Saiba tudo sobre a Gestão Ambiental para quem trabalha com gestão de resíduos

Curtiu este post?

Avaliação: 0.0/5

11/02/2021

Indicadores ESG e sua importância na gestão de resíduos

O papel da gestão ambiental para as empresas é duplo: proteger o meio ambiente dos efeitos de seus produtos e proteger a própria empresa de multas e penalidades por não conformidade. A seguir, você encontrará informações essenciais sobre tudo o que você precisa saber a respeito da gestão ambiental dentro do gerenciamento de resíduos.

A gestão ambiental está começando a desempenhar um papel cada vez mais importante na proteção de nosso meio ambiente, bem como na saúde pública. Há uma preocupação crescente em relação a atenção que as empresas dão em relação aos impactos ambientais promovidos pela organização.

A maioria das empresas conta com sistemas de gestão ambiental para melhorar o desempenho de sua organização, reduzir custos, conquistar novos clientes e melhorar a imagem pública.

Esses sistemas de gestão ambiental tratam do impacto ambiental das atividades de uma organização, bem como ajudam a estabelecer metas, processos e procedimentos que irão melhorar o impacto que a empresa tem sobre o meio ambiente e a saúde do público. Eles também abrem caminho para que as organizações se tornem certificadas pela ISO 14001.

Ao implementar um sistema de gestão ambiental, as organizações podem melhorar continuamente seu desempenho ambiental, ajustando processos e procedimentos. Mas esses sistemas de gestão ambiental também podem ajudar a resolver questões não regulamentadas, incluindo conservação de energia, bem como promover um controle operacional mais forte.

Neste artigo, discutiremos um pouco sobre os seguintes pontos:

O que é a Gestão Ambiental?

O que é a Gestão Ambiental?

A gestão ambiental pode ser considerada todas as práticas, políticas e procedimentos que uma organização realiza para cumprir a legislação ambiental local, estadual e / ou federal.

De modo geral, isso significa monitorar suas liberações de produtos químicos e outros subprodutos para o ar, água ou de que forma é o gerenciamento dos resíduos gerados.

Existem muitas perspectivas diferentes sobre por que a gestão ambiental é necessária. Esse entendimento pode variar muito, dependendo da cultura corporativa e função. Para os fins deste artigo, vamos supor que você seja um profissional responsável pela gestão ambiental.

A gestão ambiental em um ambiente corporativo tem como objetivo final garantir as operações não prejudiquem o meio ambiente. O efeito que nossas ações têm sobre o ar, a água e a vida selvagem ao nosso redor devem ser medidos e quantificados, através de métricas e estratégias definidas previamente.

Estritamente falando sobre resíduos, a gestão ambiental também é necessária porque é uma obrigação determinada por legislações em quase todos os tipos de negócios.

Só a nível Federal, pode-se citar a Política Nacional de Resíduos Sólidos (Lei 12.305/2010), a Resolução CONAMA 357/2005 e a Lei de Crimes Ambientais (Lei nº. 9.605/1998), onde estabelecem obrigatoriedades, sanções e multas referentes a gestão de resíduos.

A gestão ambiental se torna necessária, ainda, pois há um ônus da prova sobre as empresas por meio de suas licenças (condicionantes ambientais), exigindo a manutenção de registros e relatórios regulares.

Como tal, as empresas precisam manter dados sobre seus inventários, usos de produtos químicos, geração de resíduos, emissões atmosféricas, descargas de efluentes, dentre outros, a fim de fornecer relatórios de conformidade aos órgãos ambientais.

Você também precisará desses registros caso um auditor venha inspecionar suas instalações; eles sem dúvida pedirão para ver seus registros. Veremos isso logo abaixo no tópico da ISSO 14001.

Hoje, a maioria das organizações também considera a gestão ambiental uma necessidade comercial. Isto porque o processo a gestão contribuir na administração dos bens e recursos, resultando em custos operacionais mais baixos. Isso às vezes é chamado de sustentabilidade corporativa.

O papel do gestor ambiental

O papel do gestor ambiental

Um gestor ambiental está envolvido diretamente no gerenciamento dos requisitos de regulamentos ambientais em uma organização.

São responsáveis por aconselharem as organizações sobre como minimizar seu impacto no meio ambiente e, em alguns casos, supervisionam a implementação de estratégias de redução de impacto.

Normalmente, também desenvolvem e medem o sucesso dos esquemas de gestão de resíduos, energia renovável, reciclagem, redução da poluição e prevenção da poluição.

Os gestores ambientais trabalham em uma organização para examinar suas atividades corporativas e localizar a área de melhoria em sua prática de sustentabilidade ambiental, para que funcione em conformidade com as diretrizes formuladas pelas autoridades regulatórias federais, estaduais e locais.

De modo geral, a função de gestor ambiental dentro de uma organização inclui:

  • Implementar e Supervisionar as estratégias necessárias para garantir a sustentabilidade corporativa;
  • Coordenar a gestão de todas as tarefas relacionadas ao controle de poluição, processos de reciclagem, gestão de resíduos, gestão de saúde ambiental e de recursos;
  • Implementar políticas e práticas ambientais na organização, garantir a sua autenticidade e validá-la em conformidade com as autoridades reguladoras ambientais;
  • Auditar e analisar os relatórios de desempenho ambiental, reportando-os sempre aos stakeholders;
  • Realizar avaliação de impacto para identificar o risco ambiental e trabalhar no sentido de gerenciar a redução geral de custos na implementação do programa;
  • Gerir o sistema de gestão ambiental da empresa.

O perfil de um gestor ambiental necessita de um profissional altamente dinâmico, sendo necessário saber trabalhar em equipe e dialogar com as diferentes áreas da organização. Desde o administrativo, passando pelo operacional, financeiro, recursos humanos: rodos setores fazem parte do gerenciamento ambiental, e cabe ao gestor estabelecer total interação entre eles.

Gestão ambiental

A ISO 14000

Com a pressão crescente de todos os ângulos para que as empresas reduzam seu impacto ambiental, você pode estar começando a considerar quais medidas pode tomar para reduzir o desperdício em seus negócios.

Em sua pesquisa você pode ter encontrado Sistemas de Gestão Ambiental (SGA) e a certificação ISO 14001. Para entender a abordagem da ISO 14001 para gerenciamento de resíduos um pouco melhor, vamos nos aprofundar nos processos relevantes descritos na norma e como a redução de resíduos pode ser benéfica para o seu negócio.

A Organização ISO

A Organização ISO

A Organização Internacional de Padronização (ISO) é a maior desenvolvedora mundial de Padrões Internacionais voluntários. Seus padrões oferecem soluções e melhores práticas para quase todos os tipos de tecnologia e negócios, ajudando empresas e organizações a aumentar o desempenho enquanto protegem os consumidores e o planeta.

Desenvolvidos por meio de consenso global, seus padrões visam quebrar as barreiras ao comércio internacional. Alguns padrões bem conhecidos incluem ISO 9001 (Gestão de Qualidade), ISO 14001 (Gestão Ambiental) e ISO 45001 (Gestão de Saúde e Segurança Ocupacional).

A Certificação Ambiental ISO 14001

A ISO 14001 é o padrão internacional para sistemas de gestão ambiental. Este padrão permite que as empresas configurem um SGA que as ajudará a reduzir o desperdício, melhorar a eficiência dos recursos e cortar o custo da gestão de resíduos.

Qualquer empresa, de qualquer porte, em qualquer setor pode implantar a norma ISO 14001 e solicitar a certificação de seu plano de gestão ambiental. Isso torna o ISO 14001 um dos padrões mais populares do mundo.

Benefícios Certificação Ambiental ISO 14001

Obter a certificação ISO 14001 pode ser uma ferramenta útil para adicionar credibilidade, demonstrando que seu produto ou serviço atende às expectativas de proteção ambiental de seus clientes. E para alguns setores, a certificação pode ser um requisito legal ou contratual.

Somado a isso, podemos listar ainda como benefícios da certificação:

  • Redução de custo: melhore gerenciamento de recursos, resíduos e energia;
  • Aumento de eficiência: analise do ciclo de vida do produto para reduzir o impacto ambiental;
  • Credibilidade corporativa;
  • Cumprimento das legislações ambientais pertinentes.

Importância da gestão ambiental nas empresas

Importância da gestão ambiental nas empresas

Acima, focamos principalmente em por que as empresas são “obrigadas” a fazer gestão ambiental. Mas talvez, você ainda esteja perguntando quais os reais benefícios da gestão ambiental? O que uma empresa ganha com a manutenção de registros ambientais além de evitar multas?

Na verdade, há uma ampla gama de benefícios comerciais que fazem com que a gestão ambiental valha o seu tempo.

1) Gestão de recursos

Como o gerenciamento ambiental coloca o foco no uso de material (quanto de um material ou produto químico entra em sua instalação versus o que sai como produto ou resíduo), ele fornece dados concretos para medir e melhorar seus custos de material.

Por exemplo: imagine uma gráfica. A gestão ambiental, através das métricas ambientais definidas, pode informar a quantidade de papéis impressos que são descartados todos os dias. Esta informação irá de nortear para saber de que forma os cartuchos dessa impressora estão sendo consumidos; a frequência de troca de cartuchos; estratégias pare reduzir o consumo de papéis e tinta; e assim por diante.

Se uma estratégia definida, você dificilmente irá conseguir quantificar a eficácia das impressoras ou avaliar com precisão o custo real de cada processo.

Este princípio pode ser amplamente aplicado a qualquer um de seus processos onde os materiais entram em sua organização, mas são, em parte, perdidos como resíduos durante o processamento.

2) Cultura Organizacional

Você também pode ver os benefícios da gestão ambiental do ponto de vista da cultura do local de trabalho: a força de trabalho está cada vez mais priorizando a pegada ambiental de uma empresa como parte de como avalia a satisfação no trabalho e a lealdade dos funcionários.

Uma empresa que não demonstra responsabilidade ambiental se coloca como risco crítico por ser competitiva na atração de profissionais que buscam agregar e inovar na área.

Sim, você pode não ter problemas para encontrar alguns funcionários se tiver um histórico de conformidade inadequado, mas ao mesmo tempo, terá dificuldades em manter o tipo de funcionário que deseja também ser defensor da marca e ajudar a promover sua organização no mercado.

software online de emissão de mtr online

3) Valor de Mercado

No tópico de mercados, os consumidores também são experientes quando se trata de apoiar marcas que levam a gestão ambiental a sério.

Isso pode significar conceitos de larga escala, como sustentabilidade e divulgação da pegada de carbono, mas também vai para o nível de conformidade de autorização simples.

A fim de avaliar ações de sustentabilidade em negócios globais, a revista canadense Corporate Knights divulga, anualmente, seu ranking das companhias mais sustentáveis do mundo. A revista avalia, por exemplo, percepções, expectativas e atitudes dos consumidores sobre sustentabilidade corporativa.

Como um software de gestão de resíduos pode auxiliar?

Como um software de gestão de resíduos pode auxiliar?

Gerenciar a gestão ambiental é uma função crítica em qualquer organização, não apenas para economizar tempo e dinheiro, mas também para prevenir impactos adversos no meio ambiente.

Quanto mais tempo os problemas de conformidade ambiental são ignorados e mal gerenciados, mais complexos se tornam os problemas.

Pensando nisso, o sistema VG Resíduos permite que você gerencie e reduza o desperdício, garanta a conformidade regulatória e melhore seu desempenho ambiental.

O uso da plataforma ira possibilitar para sua organização:

  • Simplificação e melhoria dos resíduos: otimize o gerenciamento de resíduos em sua organização por meio de perfis de resíduos. Identifique facilmente as fontes de resíduos, obtenha visibilidade e supervisão dos fornecedores e aumente a eficácia rastreando o movimento, quantidade e tipo de resíduo;

  • Controlar os custos relacionados ao lixo: identifique e selecione os transportadores de resíduos e instalações de descarte mais econômicos.

  • Automatize o gerenciamento de faturas vinculadas a empresas terceirizadas de descarte. Faça uma estimativa precisa de todos os custos para a eliminação de resíduos programada e futura pelos corretores; e

  • Garantia de conformidade regulamentar: reduza os riscos de não conformidade, rastreando todas as normativas pertinentes vinculados ao perfil do resíduo gerado, licenças de instalação e suas datas de validade;

Podemos concluir, portanto, que um sistema de gestão ambiental deve fazer parte do sistema de gestão geral de uma empresa e incluirá a estrutura organizacional, atividades de planejamento, responsabilidades, práticas, processos, procedimentos e recursos.

Todos esses aspectos auxiliam no desenvolvimento e implementação da Política Ambiental de uma empresa.

Gostou desse assunto ou acha ele relevante? Compartilhe nas redes sociais ou deixe seu comentário abaixo.

Gerenciamento de resíduos

Compartilhe!


Curtiu este post?

Avaliação: 0.0/5