Patente verde: o que é, vantagens e qual relação com a gestão de resíduos?

Patente verde é um título expedido pelo INPI para inventos tecnológicos e inovações destinadas a energias alternativas, transporte, conservação, gerenciamento de resíduos e agricultura. É uma forma pela qual se busca fomentar a criação, o desenvolvimento e a implantação de ações criativas e inovadoras para a preservação do meio ambiente.

A patente verde é fundamental para o desenvolvimento de modelos produtivos mais sustentáveis.  Esses buscam assegurar a diminuição ou eliminação dos impactos ambientais das organizações. Saiba mais sobre esse assunto!

Patente verde

Patente verde é um documento formal, expedido pelo INPI (Instituto Nacional de Propriedade Industrial). Por meio desse documento são conferidos e reconhecidos direitos de propriedade e uso exclusivo para uma invenção tecnológica voltada para o meio ambiente.

A patente trata-se de um privilégio concedido pelo Estado aos inventores que são os detentores do direito de invenção de produtos e processos de fabricação, ou aperfeiçoamento de algum já existente. Surgiu no ano de 2009, e pela sua importância tem prioridade sobre as demais patentes.

A patente verde contempla tecnologias para energia alternativa, transporte, conservação de energia, gerenciamento de resíduos e agricultura.

Patentes verdes para gestão de resíduos

Conforme o INPI, as tecnologias verdes voltadas para gestão de resíduos, que são contemplados para obter patente verde são:

  • eliminação de resíduos;
  • tratamento de resíduos;
  • destruição de resíduos por combustão;
  • reutilização de materiais usados;
  • utilização de restos ou refugos de borracha na fabricação de calçados;
  • manufatura de artigos de sucata ou de refugo de partículas metálicas;
  • produção de cimento hidráulico a partir de resíduos;
  • utilização de resíduos como material de enchimento para argamassas ou concreto;
  • utilização de resíduos para a produção de fertilizantes;
  • recuperação ou aproveitamento de resíduos;
  • controle de poluição;
  • sequestro e armazenamento de carbono;
  • gestão da qualidade do ar;
  • tratamento de gases residuais;
  • separação de partículas dispersas em gases ou vapores;
  • aplicação de aditivos em combustíveis ou nas chamas para redução de fumaça e facilitar a remoção de fuligem;
  • disposição dos dispositivos para tratamento de fumaça ou de emanações aparelhos combustores;
  • materiais para captação ou absorção de poeira;
  • alarmes de poluição;
  • controle da poluição da água;
  • tratamento de águas residuais ou esgoto;
  • materiais para tratamento de líquidos poluentes ;
  • remoção de poluentes de águas a céu aberto;
  • instalações de encanamentos para águas residuais;
  • gerenciamento de esgotos;
  • meios para prevenir contaminação radioativa em caso de vazamento no reator .

Vantagens da patente verde

As patentes verdes vieram trazer importantes contribuições para o desenvolvimento sustentável, uma vez que elas incentivam a criação de tecnologias que buscam eliminar os impactos ambientais.

Além disso, por terem prioridade sobre as demais patentes são mais rapidamente comercializadas, o que permite que o invento seja difundido e implantando por outros mais rápido também. Ou seja, estarão funcionando e impactando positivamente a sociedade em muito menos tempo.

A patente verde impulsiona a concorrência. Haja vista, que as outras empresas concorrentes buscarão tecnologias igualmente sustentáveis para estarem à frente no mercado.

Além do mais, uma empresa que desenvolve uma tecnologia que busca a preservação ambiental, o uso racional de recursos e a eliminação dos impactos ambientais provocados pelos seus processos torna-se uma marca reconhecida como sustentável.

Nos últimos anos muito se tem falado sobre a sustentabilidade no mundo corporativo. Para alcançá-la é preciso que a organização adote atitudes e estratégias sustentáveis. Essas ações sustentáveis é que consegue garantir a manutenção das empresas e da própria natureza.

Patente verde e o desenvolvimento sustentável

As tecnologias verdes contribuem para o desenvolvimento sustentável, pois englobam os seus três pilares, que são: o ambiental, social e econômico.

As tecnologias patenteadas protegem o meio ambiente, usam de todos os recursos de forma mais sustentável, reciclam e tratam mais os seus resíduos, de maneira mais aceitável do que as tecnologias anteriores.

Para o melhor entendimento de como a patente verde é uma ferramenta para sustentabilidade, é necessário abordar sobre o que venha a ser desenvolvimento sustentável.

O conceito surgiu na Comissão Mundial sobre Meio Ambiente e Desenvolvimento. Essa comissão foi criada pelas Nações Unidas para discutir e propor meios de desenvolver a economia ao mesmo tempo em que conserva o meio ambiente.

Desenvolvimento sustentável é definido como sendo:

“o desenvolvimento capaz de suprir as necessidades da geração atual, sem comprometer a capacidade de atender as necessidades das futuras gerações. É o desenvolvimento que não esgota os recursos para o futuro.”

Sendo assim, a patente verde contribuiu para o desenvolvimento sustentável, pois integra as dimensões social e econômica, pois é uma forma de criar oportunidades de trabalho para as pessoas e fonte de renda. Incentiva a inserção de novas empresas no mercado e a concorrência.

Na dimensão ambiental, a patente verde permite a inserção de novas tecnologias que minimiza e/ou elimina o descarte dos resíduos em locais inadequados que causam fortes impactos no ambiente.

Patente verde e a gestão de resíduos

Quando a empresa realiza a gestão de seus resíduos identifica processos que poderiam ser melhorados para reduzir, eliminar, reaproveitar, ou até mesmo, tratar os resíduos gerados em seus processos.

Essa gestão pode ser realizada por meio de um software. No software de gestão de resíduos da VG Resíduos a empresa pode implementar o gerenciamento de forma simples, eficiente, automatizado e otimizado.

A plataforma traz funcionalidades específicas para o controle das áreas geradoras, dos processos, dos prestadores de serviços e dos documentos, tudo com metodologia baseada na Política Nacional de Resíduos e demais legislações pertinentes ao assunto.

Além do software, a empresa pode utilizar a plataforma Mercado de Resíduos . Nessa plataforma o gerador encontrar empresas que possuem alguma tecnologia verde para dá uma solução ecologicamente correta ais seus resíduos. A plataforma serve para integrar interessados em resíduos e, sobretudo, estruturar uma rede de contatos que garanta o oferecimento de soluções para compra, venda, tratamento e transporte de resíduos em escala nacional.

A VG Resíduos é um software que pode auxiliar a gestão de resíduos e no descarte correto dos mesmos, auxiliando a empresa crescer adotando práticas sustentáveis.

Assim sendo, conclui-se que a patente verde é uma ferramenta para sustentabilidade, pois viabiliza o desenvolvimento econômico e social ao mesmo tempo em que protege o meio ambiente. Através da patente são desenvolvidos meios de inserir no ciclo produtivo tecnologias que buscam proteger o meio ambiente.

Gostou desse assunto ou acha ele relevante? Compartilhe nas redes sociais ou deixe seu comentário abaixo.

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

© VG Residuos Ltda, 2020