Logística Reversa e Crédito de Reciclagem: qual relação entre eles?

A logística reversa e crédito de reciclagem são importantes instrumentos para diminuir o impacto ambiental provocado pelos resíduos. O crédito de reciclagem tem o objetivo de viabilizar a realização da logística reversa pelas empresas, através da remuneração pelo serviço de reinserção do material pós-consumo na cadeia de reciclagem.

Os créditos de reciclagem tornaram uma ferramenta para aplicar e comprovar a logística reversa. Esses são instrumentos baseado no desenvolvimento sustentável com o objetivo de diminuir o impacto negativo no meio ambiente.

Neste texto abordaremos a relação entre eles e como utilizá-los para obter mais sustentabilidade. Confira!

A relação entre logística reversa e crédito de reciclagem

A logística reversa é um importante instrumento para gestão de resíduos. É definida na Política Nacional dos Resíduos Sólidos (Lei 12.305/2010) como “instrumento de desenvolvimento econômico e social caracterizado por um conjunto de ações, procedimentos e meios destinados a viabilizar a coleta e a restituição dos resíduos sólidos ao setor empresarial, para reaproveitamento, em seu ciclo ou em outros ciclos produtivos, ou outra destinação final ambientalmente adequada.”.

Foi somente com a promulgação da PNRS, que as empresas foram obrigadas a serem responsáveis pela logística reversa. Ou seja, terem a responsabilidade compartilhada sobre o manejo e retorno de resíduos.

O objetivo é neutralizar o impacto ambiental. Geralmente este processo é feito a partir da coleta dos produtos inutilizáveis por parte da empresa que os produziu.

Com o objetivo de viabilizar e, também, incentivar a realização da logística reversa foi criado um sistema de compensação para as empresas que coletam e inserem o produto pós-consumo na cadeia de reciclagem. Esse sistema de compensação é denominado de crédito de reciclagem.

São obrigados a estruturar e implementar sistemas de logística reversa os fabricantes, importadores, distribuidores e comerciantes de: agrotóxicos, assim como outros produtos cuja embalagem, após o uso, constitua resíduo perigoso; pilhas e baterias; pneus; óleos lubrificantes, seus resíduos e embalagens; lâmpadas fluorescentes, de vapor de sódio e mercúrio e de luz mista; produtos eletroeletrônicos e seus componentes;  produtos comercializados em embalagens plásticas, metálicas ou de vidro, e aos demais produtos e embalagens.

Credito de reciclagem

 Os créditos de reciclagem são documentos que comprovam que os resíduos tiveram destinação final ambientalmente adequada através de sua inserção na cadeia de reciclagem.

Esses créditos são adquiridos pelas empresas após as mesmas fazerem a compensação ambiental de suas atividades através da reciclagem dos produtos pós-consumo, diminuindo o impacto ambiental dos mesmos.

Basicamente, créditos de reciclagem é um documento que comprova que a empresa realizou a reciclagem de resíduos  e implantou um sistema de logística reversa.

O primeiro passo para adquirir o credito de reciclagem é através da venda dos resíduos pós-consumo às recicladoras. A nota fiscal referente a esta venda, além de ser uma comprovação legal de responsabilidade pela logística reversa, também dá origem aos créditos de reciclagem.

Como adquirir o crédito de reciclagem pela logística reversa?

A obtenção de créditos de reciclagem através da logística reversa funciona da seguinte forma:

1º A indústria produz e comercializa um bem de consumo. Assim ela contrai um débito de reciclagem.

2º O consumidor descarta esse bem, embalagem, etc. após o consumo. Esse descarte deve ser feito de forma consciente. Por isso a importância da empresa criar canais de distribuição, no qual o consumidor pode destinar os resíduos recicláveis adequadamente. Esses canais podem ser através de pontos de coleta voluntária, ou de incentivos financeiros, como por exemplo, um custo menor no produto adquirido se for devolvido o resíduo.

3º A organização coleta e destina os resíduos as recicladoras, que realizam a triagem e reciclagem dos resíduos.

4º O resíduo é reciclado e retorna ao processo produtivo da própria organização ou de outros como insumo.

5º Comprovando essa reciclagem, através de notas fiscais e outros documentos que comprovem a destinação do resíduo, a empresa recebe os créditos de reciclagem das certificadoras quitando, assim, seu débito.

O lucro com a logística reversa

O lucro com a logística reversa é obtido através da venda dos materiais dos materiais recicláveis. Com dito anteriormente, comprovando a destinação dos resíduos a cadeia recicladora a empresa obtém o crédito de reciclagem, sendo umas das formas mais rentáveis de lucro.

Para encontrar compradores para obtenção dos créditos de reciclagem a sua empresa pode associar ao Mercado de Resíduos.

O Mercado de Resíduos é uma plataforma eletrônica da VG Resíduos de oferta e busca de resíduos. Utilizando-a você terá como vender seus resíduos, além disso, também poderá contratar fornecedores para transporte e tratamento.

A plataforma gera valor transformando o resíduo em matéria-prima que possa ser aproveitada no processo produtivo de outras empresas e, ainda, estimula a destinação correta dos resíduos, minimizando impactos ambientais.

Com o Mercado de Resíduos, o processo de negociação de resíduos é facilitado e estruturado, viabilizando as negociações de forma prática, rápida e eficiente. Além disso, a plataforma permite a venda dos créditos a quem precisa.

Além dessa plataforma a VG Resíduos possui um software de gestão onde é possível operacionalizar a logística reversa. A VG Resíduos pode auxiliar na obtenção dos créditos de reciclagem, uma vez que a plataforma incentiva destinações limpas e melhora a eficiência das empresas na gestão dos seus resíduos.

Por fim, concluímos que a logística reversa e crédito de reciclagem auxiliam na gestão de resíduos já que são ferramentas de destinação ambientalmente correta dos resíduos para a reciclagem. Evitando assim, que esses materiais vão parar em aterros. Os créditos de reciclagem viabiliza a aplicação da logística reversa. Ambas buscam a sustentabilidade, pois incentiva financeiramente a formalização da cadeia de reciclagem, aumenta a geração de empregos, contribui para o desenvolvimento econômico, além disso, protege o meio ambiente evitando o descarte incorreto dos resíduos e diminui a extração de matéria prima da natureza.

Gostou desse assunto ou acha ele relevante? Compartilhe nas redes sociais ou deixe seu comentário abaixo.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

© VG Residuos Ltda, 2019