Pandemia e Sustentabilidade: como minimizar impactos neste momento?

Curtiu este post?

Avaliação: 0.0/5

03/06/2020

Muitas empresas mudaram a forma de se posicionar em relação à pandemia e sustentabilidade. O COVID-19 mudou a rotina e futuro de várias empresas em diversos aspectos. Essas mudanças podem ser um fator decisivo para minimizar os impactos, proteger o meio ambiente e recuperar a reputação da organização. 

Neste post, falaremos sobre os seguintes tópicos:

A busca por meios de consumo e produção mais limpa são fundamentais nesse momento. Continue conosco para conferir como minimizar impactos neste momento de pandemia!

pandemia e sustentabilidade

Os efeitos da pandemia no meio ambiente

Algumas pesquisas científicas demonstraram que o novo coronavírus se disseminou pelo mundo em virtude a ação destrutiva e invasora do ser humano contra a natureza.

Com o aumento da urbanização, o coronavírus quebrou seu ciclo natural, deixou seu hospedeiro natural e alcançou o homem, cujo organismo ainda não está preparado para combatê-lo.

A disseminação do vírus é resultado do consumo desenfreado, da destruição do planeta e das mudanças climáticas. Por isso a importância em buscar meios de consumo e produção mais limpa, protegendo o meio ambiente e seus recursos.

Um dos efeitos positivos do coronavírus sobre o meio ambiente é o ar mais limpo e a redução das emissões de gases que contribuem para as mudanças climáticas. Essas melhoras foram provocadas pelo fechamento temporário de várias empresas, além da restrição no comércio e de viagens.

Outro efeito do coronavírus sobre o meio ambiente, porém negativo, é o aumento na geração de resíduos de saúde e domiciliares. A população por estar em casa em isolamento consome mais descartável, consequentemente, geram mais resíduo.

Contudo, muitos municípios do país não possui coleta seletiva de resíduos recicláveis e nem aterros sanitários para recebê-los. Outros não dão nem o destino adequado para os resíduos de saúde. Muitas vezes o resíduo acaba sendo descartado em lixões a céu aberto ou em outros locais ilegais.

Além disso, como muitos infectados estão realizando o tratamento em casa, os resíduos gerados por eles podem esta infectado pelo coronavírus e devem receber tratamento adequado antes do descarte. O que muitos não fazem por falta de orientação.

Saiba quais são as recomendações oficiais para a gestão de resíduos durante COVID-19.

Pandemia e Sustentabilidade

Neste momento de crise provocada pelo COVID-19, muitas empresas tiveram suas rotinas alteradas. Com a crise na saúde veio também à crise financeira.

Para retomar as atividades e se recuperar financeiramente as empresas terão que mudar seus planos de negócio, buscar a inovação e principalmente um diferencial competitivo.

Sendo assim, a forma como elas se posicionam neste momento em resposta à pandemia pode ser um fator decisivo para minimizar os impactos, proteger o meio ambiente e recuperar a reputação da organização. É necessária a busca pela sustentabilidade através de meios de consumo e produção mais limpa.

A sustentabilidade é um tema estratégico dentro das empresas, pois é uma oportunidade para inovarem, agregarem valor e diferencial aos seus produtos, procedimentos e serviços, tornando-se mais competitivas.

A sustentabilidade trás vantagens de longo prazo para clientes, funcionários e a sociedade. Através da sustentabilidade a organização reduz impactos ambientais, contribui para o social, atua com ética e transparência.

Na prática, significa que as organizações devem priorizar os resultados econômicos ao mesmo tempo em que desenvolve ações para eliminar os impactos socioambientais, mantendo a longevidade do negócio.

Para ser sustentável a empresa deverá encontrar maneiras de otimizar a sua produção, diminuindo a quantidade de recursos que utiliza e de resíduos que despeja no meio ambiente.

Para reduzir a quantidade de resíduos descartados ela pode recicla-los ou reutiliza-lo em seus processos.

Leia também: Crise do coronavírus e resíduos: como reduzir impactos ambientais

Gestão de Resíduos contra a pandemia

A gestão de resíduos é um processo obrigatório que as empresas devem realizar mesmo com a pandemia, conforme Política Nacional de Resíduos Sólidos. Além disso, é uma prática sustentável.

Ao realizar a gestão de resíduos a organização esta adotando um conjunto de ações adequadas nas etapas de coleta, armazenamento, transporte, tratamento, destinação final e disposição final ambientalmente adequada.

O objetivo do gerenciamento é minimizar a produção de resíduos, preservar a saúde pública e a qualidade do meio ambiente.

A solução para garantir a gestão de resíduos eficiente nesse momento de pandemia é automatizar o processo. A automatização tem demonstrado ser uma aliada para eliminar os impactos negativos do coronavírus sobre a economia. Isso graças ao desenvolvimento de plataformas de gestão de resíduos.

Com a automatização é possível fazer a gestão de forma online. Assim cumprirá com todas as obrigações legais, como a emissão de documentos, relatórios e inventários para disponibilizar aos órgãos públicos dentro dos prazos.

Com as plataformas de gestão é possível realizar a gestão de fornecedores. O gestor monitora se o fornecedor destinou o resíduo em local licenciado para tal. Se seguiu todos as normas de coleta, transporte e destinação ambientalmente correta. Além disso, consegue verificar se os documentos obrigatórios foram emitidos.

Outro benefício da automatização são as plataformas de compra e venda de resíduos. Através dessas plataformas, é possível negociar com fornecedores a coleta, transporte, tratamento e disposição final do resíduo. Isso tudo sem ir até eles. Essa negociação pode ser feita de forma online.

Benefícios da gestão de resíduos para sustentabilidade

Abaixo listamos os principais fatores que impulsionam a incorporação da sustentabilidade para minimizar os impactos da pandemia.

A sustentabilidade:

  • garante conformidade com as novas regulamentações;

  • evita o risco de má reputação da marca e/ou imagem da empresa por associação com más práticas sociais / ambientais;

  • garante que as atividades da empresa seja realizada de forma adequada, preservando o meio ambiente e a integridade da sociedade;

  • expressa coerência com compromisso em relação ao desenvolvimento sustentável;

  • minimiza os impactos de produtos e serviços em toda a cadeia (desde a coleta até a disposição final);

  • minimiza a demanda por recursos, ou seja, reduzir a aquisição de matéria prima substituindo por materiais reciclados ou reutilizáveis;

  • permite o desenvolvimento de produtos e serviços com atributos de sustentabilidade.

Para que as empresas retomem suas atividades e se recuperem financeiramente terão que mudar seus planos de negócio, buscar a inovação e principalmente um diferencial competitivo. A forma como elas se posicionam neste momento em resposta à pandemia e sustentabilidade pode ser um fator decisivo para minimizar os impactos ambientais e financeiros, proteger o meio ambiente e recuperar a reputação da organização. É necessária a busca por meios de consumo e produção mais limpa, princípios básicos para a empresa ser sustentável.

Gostou desse assunto ou acha ele relevante? Compartilhe nas redes sociais ou deixe seu comentário abaixo.

pandemia e sustentabilidade

Compartilhe!


Curtiu este post?

Avaliação: 0.0/5