Qual a importância da pesagem de resíduos no seu gerenciamento?

Curtiu este post?

Avaliação: 0.0/5

06/04/2021

pesagem de resíduos

A pesagem de resíduos é fundamental para o seu gerenciamento já que proporciona indicadores que facilitam observar possibilidades de minimização dos custos por meio de processos de reciclagem e segregação adequada na fonte, elaboração de estratégias para minimizar a geração, dimensionar o tipo de tratamento e os espaços físicos para o manejo, a coleta e o tipo de transporte.

Veja abaixo o que abordaremos neste artigo:

Neste artigo entenderemos qual a importância da pesagem de resíduos. Confira!

ebook guia para otimizar a gestao de residuos minimizar custos e lucrar

Para que serve a pesagem de resíduos?

pesagem de resíduos

A pesagem de resíduos serve para:

  • identificar possibilidades de minimizar a sua geração através da reciclagem de alguns de seus componentes;
  • diminuir a sua geração através de estratégias de controle do processo produtivo; identificar inadequações quanto à segregação na fonte;
  • dimensionar espaços físicos para o manejo de diferentes tipos de resíduos;
  • dimensionar as decisões sobre alternativas técnicas a serem utilizadas para o tratamento; selecionar os equipamentos e dispositivos mais adequados ao manejo e disposição desses resíduos.

Em suma, através da pesagem é possível monitorar o sistema de gestão ambiental das empresas, verificar os problemas decorrentes do manejo dos resíduos, fomentar programas de educação ambiental para redução da geração, diminuir riscos à saúde e controlar os impactos ambientais.

Como é feita a pesagem de resíduos?

A pesagem de resíduos consiste na quantificação da quantidade de resíduos gerados em determinada empresa.

O ato de pesar é de medir o valor da massa de um corpo usando o seu peso como referência. Tecnicamente, a precisão da pesagem é definida pela diferença entre o valor da massa indicado (pelo instrumento usado para medida) e o seu valor real.

A pesagem é feita em balanças analíticas ou através de estimativas pelo dimensionamento dos dispositivos de coleta e armazenamento dos resíduos. Esse método de pesagem baseado nos volumes de resíduos coletados é denominado “cubagem”.

No método da “cubagem”, deve-se utilizar um recipiente padrão, por exemplo, uma caçamba, com capacidade conhecida, para o qual deve ser transferido todo o resíduo recolhido. Portanto, a quantidade de resíduos gerados, ou seja, o peso é determinado quando a capacidade do recipiente é atingida.

Quais documentos legais precisam da pesagem dos resíduos?

pesagem de resíduos

O peso dos resíduos é um dos instrumentos para elaboração do PGRS.

A elaboração do Plano de Gerenciamento de Resíduos Sólidos é determinada pela Política Nacional de Resíduos Sólidos, através da lei nº 12.305/2010 seção V art. 20 ao 24.

O Plano de Gerenciamento de Resíduos Sólidos é um documento que identifica o tipo e a quantidade dos resíduos gerados, também, indica as práticas ambientalmente corretas para o manejo, acondicionamento, transporte, transbordo, tratamento, reciclagem, destinação e disposição final.

Para elaborar o PGRS são definidos medidas e procedimentos para o correto manejo e gerenciamento dos resíduos, os quais quando aplicados, têm como consequência a minimização dos impactos ambientais.

O peso é utilizado também para emissão do MTR.

A emissão do MTR é importante para que os órgãos ambientais conheçam e monitorem a destinação do resíduo gerado e tratado. Além disso, controla a forma adequada do transporte entre gerador e receptor e o encaminhamento para locais licenciados.

O MTR é um documento que contém a descrição da carga a ser transportada, bem como os dados do gerador dos resíduos, do transportador e do receptor responsável pelo tratamento e destinação final.

O objetivo desse documento é transmitir informações importantes que irão promover o monitoramento da destinação do resíduo gerado e também o seu transporte. Com isso, evitar que os resíduos sejam encaminhados para locais que não sejam licenciados.

A obrigatoriedade pela emissão do documento é exclusiva do gerador sujeito à elaboração de Plano de Gerenciamento de Resíduos Sólidos, conforme disposto no art. 20 da Lei nº 12.305, de 2 de agosto de 2010.

O documento deve ser emitido pelo Sistema Nacional de Informações sobre a Gestão de Resíduos Sólidos - SINIR.

Outro documento legal que precisa da pesagem dos resíduos é o Inventário.

O inventário de resíduos sólidos, conforme definido na Portaria nº 280, de 29 de junho de 2020, é o conjunto de informações sobre a geração, tipologia, armazenamento, transporte e destinação final ambientalmente adequada dos resíduos sólidos gerados no país e declarada no MTR.

As informações constatadas no Inventário de Resíduos, ou seja, o diagnóstico da situação de resíduos sólidos no país serão disponibilizadas periodicamente no SINIR.

Bem antes da Política Nacional de Resíduos Sólidos, o inventário de resíduos foi instituído pela Resolução CONAMA 313 de 29 de outubro de 2002.

O inventário se tornou um importante instrumento de gestão que embasa a política de gestão de resíduos por meio da quantificação e diagnóstico de informações de uma empresa sobre a geração, características, armazenamento, transporte, tratamento, reutilização, reciclagem, recuperação e disposição final dos resíduos gerados.

Este instrumento dá suporte ao Plano Nacional para Gerenciamento de Resíduos Sólidos (PGRS) e aos Programas Estaduais. Ele foi criado visando à normalização e legalização dos processos industriais por meio de registro das informações acerca dos resíduos gerados pelas indústrias, evitando assim desvios e irregularidades, como despejo de esgoto fora dos padrões de enquadramento em corpos d’água, disposição de resíduos em locais inadequados e demais ações que culminam na poluição ambiental.

Como ter controle sobre a pesagem de resíduos?

pesagem de resíduos

Com a VGR a empresa consegue controlar a pesagem de resíduos de forma fácil e automatizada. Tudo isso, através de uma plataforma desenvolvida exclusivamente para gestão de resíduos.

O software da VGR armazena todos os dados de pesagem de resíduos. Através dos dados, o sistema coleta automaticamente todas as informações e registros, bem como os dados dos transportadores e destinadores dos resíduos para emissão dos documentos e relatórios citados acima.

O gerador de relatórios do sistema é sincronizado ao banco de dados. Esse banco de dados possui todas as informações referentes à geração de resíduos ao longo do ano. Bem como as informações pertinentes de quem tratou, qual a destinação dada ao resíduos, quanto custou e etc.

A plataforma integra a geração automática obrigatória com os órgãos ambientais, inclusive para afastar as sanções ambientais.

Portanto, a pesagem de resíduos é fundamental para uma gestão eficiente dos resíduos gerados nos processos industriais. Através da pesagem é possível dimensionar os dispositivos e equipamentos de coleta, tratamento e transporte. Bem como elaborar estratégias para minimização da geração e redução através da reciclagem.

Gostou desse tema ou achou o assunto relevante? Deixe seu comentário abaixo ou compartilhe o conteúdo nas redes sociais.

Gestão ambiental

Compartilhe!


Curtiu este post?

Avaliação: 0.0/5