Responsabilidade Compartilhada e Gestão de Resíduos: qual a relação?

Curtiu este post?

Avaliação: 0.0/5

22/06/2021

responsabilidade compartilhada e gestão de resíduos

Responsabilidade Compartilhada e Gestão de Resíduos: qual a relação?A gestão compartilhada de resíduos engloba a formulação e implementação compartilhada de estratégias voltadas para o gerenciamento adequado de resíduos com as áreas de educação, saúde, meio ambiente, promoção de direitos, geração de emprego e renda e participação social.

O processo consiste em um conjunto de ações e procedimentos que buscam soluções para os resíduos. Para viabilizar essas ações é imprescindível considerar as dimensões política, econômica, ambiental, cultural e social, sob a premissa do desenvolvimento sustentável.

A gestão de resíduos busca a redução na geração de resíduos na origem e a minimização do impacto ambiental, por meio da destinação correta dos mesmos.

Veja abaixo o que abordaremos neste artigo:

Neste artigo, veremos de que forma você pode alinhar as estratégias da organização para uma gestão mais eficiente de resíduos. Acompanhe!

Gerenciamento de resíduos

O que é gestão de resíduos?

responsabilidade compartilhada e gestão de resíduos

A gestão de resíduos pode ser definida como todas as atividades necessárias para gerenciar os resíduos, envolvendo desde a geração, destinação e o monitoramento. Resíduos na gestão de resíduos referem-se a materiais indesejáveis ​​ou inutilizáveis ​​que são produzidos pela atividade humana e podem assumir diferentes formas. Os resíduos podem ser líquidos, sólidos ou gasosos, cada um tendo seu método de disposição e forma de gerenciamento de resíduos.

A gestão de resíduos é aplicável a quaisquer instalações que produzam quantidades consideráveis ​​de resíduos não abrangidos pelos serviços locais. Normalmente, a gestão de resíduos é utilizada por empresas que criam um fluxo constante de resíduos, exigindo uma gestão ativa e regular ao longo do tempo. Além disso, o tipo de resíduo geralmente é consistente e pode ser previsto para que os fornecedores saibam quais equipamentos e prazos são necessários.

Além de aliviar os proprietários de negócios do incômodo com o descarte de resíduos e despesas com a ineficiência, o gerenciamento de resíduos é importante para a conformidade, a saúde da equipe e o meio ambiente.

A gestão eficaz de resíduos é frequentemente exigida pela legislação. As empresas devem demonstrar compromisso com o meio ambiente, por lei, ao descartar resíduos, sendo que esta, por sua vez, varia de acordo com o tipo de negócio, resíduos produzidos e região.

Vital para o benefício ambiental, o gerenciamento de resíduos pode ajudar as empresas a maximizar suas receitas. Visto como uma fonte de prejuízo, a implementação correta de um plano de gerenciamento de resíduos pode fortalecer e torna o os resíduos uma potencial fonte de receitas para a organização.

O que é a Responsabilidade Compartilhada de resíduos?

responsabilidade compartilhada e gestão de resíduos

A responsabilidade compartilhada pelo ciclo de vida dos produtos abrange a todos, sendo eles os fabricantes, importadores, distribuidores e comerciantes, bem como consumidores e os titulares dos serviços públicos de limpeza urbana e de manejo de resíduos.

Para que seja eficiente, deve se implementar de forma individual e encadeada onde são criadas ações de gerenciamento de responsabilidade, com uma abordagem de gestão participativa.

A PNRS, regulamentada pelo Decreto 7.404/2010, conceitua por meio do Art. 3, Inciso XI, afirma que Gestão Integrada compreende o conjunto de ações voltadas para a busca de soluções para os resíduos sólidos, de forma a considerar as dimensões política, econômica, ambiental, cultural, com controle social e sob a premissa do desenvolvimento sustentável. Toda e qualquer matéria passa por processos de captação, produção, uso, desperdício e disposição. Sabe-se que essa matéria poderá se tornar resíduo ou rejeito.

Para auxiliar na não geração ou redução destes, distribui-se responsabilidades, reduzindo os impactos à saúde humana e aumentando a qualidade ambiental do ciclo de vida dos produtos.

A Gestão Compartilhada se inicia com o incentivo à eficiência de seus processos, na otimização do uso de matéria prima, evitando desperdício. Se evitarmos o desperdício, já reduzimos muito a quantidade de resíduo gerado, porém para que alguma empresa, importadora ou distribuidora faça isso, é preciso “responsabilizá-los”.

É nesse momento que o poder público institui que as empresas assumam o compromisso e tomem atitudes responsabilizando ou identificando os agentes deste cenário do ciclo de vida destes produtos.

Como a responsabilidade Compartilhada interfere na Gestão ambiental e na Gestão dos Resíduos?

responsabilidade compartilhada e gestão de resíduos

Consolidar uma marca de renome, com produtos e serviços de qualidade não é uma tarefa fácil. Além de se esforçar com as tecnologias, estética, processos e melhora da qualidade, se destacar no mercado exige preocupação ambiental, e também uma boa produção de marketing ambiental.

Sabemos que o Brasil não passa por uma boa fase econômica, e que por má gestão ou descuido, se iniciem problemas em relação ao aumento da poluição, dos riscos à saúde. Esses problemas acabam acarretando maior gasto por parte do poder público para reparar estes problemas, uma vez que este recurso poderia ser usado como incentivo ou investimento em outras áreas.

Já lemos que existem parcerias, associações e instituições que se beneficiam com a geração e boa gestão dos resíduos gerados, além do mais, grandes corporações exigem que as obrigações legais de seus fornecedores sejam cumpridas.

Por isso, a Gestão Compartilhada de Resíduos se torna um diferencial competitivo, uma vez que se se garante uma boa qualidade de seu material reciclado, evita-se multas por estar alinhada à legislação local e claro, uma melhoria de sua gestão traz consigo a melhoria da visão das áreas de sua empresa, auxiliando no aperfeiçoamento contínuo de processos e maximização dos lucros.

O Sistema de Gestão Ambiental nas empresas auxilia na gestão dos resíduos, implementando o PGRS onde é possível realizar o diagnóstico dos resíduos sólidos gerados na empresa.

É útil também para otimizar processos, estratégias e controlar a destinação de resíduos dos fornecedores e clientes, funcionando como um ótimo monitoramento do ciclo de vida de resíduos, que é um dos princípios da Gestão Compartilhada.

Como VGR, como um software de gestão ambiental, pode auxiliar?

responsabilidade compartilhada e gestão de resíduos

Para ter um sistema de gestão ambiental bem estruturado e um correto gerenciamento dos resíduos é necessário que toda a empresa esteja envolvida e comprometida com o desenvolvimento sustentável.

Uma forma de adotar medidas inteligentes ligadas ao sistema de gestão ambiental é a adoção da gestão de resíduos eficiente dentro da empresa. Para isso, o uso de um sistema automatizado tem demonstrado ser uma aliada para eliminar os impactos negativos sobre a economia e o meio ambiente. Isso graças ao desenvolvimento de plataformas de gestão de resíduos.

A plataforma da VGR Resíduos é uma dessas plataformas, que auxilia na gestão de resíduos, gerenciamento, destinação, logística reversa e na coleta e transporte de resíduos de forma sustentável.

Um sistema automatizado mantém todas as informações e documentos gerados automaticamente em um ambiente único e confiável, de acordo com a legislação ambiental, para eliminar multas e perda de licença ambiental.

A plataforma também conta com um mecanismo de compra e venda de resíduos. Através dele, é possível negociar com fornecedores a coleta, transporte, tratamento e disposição final do resíduo.

Gostou desse assunto ou acha ele relevante? Compartilhe nas redes sociais ou deixe seu comentário abaixo.

Gestão ambiental

Compartilhe!


Curtiu este post?

Avaliação: 0.0/5