Gestão de fornecedores eficiente: como eliminar multas e sanções?

Curtiu este post?

Avaliação: 0.0/5

07/12/2021

gestão de fornecedores eficiente

Para fazer uma gestão de fornecedores eficiente, são utilizadas ferramentas ou software de gestão que otimizam o processo, eliminam multas e sanções, garantem preços justos e prazos e realizam a mitigação dos riscos.

Os fornecedores têm relação com todas as partes da empresa, principalmente na gestão de resíduos e ambiental e, para que a cadeia funcione como deveria, é preciso garantir que eles estejam em conformidade legal.

Veja abaixo o que abordaremos neste artigo:

Neste artigo, nós da VGR Gestão de Resíduos Online, explicaremos como a gestão de fornecedores apresenta-se como uma estratégia necessária a empresa. Confira!

ebook passo a passo para encontrar fornecedor qualificado

Gestão de fornecedores: o que é e qual a sua importância?

gestão de fornecedores eficiente

A gestão de fornecedores eficiente é muito importante para o fornecimento adequado de matéria-prima e insumos para atender a demanda da empresa. Também, é importante para garantir a execução de serviços importantes na gestão de resíduos, como a coleta, transporte, tratamento e destinação adequada.

A gestão de fornecedores é uma estratégia necessária para a conquista de melhores preço e prazos, redução de custos, diferencial competitivo e para eliminar multas e sanções ao acompanhar o cumprimento da conformidade legal dos seus fornecedores.

A gestão de fornecedores é a melhor forma de manter sob controle possíveis riscos de que terceiros possam afetar a qualidade do seu produto ou serviço, promover passivos ambientais e comprometer a reputação da sua marca.

Além disso, a gestão eficiente de fornecedores na gestão ambiental possibilita algumas das seguintes vantagens:

  • redução de impacto negativo em processos e produtos;
  • ausência ou redução de falhas;
  • estabelecimento de metas para redução na geração de resíduos;
  • maior segurança para cumprir prazos e a legislação ambiental.

Cada empresa pode utilizar critérios estratégicos para realizar a gestão de fornecedores, como: verificar a qualidade na prestação do serviço; agilidade; preço justo e de acordo com o mercado; experiência do fornecedor em seu ramo de atuação;respeito por normas de segurança, meio-ambiente e saúde; tecnologias adequadas e; localização do fornecedor.

Para uma gestão eficiente é necessário, de tempos em tempos, realizar uma reavaliação do fornecedor para verificar se ainda está apto a continuar fornecendo os serviços para sua empresa.

A gestão de fornecedores pode ser feita por meio da tecnologia e automação do processo. Com o auxílio da VGR o seu negócio passa a contar com ferramentas de contagem de prazos para controle de condicionantes e licenças; a automatização dos processos de comunicação; a emissão de alertas para coleta; registro e conferência de comprovantes e todos os documentos referentes ao tratamento e disposição/destinação final de resíduos.

Por que é importante fazer a gestão de riscos de fornecedores?

gestão de fornecedores eficiente

Fazer gestão de riscos de fornecedores nada mais é que adotar um conjunto de medidas para garantir que os seus fornecedores cumpram com as normas legais e evitar que falhas existentes no ambiente deles atinjam a sua empresa.

A gestão de riscos de fornecedores age de maneira preventiva, com planejamento e ações que avaliam e certificam que o parceiro da empresa cumpra com o estabelecido.

A gestão de riscos de fornecedores elimina, reduz ou controla os impactos relacionados à cadeia de suprimentos da sua empresa. Entre os tipos de risco envolvendo fornecedores estão os financeiros, legais, de compliance, reputação e de segurança da informação.

Como calcular o risco do fornecedor?

Para calcular o risco do fornecedor podemos utilizar as metodologias de gestão. São elas:

  • PMBOK (Project Management Body of Knowledge) – metodologia que analisa quantitativa e qualitativamente os riscos que fazem parte dos processos de uma organização. Nela são priorizadas a prevenção e combate de ameaças com maior probabilidade de impactar os resultados da empresa;

  • FMEA (Failure Mode and Effective Analysis) – é a análise das falhas e efeitos. Através dela é possível identificar e analisar as prováveis ameaças envolvendo os fornecedores de uma empresa através de um levantamento detalhado. A FMEA avalia: a ocorrência, a severidade e a detecção de uma falha.

  • APR (Análise Preliminar de Risco) – nesta metodologia são feitas análises qualitativas das ameaças, que são documentadas em uma planilha robusta para acesso dos principais responsáveis em caso de falhas.

Como realizar a mitigação de riscos?

gestão de fornecedores eficiente

Para realizar a mitigação de riscos na gestão de fornecedores podemos seguir os três passos abaixo:

  • identificar e avaliar os riscos: por meio dos dados dos fornecedores reunidos pela empresa é possível avaliar os seus principais riscos. Essa análise auxilia a descrever o que já aconteceu e reconhecer quais problemas podem voltar a ocorrer;

  • calcular o impacto: neste passo são identificados as probabilidade e significância dos riscos e seu grau de probabilidade de ocorrer;

  • desenvolver estratégias e monitoramento: monitorar as prováveis ameaças e implementar estratégias para lidar com elas na prática.

Como realizar a gestão de fornecedores?

Para a gestão de fornecedores existem dois tipos de fornecedores: os fornecedores “Críticos” e os “Não Críticos”.

Quando uma empresa possui grande dependência de um fornecedor para se manter diz-se que esse fornecedor é crítico. Um descumprimento no prazo de entrega, por parte de um fornecedor crítico, compromete seriamente a gestão de resíduos.

Os fornecedores não críticos são aqueles que não comprometem de forma relevante a empresa contratante.

No caso de fornecedores “não críticos” a certificação ambiental, por exemplo, poderá agilizar o processo de gestão de fornecedores, mas a não certificação não impedirá que este seja considerado não qualificado.

Para classificar fornecedores “Não Críticos” como “qualificados”, se ele possui certificação ambiental, basta enviar cópia do certificado e isso terá validade, desobrigando-o do envio da lista de verificação para sua pontuação.

Caso o fornecedor “Não Crítico” não possua certificação ambiental, ele deverá responder ao checklist formulado pelo contratante. Caso o fornecedor não obtenha a qualificação, ele deve ser informado sobre os itens que não estão conformes. Neste caso, pode ser negociado um prazo para a adequação.

Se houver persistência da não conformidade, será considerado desqualificado. Para fornecedores classificados como “Críticos”, o processo é mais rígido. Estes não só deverão responder ao check list como também receberão auditoria in loco, por profissionais designados pela empresa contratante.

Diferente do fornecedor considerado “Não Crítico”, o fornecedor “Crítico” deverá responder ao check list mesmo que tenha certificação ambiental e deverá passar por inspeções periódicas, devidamente agendadas com antecedência de pelo menos 3 (três) meses.

Em alguns casos, não existem muitos fornecedores daquele serviço, ou aquele fornecedor é o único que fornece o produto ou serviço para sua região, para essas situações, os critérios de avaliação podem mudar, mas deverão estar previstos em seu procedimento.

Como melhorar a eficácia e eficiência da auditoria e gestão de fornecedores?

gestão de fornecedores eficiente

Uma forma de adotar medidas na gestão de fornecedores é a adoção de um sistema automatizado.

Os softwares de gestão tem demonstrado ser uma aliada para organizar todas as informações sobre os fornecedores. Isso graças ao desenvolvimento de plataformas de gestão de resíduos.

A plataforma da VGR é uma dessas plataformas, que auxilia na gestão de fornecedores, gerenciamento, destinação, logística reversa e na coleta e transporte de resíduos de forma sustentável.

Um sistema automatizado mantém todas as informações e documentos gerados automaticamente em um ambiente único e confiável, de acordo com a legislação ambiental, para eliminar multas e perda de licença ambiental.

Com o VGR, o controle de documentação de fornecedores passa a contar com ferramentas de contagem de prazos para controle de licenças; a automatização dos processos de comunicação; a emissão de alertas para coleta; registro e conferência de comprovantes e todos os tradicionais documentos referentes ao tratamento e disposição/destinação final de resíduos sólidos.

Portanto, a gestão de fornecedores eficiente serve para verificação e controle dos fornecedores. As ferramentas são executadas para obter e avaliar evidências de conformidades das atividades relacionadas à cadeia de fornecimento de uma empresa.

Com a VGR - Gestão de Resíduos Online é possível realizar a gestão, uma vez que a plataforma mantém todas as informações e documentos gerados automaticamente em um ambiente único e confiável, de acordo com a legislação ambiental, para eliminar multas e perda de licença ambiental.

Gostou desse tema ou achou o assunto relevante? Deixe seu comentário abaixo ou compartilhe o conteúdo nas redes sociais.

Agende uma demonstração Online

Compartilhe!


Curtiu este post?

Avaliação: 0.0/5