×

Por que minha empresa precisa do Sistema de Logística de Resíduos?

Por que minha empresa precisa do Sistema de Logística de Resíduos?
5 (100%) 1 voto

Com o aumento da complexidade dos negócios, os sistemas logísticos ficaram extensos e capilarizados, atendendo a novas demandas que os antigos gestores nem poderiam imaginar que existiriam. Em relação aos sistemas de logística de resíduos a situação é a mesma.

Antigamente, após a produção, ocorria o consumo e a geração de resíduos, os quais eram descartados em locais convencionais. No entanto, com o aumento da competitividade e da pressão por ganhos de escala, a necessidade de se fazer mais pela questão da logística de resíduos veio à tona.

Atualmente desde o processo de obtenção da matéria prima, até o descarte final do resíduos, tudo deve ser monitorado e otimizado para reduzir ao máximo o impacto ambiental e também os custos para as empresas, que batalham ponto a ponto por posições no mercado.

Por que se importar com sistema de logística de resíduos?

Anos atrás a logística de resíduos consistia basicamente em transportar as sobras da produção e do consumo para locais comuns, em geral aterros sanitários e também para os antigos lixões.

Obviamente já havia a reciclagem de materiais mais básicos, como alumínio, ferro e papel. Contudo a tecnologia para reutilização de materiais menos comuns era ainda incipiente e não havia também uma preocupação generalizada com o meio ambiente como hoje.

Uma vez que os tempos mudaram, novas tecnologias surgiram e hoje resíduos de algumas indústrias são amplamente utilizados como parte do processo produtivo de outras, além da ampliação da capacidade de reciclagem, os aterros vão sendo pouco a pouco substituídos por locais mais adequados à destinação de cada tipo de resíduo.

Nesse contexto, algumas empresas se destacam, já outras ficam pra trás, o que deveria ser para elas, motivo de preocupação, uma vez que podem estar perdendo algum tipo de vantagem competitiva ao não melhorar a destinação dos resíduos e não utilizar novos materiais mais baratos em seus processos.

O que é logística reversa?

Logística reversa é um conceito relativamente recente, que significa basicamente que o produto após ter sua vida útil esgotada fará o caminho de volta à natureza, ou pelo menos o caminho que mais se aproximar disso.

A implementação de sistemas de logística reversa é extremamente complexa, uma vez que para distribuir produtos, as empresas os transportam de grandes galpões para unidades de armazenamento menores até que eles cheguem ao consumidor final.

Já para fazer o processo reverso, as organizações precisam planejar formas de obter os resíduos dos produtos espalhados geograficamente e concentrá-los em grandes locais para fazer seu tratamento. Obviamente, os custos logísticos envolvidos são bem mais altos quando se trata de logística reversa.

Exemplos de logística reversa são os pontos de coleta de pilhas e baterias em supermercados. Uma vez recolhidas, as unidades serão submetidas a tratamentos que neutralizam ou diminuem o impacto ambiental de seu descarte, neste caso o ideal é que para cada pilha produzida, uma seja recolhida fazendo com que seja zerado o saldo ambiental da empresa.

Quais setores são obrigados a ter logística reversa?

A logística reversa já vinha sendo implementada no Brasil a partir das boas práticas ambientais, principalmente por empresas que são certificadas na ISO 14001.

Contudo, a Política Nacional de Resíduos Sólidos (PNRS) que foi estabelecida e regulamentada pela última vez pela lei 12.305/2010 estabeleceu que algumas cadeias específicas sejam obrigadas a praticar esse tipo de logística para seus produtos.

As cadeias obrigadas por lei a executar logística reversa hoje são:

  • Agrotóxicos, seus resíduos e embalagens;
  • Pilhas e baterias;
  • Pneus;
  • Óleos lubrificantes, seus resíduos e embalagens;
  • Lâmpadas fluorescentes, de vapor de sódio e mercúrio e de luz mista;
  • Produtos eletroeletrônicos e seus componentes;
  • Produtos comercializados em embalagens plásticas, metálicas ou de vidro.

É necessário ainda que as empresas pertencentes às demais cadeias se atentem quanto à publicação de acordos setoriais ou alterações na lei que possam obrigá-las a praticar a logística reversa.

O que a empresa ganha em ter um sistema de logística de resíduos?

Primeiramente é necessário esclarecer que sistemas de logística de resíduos não são apenas os processos de transporte do material que resta da produção ou do consumo como muitos pensam.

O sistema de logística de resíduos é sobretudo uma sistemática de transporte, acondicionamento e destinação dos materiais que compõem um produto ou serviço.

Um bom sistema de logística de resíduos procurará agregar valor e minimizar as sobras desde a obtenção da matéria prima até a fabricação e expedição dos produtos.

Uma empresa que souber aproveitar bem esse sistema irá conseguir alocar melhor seus resíduos intermediários (os que são gerados ao longo do processo) e também tentar fazer reutilizações ainda dentro da organização com o objetivo de diminuir a quantidade total de material gasto no processo.

As principais vantagens são a obtenção de um processo mais barato e limpo, além de poder gozar de uma imagem mais respeitosa junto aos consumidores.

Sistema de Logística de Resíduos como Estratégia Empresarial

Hoje em dia há empresas que utilizam a logística de resíduos, principalmente a logística reversa como parte de sua estratégia empresarial, seja ela na área de processos, marketing ou custos.

A empresa que souber aproveitar essa estratégia em seu próprio mercado, poderá se destacar de seus concorrentes e aumentar seus ganhos.

Um bom exemplo de utilização de logística reversa como estratégia empresarial é o caso dos fabricantes de pneus e de cimento. As indústrias de pneus são obrigadas a praticar logística reversa, muitas delas possuem operações inteiras dedicadas à essa função, uma parte dos pneus é reaproveitada no processo ou vendida para outras indústrias gerando receitas adicionais.

A borracha que sobra é vendida para a indústria cimenteira, que a utiliza em seus fornos de co-processamento, obtendo um excelente combustível a um custo relativamente baixo.

Conclusão

Sistemas de logística de resíduos eram utilizados apenas por grandes indústrias que procuravam ganhos de escala no passado. Hoje eles são realidade em empresas de médio e até de pequeno porte, sendo fontes de vantagens competitivas e estratégicas para seus utilizadores.

O VG Resíduos fornece às empresas a possibilidade de implementar um sistema de logística de resíduos completo, realizando a gestão de fornecedores, passando pelos processos internos até a destinação final, exibindo cada item gerado na operação da empresa como um todo.

Tudo isso é claro, com ampla informação em tempo real sobre ganhos ou perdas financeiras na operação de resíduos. Entre em contato e veja como sua empresa pode lucrar com esse processo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

© VG Residuos Ltda, 2018