Resíduos avícolas: saiba como destinar e lucrar com eles

Resíduos avícolas: saiba como destinar e lucrar com eles
Avalie este post

resíduos avícolas

Os resíduos avícolas são passíveis de serem reaproveitados e comercializados, gerando lucro para granjas. A avicultura é um dos grandes expoentes do agronegócio brasileiro e até mesmo seus resíduos podem ser transformados e vendidos. As sobras geradas pela avicultura de corte, compostas da cama de aviário e de carcaças de animais mortos, têm potencial.

Uma das atividades mais importantes do agronegócio brasileiro, a avicultura se beneficia pela grande demanda do público consumidor. A carne de frango é a mais consumida no Brasil.  Outra vantagem do setor avícola é que o ciclo de criação de aves é rápido. No entanto, na mesma medida em que é aquecido, é um ramo que gera excessivo volume de resíduos. Por isso, as granjas precisam dar uma destinação correta aos resíduos, evitando os impactos ambientais.

A seguir, você se informa sobre as sobras geradas pela avicultura e como o setor deve manejá-las. Conhece as formas de reaproveitamento dos resíduos avícolas e como lucrar comercializando-os.  Acompanhe!

Quais técnicas de tratamento do lixo mais lucrativas no Brasil?

Conheça os resíduos gerados pela avicultura

resíduos avícolas

O setor avícola brasileiro tem números expressivos, já que a carne de frango é a preferida dos consumidores.  A Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (EMBRAPA) realiza estudos sobre o setor regularmente. De acordo com esta estatística, o desempenho da produção de aves entre 2016 e 2017 foi:

  • 524.652 matrizes de corte alojadas [em 2016];
  • 13,1 milhões de toneladas produzidas [2º lugar mundial];
  • 4,32 milhões de toneladas exportadas [1º lugar mundial];
  • 1,7% de aumento na produção nacional [em relação a 2016];
  • 0,01% de queda na exportação [em relação a 2016];
  • consumo de 44,8 Kg de carne per capita.

Com alta produtividade, o setor também é responsável por grande quantidade de resíduos. Isso exige um manejo adequado para que as sobras das granjas não comprometam o meio ambiente e a saúde pública.

De acordo com a agência de informação tecnológica da EMBRAPA, os resíduos da avicultura de corte são compostos pela cama de aviário e as carcaças de animais mortos. Essa cama é constituída de:

  • excretas das aves;
  • material absorvente (que pode ser, maravalha, serragem, sabugo de milho triturado, capins e restos de culturas);
  • penas;
  • restos de alimento;
  • secreções.

O ideal, segundo a Política Nacional de Resíduos Sólidos, é que se diminua ao máximo a geração das sobras. Deve haver um esforço conjunto de vários setores – poder público, cidadãos e empresas – para a redução dos resíduos. No caso das granjas, a EMBRAPA destaca que, quanto mais eficiente for a produção, menores serão os índices de mortalidade. Consequentemente, haverá uma menor quantidade de resíduo referente às carcaças de animais mortos.

resíduos avícolas

Veja como resíduos da avicultura podem ser danosos

resíduos avícolas

A destinação correta das sobras das granjas é essencial para a proteção do meio ambiente e da saúde pública. Um dos grandes problemas de não se tratar os resíduos é que as sobras animais são altamente putrescíveis.  Segundo a Associação Brasileira de Reciclagem Animal (ABRA), a decomposição de somente uma carcaça animal pode liberar, por exemplo, toneladas de gás carbônico.

De acordo com este estudo, os resíduos de origem animal que apodrecem sem tratamento sofrem as seguintes consequências:

  • destruição das substâncias colágenas;
  • destruição das proteínas;
  • destruição dos aminoácidos, com formação de amônia, gás sulfídrico, aminas e diaminas.

A geradora deve ficar atenta e seguir toda a legislação ambiental, com pena de colocar natureza e indivíduos em risco. As granjas precisam seguir normas sanitárias e elaborar um Plano de Gerenciamento de Resíduos Sólidos.

Saiba quais produtos vêm dos resíduos avícolas

resíduos avícolas

É essencial ser ecologicamente correto no manejo dos resíduos avícolas, seguindo as diretrizes da Política Nacional de Resíduos. A legislação recomenda que, além de gerar menos sobras, deve haver um esforço para o reaproveitamento das sobras. Investir nisso transforma resíduos em novos produtos, reduzindo a necessidade de fabricação e a extração de recursos naturais.

E existe potencial para reutilização e lucratividade com os resíduos das granjas. Segundo a EMBRAPA, a cama de aviário pode se transformar em fonte de nutrientes para plantas. Por meio da compostagem ou da biodigestão anaeróbica é possível obter composto orgânico e biofertilizante.

Sucata: 7 dicas para empreender e lucrar reciclando esse resíduo

As carcaças dos animais também podem ser tratadas e a técnica ideal também é a compostagem. No entanto, o uso dos substratos gerados nesses processos, alerta a EMBRAPA, só deve ser para adubação de florestas e jardins.

Pode-se, ainda, produzir farinha com a reciclagem dos resíduos avícolas. Com o cozimento dos resíduos originados no abate das aves, chega-se à farinha de víscera. É um produto triturado, em pó, semi desengordurado. Rico em minerais como fósforo e cálcio, a farinha é ingrediente para fabricação de ração para aves, suínos, peixes, crustáceos e pets.

resíduos avícolas

Mercado de Resíduos potencializa os negócios

resíduos avícolas

Para tratar de forma adequada os resíduos avícolas a ajuda de uma consultoria pode ser fundamental. O grupo Verde Ghaia possui profissionais especializados na gestão de resíduos. A equipe pode orientar sobre as melhores técnicas de tratamento de resíduos avícolas e como seguir rigorosamente as leis ambientais.

Além disso, o grupo mantém uma plataforma digital que aproxima geradores e fornecedores. O Mercado de Resíduos é um software por meio do qual geradores podem divulgar suas sobras ou os resíduos já tratados. A aproximação com os interessados em adquirir ou fornecer os resíduos é toda feita pela plataforma, de maneira prática e rápida.

Como se vê, a avicultura é um ramo importante do agronegócio brasileiro e suas sobras podem ser fonte de renda. Apesar de ser grande geradora de resíduos, as sobras das granjas podem ser reaproveitadas e vendidas. Os resíduos avícolas podem ser tratados, transformando-se em novos produtos. As granjas que seguem as diretrizes ambientais podem se tornar sustentáveis e lucrativas, com o reaproveitamento e a comercialização de seus resíduos.

Gostou desse tema ou achou o assunto relevante? Deixe seu comentário abaixo ou compartilhe o conteúdo nas redes sociais.

Se quiser aprofundar mais sobre o assunto leia este outro artigo do blog: Como comprar e ampliar seu negócio ao negociar resíduos online?

resíduos avícolas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

© VG Residuos Ltda, 2019