Como implementar a produção mais limpa na minha empresa?

Como implementar a produção mais limpa na minha empresa?
5 (100%) 2 votos

implementar a produção mais limpa

Ao implementar a produção mais limpa nas empresas muitos associam o assunto ao ambiente de trabalho limpo e organizado, atividade essa do Programa 5 S. No entanto, para implementar a produção mais limpa uma série de outras atividades estão envolvidas (programa de coleta seletiva, política 5 R’s, logística reversa, etc.).

O conceito de produção mais limpa consiste em evitar a geração de resíduos. Para isso é importante o máximo aproveitamento da matéria prima, insumos, água, energia, o reuso e reciclagem dos resíduos gerados.

Os benefícios em implementar a produção mais limpa vão além da minimização dos impactos negativos sobre o meio ambiente, também, engloba a diminuição do risco a saúde ocupacional e ganhos econômicos para organizações. Vamos saber de algumas dicas para implantar a metodologia em uma organização? Confira!

Saiba mais: O que sua empresa precisa saber sobre produção ecoeficiente?

Saiba como implementar a produção mais limpa

implementar a produção mais limpa

A premissa principal da produção mais limpa é eliminar a poluição durante o processo de produção e, não somente após o produto acabado.

A produção mais limpa trás para dentro das organizações a concepção que os empresários devem enxergar os resíduos como um desperdício de dinheiro, pois há o custo com matéria prima desperdiçada, com o tratamento e armazenamento, além dos danos à imagem e à reputação da empresa.

Os principais requisitos que precisam ser considerados para implementar a produção mais limpa são os seguintes:

  • mudança nas matérias-primas: consiste na identificação de matéria prima mais resistentes que podem reduzir perdas por manuseio, ou ainda, a substituição de materiais tóxicos por não tóxicos e não renováveis por renováveis;
  • mudança tecnológica: utilização de equipamentos mais eficientes que otimiza os recursos utilizados, uso de controles e de automação que permitam rastrear perdas ou reduzir o risco de acidentes de trabalho, entre outras.
  • boas práticas de operação ou boas práticas de “housekeeping” (ou arrumação da casa): esta técnica consiste em limpezas periódicas, uso cuidadoso de matérias primas e com o processo, alterações no layout físico, ou seja, disposição mais adequada de máquinas e equipamentos que permitam reduzir os desperdícios, elaboração de manuseio para materiais e recipientes, etc.
  • mudanças no produto: pode envolver o cancelamento de uma linha produtiva que apresente problemas ambientais significativos, ou ainda, a substituição de um produto com características tóxicas por outro menos tóxico;
  • reutilização e reciclagem no local da empresa.

Abaixo listamos alguma etapas para as empresas implementar a produção mais limpa dentro do seu processo.

Etapa 1: planejamento e organização

implementar a produção mais limpa

Para cumprir essa etapa ao implantar a produção mais limpa é necessário:

  • 1º Obter comprometimento e envolvimento da alta direção: para isso pode ser feito uma reunião com a alta direção mostrando os benefícios e a necessidade em implementar a produção mais limpa. A participação da liderança é fundamental para o alcance dos resultados pretendidos;
  • 2º Estabelecer a equipe do projeto (eco time): a equipe tem o objetivo de coordenar o projeto buscando um ganho ambiental e econômico;
  • 3º Estabelecer a abrangência do projeto: definir os pontos mais críticos;
  • 4º Identificar barreiras e soluções: é possível utilizar algumas ferramentas, como brainstorming, para identificar barreiras e soluções para o problema.

Etapa 2 : pré-avaliação e diagnóstico

A segunda etapa da implementação da produção mais limpa é subdividida em 3 passos:

  • Passo 1: desenvolver o fluxograma do processo;
  • Passo 2: avaliar as entradas e saídas;
  • Passo 3: selecionar o foco da produção mais limpa, ou seja, qual fase do processo gera um maior impacto econômico para empresa e, consequentemente, maior quantidade de resíduos.

Etapa 3: avaliação de produção mais limpa

implementar a produção mais limpa

Nesta etapa ao implementar a produção mais limpa a organização precisa:

  • determinar um balanço material e de energia;
  • identificar e selecionar opções de produção mais limpa. Ou seja, através do balanço identificar em cada fase do processo produtivo aplicações de produção mais limpa.

Leia também: como implantar um projeto de coleta seletiva eficiente nas empresas.

Etapa 4: estudos de viabilidade técnica, econômica e ambiental

Esta quarta etapa de implementação do projeto se resume em avaliações técnicas, ambientais e econômicas da opção de produção mais limpa levantadas, sempre visando o aproveitamento eficiente das matérias e a não geração ou redução dos resíduos.

É importante considerar:

  • o impacto da medida tomada sobre o processo, produtividade, segurança;
  • todos os funcionários e departamentos atingidos pela implementação das opções;
  • experiência de outras empresas com a opção que esta sendo adotada;
  • a redução de resíduos;
  • o período do retorno do investimento e o benefício econômico gerado através da aplicação da produção mais limpa.

Para calcular o benefício econômico gerado é preciso calcular a diferença entre o custo da situação atual e o custo da situação esperado.

Etapa 5: implementação de opções e plano de continuidade

implementar a produção mais limpa

A quinta etapa do projeto é subdividida em:

  • preparar plano de implementação da produção mais limpa;
  • implementar as opções de produção mais limpa;
  • monitorar e avaliar;
  • sustentar atividades de produção mais limpa.

Algumas medidas podem ser tomadas para implementar a produção mais limpa, podemos citar:

  • elaboração de planilha para monitoramento diário do peso das perdas de processo relativo ao número de produtos acabados;
  • divulgação dos resultados anteriores;
  • estabelecimento de um plano de monitoramento;
  • definição dos indicadores do processo produtivo;
  • entre outros.

Sendo assim, concluímos que ao implantar a produção mais limpa a organização reduzirá os impactos negativos do ciclo de vida, desde a extração da matéria-prima até a disposição final. O primeiro passo para implementar a produção mais limpa é a mudança de atitudes. Um dos aspectos mais importante do projeto é a melhoria tecnológica é aplicação de conhecimento do produto e processos.  Esses fatores reunidos é que fazem o diferencial em relação às outras técnicas ligadas a processos de produção.

Gostou desse assunto ou acha ele relevante? Compartilhe nas redes sociais ou deixe seu comentário abaixo.

Mas quer se aprofundar um pouco mais a respeito? Leia outro artigo do nosso blog: Porque aplicar a política dos 5R´s para reduzir a geração de resíduos?

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

© VG Residuos Ltda, 2019