Subir

Qual a destinação correta para as lâmpadas de LED?

Categoria(s): Gerenciamento de Resíduos /
Qual a destinação correta para as lâmpadas de LED?
5 (100%) 2 votos

Alguns anos atrás, as lâmpadas mais usadas tanto pelas empresas quanto para uso doméstico eram as incandescentes.  Como essas lâmpadas causam muito impacto negativo ao meio ambiente e consomem mais energia, foram desenvolvidas opções mais modernas e com uma tecnologia de iluminação melhor, como as lâmpadas fluorescentes e as lâmpadas LED.

Quando substituímos as lâmpadas incandescentes pelas lâmpadas de LED ganhamos em economia de energia, menos impacto ambiental, menor aquecimento nos ambientes, redução da demanda energética, entre outros benefícios.

Sabemos que a escolha por lâmpadas de LED é sustentável e contribui em muito para a manutenção do equilíbrio ambiental. Mas a grande questão é como realizar a destinação correta das lâmpadas de LED para elas não acabarem se tornando um problema.

Vale lembrar que o prazo de eliminação das lâmpadas incandescentes no Brasil estipulado pelo Ministério de Minas e Energia era até 2017. Precisamente em Junho todas as potências de lâmpadas incandescentes foram proibidas de serem comercializadas.

O que fazer quando o tempo útil da lâmpada de LED acaba?

O tempo mínimo de duração da lâmpada de LED é de 25 mil horas. No entanto, em determinado momento essa lâmpada deverá ser substituída, pela diminuição de sua luminosidade.

Ao contrário das outras lâmpadas a tecnologia da lâmpada de LED permite que seja feito o reaproveitamento de 98% da lâmpada a ser descartada. Isso é muito importante e vantajoso.

A maioria dos componentes da lâmpada podem ser reciclados, justamente pela não utilização de metais pesados e mercúrio na sua fabricação.

O reciclado pode ser reaproveitado na fabricação de outros produtos industriais.

A VG Resíduos possui uma plataforma para comercialização de resíduos, tais como as lâmpadas de LED inutilizáveis.

O Mercado de Resíduos oferece aos compradores e vendedores a chance de negociar as lâmpadas que serão descartadas obtendo vantagens financeiras com a compra/venda de resíduo.

Além disso, o Mercado de Resíduos também é uma ferramenta tecnológica altamente eficiente e direcionada para que transportadores e tratadores possam captar clientela em um canal criado especificamente para a geração de oportunidades de negócios.

Faça a destinação correta, jamais jogue as lâmpadas de LED no lixo comum

Sabemos do grande benefício das lâmpadas de LED, como o fato de possuírem uma durabilidade maior, com uma vida útil maior que as lâmpadas fluorescentes. Estas duram apenas 6000 horas. Ainda acreditamos que as lâmpadas fluorescentes são a melhor escolha, ainda mais pelo custo que é mais em conta que a de LED.

Porém as lâmpadas fluorescentes possuem um grande problema: elas contêm mercúrio em sua composição, que definitivamente não é bom para o meio ambiente e para a saúde humana.

No artigo Descubra como diminuir a geração de resíduos com mercúrio do seu negócio você encontra informações importantes para o gerenciamento de resíduos contendo mercúrio.

Como destinar as lâmpadas corretamente?

Quando for feito o descarte das lâmpadas de LED usadas é muito importante não joga-las junto com o resíduo reciclável de vidro, nem mesmo junto ao lixo comum. A forma correta é destina-las para reaproveitamento de seus itens recicláveis.

Procure embalá-la bem em papel ou caixa de papelão ou qualquer outro recipiente que evite que ela quebre ou tenha atrito.

Para fazer o descarte de maneira correta a VG Resíduos recomenda a você procurar postos que aceitam lâmpadas comuns ou até mesmo a prefeitura de sua cidade ou empresas que são especializadas neste tipo de tratamento.

Legislação referente às lâmpadas

A legislação brasileira estabelece que desde o dia 1º de julho de 2013 não poderá mais comercializar lâmpadas incandescentes e fluorescentes compactas com potência superior a 100W que não atenderem aos novos níveis mínimos de eficiência energética.

O objetivo da regulamentação é que tanto as empresas como a população adotem modelos de lâmpadas com maior eficiência.

A regulamentação se baseia no Plano de Metas estabelecido na Portaria interministerial nº 1007/2010 e foi elaborada pelo Comitê Gestor de Indicadores e Níveis de Eficiência Energética (CGIEE).

A importância da Logística Reversa para destinação correta de lâmpadas de LED

Com a Política Nacional de Resíduos Sólidos todos os fabricantes de lâmpadas são obrigados a implantarem o sistema de logística reversa para as lâmpadas seguidas de destinação final ambientalmente adequada.

A Verde Ghaia através da consultoria em gerenciamento de resíduos auxilia a sua empresa a cumprir todas as legislações pertinentes ao descarte de resíduos de lâmpadas.

Possuímos uma equipe expert que através de um diagnóstico do seu resíduo apresentará as melhores soluções para a destinação correta dos materiais gerados pelo seu empreendimento e a implantar um sistema de logística reversa.

A gestão correta do resíduo gerado melhora a imagem da empresa perante os clientes, haja vista que a preocupação com o meio ambiente é de todos.

Empresas que desejam implementar o Sistema de Gestão Ambiental, seguindo os requisitos da ISO 14001 devem realizar o gerenciamento de forma eficaz.

Tecnologias de Reciclagem de lâmpadas

Hoje encontramos tecnologias para a reciclagem de lâmpadas. O que falta é empresas especializadas em reciclagem desse tipo de resíduos.

Vejamos alguns das principais tecnologias:

O processo de separação centrífuga

Este método é usado na reciclagem de todas as lâmpadas, exceto as que possuem forma de bastonete.

A centrífuga separa as lâmpadas em vidro e metal ou plástico.

Os componentes de vidro são submetidos a um tratamento térmico para em seguida, devolvê-los ao ciclo de produção. As peças de metal e plástico são trituradas em um triturador Shredder. As partes que contenham metais ferrosos são retiradas por um separador magnético.

O processo de separação Kapp

Este método é usado na reciclagem de lâmpadas em formato de bastonete.

As extremidades das lâmpadas são removidas, e os componentes de metal e de vidro são recuperados. Estes são triturados e separados através do uso de um selecionador de metais.

O processo de lavagem de vidros quebrados

Este método permite reciclar qualquer tipo de lâmpada.

O processo Shredder

Este método também é indicado para todos os tipos de lâmpadas, desde lâmpadas quebradas até mesmo resíduos de produção.

Primeiramente são trituradas e separadas em função do tamanho das frações. A fração maior contem as extremidades ou bases das lâmpadas, a média contem vidros e plásticos.

 

Compartilhe

  

0 Comentários

Deixe o seu comentário!

*

code