Índice de Sustentabilidade Empresarial B3: o que é e qual importância?

Curtiu este post?

Avaliação: 0.0/5

08/06/2021

índice de sustentabilidade empresaria

O Índice de Sustentabilidade Empresarial B3, ou ISE B3, é uma ferramenta para análise da performance das empresas listadas na B3 em relação às demandas de desenvolvimento sustentável. O ISE B3 se baseia na eficiência econômica, equilíbrio ambiental, justiça social e governança das organizações. B3 é a sigla para a bolsa brasileira, e significa Brasil, Bolsa, Balcão. A B3 surgiu em 2017, logo após a fusão entre a BM&F Bovespa (Bolsa de Valores, Mercadorias e Futuros de São Paulo) e a Cetip (Central de Custódia e de Liquidação Financeira de Títulos).

Veja abaixo o que abordaremos neste artigo:

Neste artigo falaremos mais sobre esse índice e qual a sua importância. Confira!

Gestão ambiental

O que é Índice de Sustentabilidade Empresarial B3?

índice de sustentabilidade empresaria

O Índice de Sustentabilidade Empresarial B3, ou índice ISE B3, é uma ferramenta comparativa que avalia a performance das empresas listadas na B3 sob o aspecto da sustentabilidade corporativa, baseada em eficiência econômica, equilíbrio ambiental, justiça social e governança corporativa.

Também é avaliada a qualidade, nível de compromisso com o desenvolvimento sustentável, equidade, transparência e prestação de contas, natureza do produto, além do desempenho empresarial nas dimensões econômico-financeira, social, ambiental e mudança do clima.

O índice ISE é uma iniciativa pioneira na América Latina e iniciou em 2005. Originalmente foi financiado pela International Finance Corporation (IFC), braço financeiro do Banco Mundial, seu desenho metodológico foi desenvolvido pelo FGVCes e B3.

O ISE B3 cria um ambiente de investimento em que as empresas que atuam de forma compatível com as necessidades de desenvolvimento sustentável são diferenciadas no mercado. Ou seja, essas organizações se destacam, tendo melhores oportunidades de crescimento.

Muitos especialistas em investimentos acreditam que os índices de sustentabilidade serão mais importantes que os tradicionais no mercado de investimentos. Logo, se sua empresa deseja ser mais competitiva e estar a frente em seu nicho de negócio é mais que necessário que ela invista em práticas sustentáveis, sociais e de governança.

Quais os outros principais índices da B3?

índice de sustentabilidade empresaria

Atualmente a B3 possui os seguintes grupos de índice:

Índices Amplos

  • Índice Bovespa – Ibovespa
  • Índice Brasil 50 – IBrX-50
  • Índice Brasil 100 – IBrX-100
  • Índice Brasil Amplo – IBrA Amplos

Índices Setoriais

  • Índice BM&FBOVESPA Energia Elétrica – IEE
  • Índice BM&FBOVESPA Industrial – INDX
  • Índice BM&FBOVESPA Consumo – ICON
  • Índice BM&FBOVESPA Imobiliário
  • Índice BM&FBOVESPA Financeiro – IFNC
  • Índice BM&FBOVESPA Materiais Básicos – IMAT
  • Índice BM&FBOVESPA Utilidade Pública – UTIL

Índices de Segmentos

  • Índice MidLarge Cap – MLCX
  • Índice Small Cap – SMLL
  • Índice Valor BM&FBOVESPA – IVBX 2
  • Índice Dividendos BM&FBOVESPA – IDIV

Índices de Sustentabilidade

  • Índice de Sustentabilidade Empresarial – ISE
  • Índice Carbono Eficiente – ICO2

Índices em Parceria S&P Dow Jones

Como participar do Índice de Sustentabilidade Empresarial B3?

índice de sustentabilidade empresaria

Incorporar o índice ISE B3 na empresa significa enxergá-la de forma holística. A organização passa a analisar tanto seus aspectos econômicos e financeiros, como também os sociais, éticos e de sustentabilidade de forma unificada.

A incorporação do conceito confirma que ao aderir aos padrões de sustentabilidade a empresa reduz riscos, custo de capital e aumenta o valor econômico da organização.

Para estar no índice ISE B3, a empresa deve responder uma série de questionários e apresentar documentos que comprovem que em seus processos são incorporados a responsabilidade socioambiental e a governança.

O processo de seleção foi desenvolvido pela Fundação Getúlio Vargas.

Veja alguns exemplos de pontos avaliados para a empresa participar do índice ISE:

  • é verificado se a organização está alinhada às práticas de sustentabilidade, ao compromisso com desenvolvimento sustentável, ao combate à corrupção e a transparência;

  • é verificado se a empresa disponibiliza informações ao consumidor final sobre o produto e sobre os impactos deste ao meio ambiente e a sociedade;

  • é realizado processos de fiscalização, processos de auditoria e conflito de interesses;

  • é verificado a posição e ação empresarial nas áreas financeira, mudança do clima, ambiental e social.

As empresas sustentáveis que almejam fazer parte do rol de empresas B3 olham os seguintes fatores:

o risco regulatório: empresas com práticas sustentáveis cumprem com a leis e regulamentos ambientais;

risco físico: empresas sustentáveis diminuem a poluição ambiental e a degradação dos recursos naturais, asseguram o desenvolvimento social e a proteção da saúde;

demanda: os consumidores são o termômetro. Eles se preocupam mais com produtos sustentáveis, logo, investir em processos que produzem produtos sustentáveis é o melhor;

acesso ao capital: práticas sustentáveis minimizam riscos e atraem mais investidores, consequentemente, aumenta o capital da empresa.

Como a gestão de resíduos eficiente reflete no índice ISE?

índice de sustentabilidade empresaria

A preocupação com a sustentabilidade gerou reflexões sobre a função da empresa na solução de desafios globais como a fome, a pobreza e as agressões ao meio-ambiente.

O número de empresas que têm se empenhado na busca de melhores práticas ambientais, sociais e de governança é cada vez maior.

A empresa que deseja se manter competitiva no cenário atual, no qual o consumidor e investidores procuram empresas sustentáveis, precisa adotar práticas ecologicamente corretas. Entre as práticas mais comuns adotadas temos a de gestão de resíduos.

Realizar a gestão de resíduos é adotar um conjunto de ações adequadas nas etapas de coleta, armazenamento, transporte, tratamento, destinação final e disposição final ambientalmente adequada. Tais atividades envolvem uma relação entre aspectos administrativos, financeiros, legais e de planejamento.

O objetivo do gerenciamento é minimizar a produção de resíduos, preservar a saúde pública e a qualidade do meio ambiente.

A legislação que rege a gestão adequada de resíduos é a Política Nacional de Resíduos Sólidos, por meio da Lei nº 12.305/2010. Conforme estabelecido na PNRS a gestão de resíduos deve garantir o máximo de reaproveitamento e reciclagem e a minimização dos rejeitos.

E o mais importante, a gestão aumenta os ganhos econômicos, pois são reduzidos custos com matéria prima ao reaproveitar os resíduos e custo com o seu descarte final.

O uso de um Software de Gestão Ambiental pode ser o ideal para reduzir impacto ambiental que as empresas geram, e controlar o cumprimento de suas responsabilidades sociais e sua governança. Com o software é possível o controle total de todos os processos de gestão ambiental, eliminando as antigas planilhas de Excel, licenças em PDF e documentos em Word.

Pensando nisso a VGR – Gestão de Resíduos Online desenvolveu um software em que todos os envolvidos na gestão ambiental podem trabalhar de forma sistematizada e organizada, aumentando a eficácia da gestão. Os acompanhamentos podem ser feitos em um ambiente totalmente virtual. Possibilitando assim, a agilidade dos processos e a segurança das informações.

Sendo assim, o Índice de Sustentabilidade Empresarial B3 avalia a sustentabilidade corporativa, baseada em eficiência econômica, equilíbrio ambiental, justiça social e governança. Através das práticas adotadas pelas empresas para fazerem parte das empresas B3 a organização melhora o equilíbrio ambiental.

Gostou desse tema ou achou o assunto relevante? Deixe seu comentário abaixo ou compartilhe o conteúdo nas redes sociais.

software online de emissão de mtr online

Compartilhe!


Curtiu este post?

Avaliação: 0.0/5