resíduos não industriais pós-consumo vai muito além do cumprimento da lei. Os benefícios da logística reversa vão desde uma melhor reputação da empresa com os clientes até uma redução de custos e maiores margens de lucro.

Gostou desse assunto ou acha relevante? Compartilhe nas redes sociais ou deixe seu comentário abaixo.

Mas quer se aprofundar um pouco mais a respeito? Leia outro artigo do nosso blog: Mercado de Resíduos: obtenha mais clientes e amplie o seu negócio agora!

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

© VG Residuos Ltda, 2018