Conheça os métodos mais utilizados no reaproveitamento de resíduos

Conheça os métodos mais utilizados no reaproveitamento de resíduos
3.9 (77.42%) 31 votos

reaproveitamento dos resíduos sólidos

O reaproveitamento dos resíduos sólidos é considerado uma realidade cada vez mais praticada pelas pessoas e empresas. É uma uma necessidade para manter a qualidade dos ecossistemas, e a qualidade de vida das pessoas nos centros urbanos. Apontaremos cinco métodos mais utilizados para o reaproveitamento dos resíduos.

Para que os resíduos possam ser reutilizados, estes devem ser classificados e caracterizados de acordo com suas características. Assim,  o seu reaproveitamento irá permitir uma reutilização sem perda significativa da sua qualidade inicial, conforme comanda a Lei 12.305/2010, Política Nacional dos Resíduos Sólidos.

A finalidade do reaproveitamento dos resíduos sólidos é a de prolongar a sua vida útil. Para isso esses produtos devem possuir uma indicação de quantos ciclos de produção podem passar sem afetar suas características principais. Acompanhe!

Qual a relação entre coleta seletiva de resíduos e a reciclagem?

Vejamos os tipos de resíduos

reaproveitamento dos resíduos sólidos

Sabe-se que alguns materiais são muito perigosos para o meio ambiente, devido ao seu tempo de decomposição. Para isso, a coleta seletiva é essencial para separar os resíduos sólidos. Dentre alguns resíduos que merecem atenção especial citamos as pilhas e baterias, compostos por produtos químicos tóxicos e contaminantes para a água e o solo.

De acordo com a Política Nacional dos Resíduos Sólidos, é de responsabilidade do fabricante a destinação das sobras dos componentes. De acordo com o critério de origem e produção, o resíduo pode ser classificado como:

  • Doméstico: restos de alimentos, resíduos sanitários, papel, plástico, vidro;
  • Comercial: papel, papelão, embalagens, plásticos, restos orgânicos e sanitários;
  • Industrial: cinzas, óleos, plásticos, papéis, borrachas, etc;
  • Hospitalar: seringas, agulhas, curativos;
  • Agrícola: embalagens de defensivos agrícolas, restos orgânicos e produtos veterinários;
  • Especial: podas de jardins, entulhos de construção civil e animais mortos.

Todo tipo de resíduos podem ser reaproveitados, inclusive o orgânico, podendo ser utilizado na compostagem de adubos e fertilizantes.

Alguns exemplos do reaproveitamento de resíduos

reaproveitamento dos resíduos sólidos

Um bom exemplo de produtos que podem ser reutilizados são as embalagens. As garrafas plásticas podem ser reprocessadas várias vezes. E as garrafas de vidros tem vida útil em torno de 1 ano ou 25 lavagens.

As pilhas e baterias em décadas passadas só geravam resíduos. Hoje em dia, tem-se as pilhas recarregáveis, e também todo o processo para reciclagem dos componentes das pilhas e baterias.

Os resíduos da construção civil podem ser facilmente reutilizados com o mesmo objetivo do material original, só precisam ser triados. Alguns empreendedores encontraram rentabilidade nessa modalidade de empreendimento e estão tendo alta rentabilidade financeira.

Confira o passo a passo da reciclagem do alumínio e gere renda

Vejamos também os resíduos que são gerados em grandes quantidades:

Papéis

Todos os tipos são recicláveis, inclusive caixas do tipo longa-vida e de papelão. Não se deve reciclar papel com material orgânico, como caixas de pizza cheias de gordura, pontas de cigarro, fitas adesivas, fotografias, papéis sanitários e papel-carbono.

Como empresas estão gerando renda com a reciclagem de lâmpada LED?

Plásticos

Em torno de 90% do lixo produzido no mundo são à base de plástico. Por isso, esse material merece uma atenção especial. Deve-se reciclar: sacos de supermercados, garrafas de refrigerante (pet), tampinhas.

reciclagem

Vidros

Quando limpos e secos, todos são recicláveis, exceto lâmpadas, cristais, espelhos, vidros de automóveis ou temperados, cerâmica e porcelana.

Metais

Além de todos os tipos de latas de alumínio, é possível reciclar tampinhas, pregos e parafusos. Atenção: clipes, grampos, canos e esponjas de aço devem ficar de fora.

Isopor

Ao contrário do que muita gente pensa, o isopor é reciclável. No entanto, esse processo não é economicamente viável. Por isso, é importante usar o isopor de diversas formas e evitar ao máximo o seu desperdício. Quando tiver que jogar fora, coloque na lata de plásticos. Algumas empresas transformam em matéria-prima para blocos de construção civil.

Não podemos esquecer do aspecto social dos reaproveitamentos dos resíduos, podendo gerar emprego e renda para catadores de materiais recicláveis. Resíduos como garrafas de bebidas, latinhas, geram dinheiro ao serem devolvidas no comércio. Em algumas cidades, como Belo Horizonte, tem a Associação do Catadores de papel, papelão e materiais reaproveitáveis (ASMARE).

A VG Resíduos também tem uma ferramenta que direciona para transportadores e tratadores, através do canal criado especificamente para geração de oportunidade de negócios.

Saiba também: O que sua empresa precisa saber sobre produção ecoeficiente?

Resíduo reaproveitado é lucro!

Todos os resíduos tem em comum o mesmo objetivo: o reaproveitamento de materiais e transformação em produtos que irão retornar para a sociedade, reduzindo a necessidade de produção e extração de recursos naturais.

Os métodos que tem como objetivo reduzir a geração de resíduos sólidos, partem do princípio que a redução do consumo de materiais é a forma mais eficiente de alcançar o objetivo de redução dos resíduos sólidos. Quando o consumo for inevitável, deve-se considerar o impacto envolvido na produção do que está sendo consumido e qual a melhor forma de reaproveitamento.

Vejamos algumas sugestões para reaproveitar o resíduo a fim de combater o desperdício:

  1. Papeis usados podem se transformar em blocos de rascunhos;
  2. Garrafas de água podem ser reaproveitados, bastando apenas serem lavados;
  3. Madeiras podem ser reaproveitadas para serem utilizadas com móveis ou até mesmo objeto de decoração;
  4. Pneus podem ser utilizados em estacionamentos para evitar colisão com paredes, ou até mesmo como móveis.

reciclagem

Métodos para reaproveitamento dos resíduos sólidos

reaproveitamento dos resíduos sólidos

Então vejamos os 5 métodos mais utilizados para reaproveitamento dos resíduos sólidos:

Triagem

Consiste na separação dos resíduos sólidos para separar resíduos que podem ser reaproveitáveis dos materiais que são destinados ao aterro. Esta separação pode ser realizada no momento do descarte, sendo separados em recipientes que diferenciam os materiais;

Reciclagem

Proporciona o retorno dos materiais não reaproveitáveis para a cadeia produtiva, reduzindo assim os custos de produção;

reciclagem

Compostagem

Aproveitamento dos materiais orgânicos, favorecendo assim a agricultura orgânica, promovendo melhoria na alimentação das pessoas;

Reutilização de materiais

Todo material que não pode ser compostado e nem reciclado entra na confecção de objetos artísticos para decoração, artesanatos;

Reaproveitamento dos materiais

É caso das garrafinhas de água, papeis usados como rascunho.

A ISO 14001, focada na gestão ambiental, traz soluções para manter empresa dentro das legislações referentes ao campo de atuação da empresa, oferecendo um eficiente Sistema de Gestão Ambiental, e consequentemente a Gestão dos Resíduos Sólidos.

Sendo assim, o reaproveitamento dos resíduos sólidos serve para prolongar sua vida útil. Para serem reutilizados, os resíduos devem ser classificados de acordo com suas características, evitando perda significativa da sua qualidade inicial. Logo, esses produtos devem possuir uma indicação de quantos ciclos de produção podem passar sem afetar suas características principais. Como se percebe, essa é  uma grande necessidade atual, em razão da preocupação mundial para se manter a qualidade dos ecossistemas e das pessoas nos centros urbanos.

Gostou desse assunto ou acha ele relevante? Compartilhe nas redes sociais ou deixe seu comentário abaixo.

Mas quer se aprofundar um pouco mais a respeito? Leia outro artigo do nosso blog: Saiba como a VG Resíduos pode ajudar na gestão de resíduos da sua empresa

reciclagem

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

© VG Residuos Ltda, 2019