Nova Planilha de Gestão de Resíduos Grátis: Controle seus resíduos!

Curtiu este post?

Avaliação: 0.0/5

21/10/2020

Planilha de Gestão de Resíduos

Com a nova Planilha de Gestão de Resíduos Grátis é possível registrar as etapas de gestão de resíduos e acompanhar o seu histórico. Também, através da planilha é possível acompanhar e controlar os custos, receitas e saldo final com a destinação. Acompanhar prazos de licença de operação da empresa e de parceiros (ou seja, de seus fornecedores). A nova planilha também tem um mecanismo de alerta que avisa quando a sua empresa precisa renovar a licença. Neste artigo vamos entender melhor sobre essa planilha e como ela facilita o trabalho do gestor ambiental. Confira!

Realizar a gestão de resíduos é adotar um conjunto de ações adequadas nas etapas de coleta, armazenamento, transporte, tratamento, destinação final e disposição final ambientalmente adequada. Tais atividades envolvem uma relação entre aspectos administrativos, financeiros, legais e de planejamento.

A lei 12.305/2010 determina que cada gerador é responsável pelos resíduos gerados. Portanto, estes devem fazer a gestão dos mesmos. E para isso, uma planilha de gestão de resíduos facilita o trabalho do gestor ambiental.

Veja agora o que abordaremos neste artigo:

  • nova planilha de gestão de resíduos grátis
  • para quem é destinado a planilha de gestão de resíduos grátis
  • funções da planilha de gestão de resíduos grátis

Nova planilha de Gestão de Resíduos Grátis

Planilha de Gestão de Resíduos

A nova planilha de Gestão de Resíduos Grátis permite o controle de todos os resíduos gerados por uma empresa em um mesmo lugar.

A Planilha Gestão de Resíduos facilita a organização das informações referente aos resíduos gerados (quantidade, classificação, etc.), do tratamento e destinação dado a eles. Além disso, permite um olhar holístico sobre a gestão dos resíduos.

Na planilha o gestor ambiental poderá:

• registrar as etapas e acompanhar o histórico de gestão de seus resíduos, inclusive os custos, receitas e saldo final com a destinação;

• acompanhar prazos de licença de operação da sua empresa e de parceiros, e ser alertado quando precisar renovar a sua;

• consultar a lista Brasileira de Resíduos Sólidos (IBAMA) e Códigos de Armazenamento (CONAMA), aproveitando a automação que a planilha dispõe para facilitar o preenchimento.

ebook guia para otimizar a gestao de residuos minimizar custos e lucrar

Para quem é destinado a Planilha de Gestão de Resíduos Grátis?

Cada gerador deve se responsabilizar pelos resíduos produzidos por ele, sempre se esforçando para reduzir ou contribuir para o máximo de reaproveitamento e reciclagem. A Política Nacional de Resíduos Sólidos define tanto que pessoas físicas como pessoas jurídicas são responsáveis pela implementação e operacionalização da gestão de resíduos.

Para isso devem elaborar o Plano de Gerenciamento de Resíduos Sólidos – PGRS.

Para elaborar o PGRS é necessário que a empresa realize um amplo estudo sobre quais os resíduos e em quais processos são gerados, a sua composição, qual a destinação atual dos resíduos e principalmente seus impactos. Portanto, utilizando a Planilha de Gestão de Resíduos a elaboração do PGRS é facilitada.

A elaboração do PGRS é obrigatória para um determinado segmento de empresas. São elas:

  • geradores de resíduos dos serviços públicos de saneamento básico, exceto os resíduos sólidos urbanos domiciliares e de limpeza urbana, originários da varrição, limpeza de logradouros e vias públicas e outros serviços de limpeza urbana. Nessa categoria são consideradas as empresas de tratamento de água e esgoto, drenagem de água pluvial, as prefeituras que prestam os serviços públicos de saneamento básico por conta própria, entre outros;

  • geradores de resíduos industriais: se aplica a toda e qualquer indústria no país. Desde a indústria alimentícia, automobilística, de equipamentos eletrônicos, as serrarias, entre outras;

  • geradores de resíduos de serviços de saúde: os resíduos desta categoria de geradores são gerados principalmente em hospitais, clínicas, consultórios, mas também na indústria farmacêutica;

  • geradores de resíduos da construção civil: as empresas de construção, de reformas, reparos e demolições de obras de construção civil, incluídos os resultantes da preparação e escavação de terrenos para obras civis;

  • geradores de resíduos perigosos: os geradores dessa categoria devem se cadastrar em órgãos específicos e detalhar o gerenciamento de resíduos perigosos periodicamente aos órgãos controladores, mesmo se gerarem um volume pequeno de resíduo;

  • geradores de resíduos de serviços de transporte: neste grupo entram as empresas de transporte originários de portos, aeroportos, terminais alfandegários, rodoviários e ferroviários e passagens de fronteira;

  • geradores de resíduos das atividades agropecuárias e silviculturas, incluídos os relacionados a insumos utilizados nessas atividades: as empresas pertencentes a essa categoria são: frigoríficos, matadouros, abatedouros, açougues, indústria de processamento de produtos agrícolas como arroz, mandioca, milho, soja, feijão, etc.

Novas diretrizes para emisssão do MTR online baseado na portaria 280 do MMA / Sinir

Funções da Planilha de Gestão de Resíduos Grátis

A Planilha de Gestão de Resíduos Grátis tem como finalidade auxiliar a gestão de resíduos interna feita pelo gestor ambiental.

O uso da planilha é simples:

Nela encontramos campos para serem preenchidos referentes:

as informações sobre a geradora: neste campo deve ser inserido:

  • nome da empresa;
  • razão social;
  • CNPJ;
  • endereço;
  • nº da Licença de Operação da empresa geradora;
  • data de vencimento da licença;
  • status da LICENÇA é preenchido automaticamente ao se preencher o campo “data de vencimento”;
  • nome do responsável pelo preenchimento da planilha;
  • cargo do responsável;
  • contato do responsável;
  • data que foi preenchido a planilha.

aos resíduos:

  • tipo: inserir o código do resíduo presente na Lista Brasileira de Resíduos Sólidos conforme a IN Nº 13, de 18 de dezembro de 2012. Está lista pode ser acessada na própria planilha.
  • classe e a descrição são preenchidos automaticamente, assim que é inserido o código do resíduo no campo “tipo”;
  • especificação do resíduo: deve ser preenchido com detalhes sobre o resíduo gerado.
  • unidade de medida: é preenchido automaticamente ao se preencher o campo “tipo de resíduo”, com a unidade referente ao resíduo gerado.
  • quantidade: deve ser preenchido com a quantidade exata de resíduo gerado no período.
  • origem: deve ser preenchido com a atividade que levou à geração do resíduo.
  • MTR: há um campo para inserir o número MTR.

ao acondicionamento:

  • armazenamento: deve ser preenchido com o código de armazenamento do resíduo gerado conforme consta na Resolução CONAMA N313/2002, presente na planilha “Códigos de Acondicionamento”;
  • descrição: é preenchido automaticamente ao se preencher o campo armazenamento.

ao transporte:

  • informações sobre o transportador: deve ser preenchido com o nome da empresa contratada para o transporte do resíduo gerado até seu destino final;

  • nº da Licença de Operação da empresa encarregada pelo transporte do resíduo gerado até seu destino final;

  • data de vencimento da Licença de Operação da transportadora;

  • contato e endereço da transportadora.

  • a disposição final: neste campo deve ser preenchido com a descrição do destino final do resíduo gerado, como: co-processamento, reutilização, reciclagem, aterro sanitário, aterro industrial, incineração, aplicação no solo, estocagem temporária e outros.

  • ao custo de destinação: neste campo o gestor deve preencher o custo com a

  • destinação do resíduo gerado. Após o preenchimento deste campo, o campo “total” será preenchido automaticamente com a soma dos valores.

  • a receita de comercialização: neste campo são inseridos os valores referente a venda do resíduo gerado, caso ocorra. Após o preenchimento deste campo, o campo “total” será preenchido automaticamente com a soma dos valores.

  • ao saldo final: campo preenchido automaticamente levando em consideração a diferença entre o custo de destinação e receita de comercialização.

  • ao receptor: o gerador deve informar o nome da empresa encarregada em receber o resíduo gerado. O seu CNPJ, nº da Licença de Operação, data de vencimento da Licença de Operação. Além do contato e endereço da empresa encarregada em receber o resíduo gerado.

Portanto, a nova Planilha de Gestão de Resíduos Grátis da VG Resíduos vem para facilitar a gestão interna dos resíduos de uma empresa. Através dela será possível registrar as etapas e acompanhar o histórico de gestão de resíduos, inclusive os custos.

Gostou desse assunto ou acha ele relevante? Compartilhe nas redes sociais ou deixe seu comentário abaixo.

Gestão ambiental

Compartilhe!


Curtiu este post?

Avaliação: 0.0/5