Sistema B na indústria alimentícia: quais os benefícios?

Curtiu este post?

Avaliação: 0.0/5

29/07/2021

Sistema B na indústria alimentícia

Você conhece os benefícios do Sistema B na indústria alimentícia? A pauta da sustentabilidade tem ganhado cada vez mais força nos últimos anos. Essa expansão é motivada pela conscientização de toda a população quanto às questões ambientais e sociais, o que pressiona os setores a se posicionarem de forma adequada quanto ao assunto. Além disso, essa crescente também é motivada pela comprovação de que investir em sustentabilidade contribui para alavancar resultados a longo prazo e fortalece a marca.

Nesse contexto, movimentos como o Sistema B ganham força, uma vez que tem como foco impulsionar o desempenho social e ambiental das empresas. No que se refere ao Sistema B na indústria alimentícia, por exemplo, aplicar a ferramenta de Avaliação de Impacto B e acompanhar a melhoria da organização quanto aos critérios requeridos para ser uma empresa B, podem trazer inúmeras vantagens sociais, econômicas e ambientais para esse modelo de negócio.

Veja abaixo o que abordaremos neste artigo:

Quer conhecer um pouco mais sobre o tema? Acompanhe!

Agende uma demonstração Online

Sistema B na indústria alimentícia: o que é? por que é importante?

Sistema B na indústria alimentícia

O Sistema B é um movimento internacional com o objetivo de mobilizar liderança, com o foco em transformar as empresas por meio da geração de valor para a sociedade. O foco desse movimento é convocar as organizações a não mais atentar-se apenas em serem lucrativas, mas também no valor compartilhado que produzem, ou seja, no retorno que geram para a sociedade e para o meio ambiente.

A empresa que desejar fazer parte do Sistema B e receber o reconhecimento da Certificação B Corp, creditada pelo B Lab, uma organização sem fins lucrativos, devem realizar a Avaliação de Impacto B (BIA), por meio de uma ferramenta online e gratuita, disponibilizada no próprio endereço virtual do movimento. Essa avaliação permite mensurar o desempenho da operação organizacional em cinco áreas distintas: Governança, Trabalhadores, Clientes, Comunidade e Meio Ambiente.

Essa ferramenta possibilita, portanto, que a empresa avalie seu desempenho social e ambiental, adequando-se às práticas mais sustentáveis. No caso da indústria alimentícia, por exemplo, esse segmento de negócio gera grandes impactos ambientais, por meio da grande produção de resíduos sólidos pela qual é responsável e do intenso uso e ocupação do solo necessário para a execução dessa atividade. Além disso, a indústria alimentícia pode contribuir de forma significativa para acentuar alguns desajustes, presentes no mundo, e especialmente no Brasil, como a fome e as desigualdades sociais.

Dessa forma, é de extrema importância que a indústria alimentícia invista em certificações, como a Certificação B Corp, com o intuito de avaliar e monitorar seu desempenho social e ambiental, e propor melhorias contínuas.

Sistema B na indústria alimentícia: há diferença?

Sistema B na indústria alimentícia

Na Avaliação de Impacto B (BIA), a organização do setor de alimentos irá mensurar seu desempenho operacional em grandes áreas, por meio do preenchimento de um formulário online e gratuito. Essas dimensões são subdivididas em temas específicos, como descrito a seguir:

  • governança: transparência e prestação de contas;
  • trabalhadores: compensação, benefícios e treinamento, trabalhador proprietário e ambiente de trabalho;
  • comunidade: produtos e serviços da comunidade, consumidores e distribuidores, geração de emprego, diversidade, engajamento e doação;
  • meio ambiente: produtos e serviços ambientais, práticas ambientais, uso do solo e reflorestamento, energia água e materiais, emissões, gestão dos recursos ambientais e transporte.

As perguntas de cada dimensão são de acordo com o segmento de negócio das empresas, o que possibilita que além da organização mensurar o seu desempenho social e ambiental com uma ferramenta já consolidada, ainda possa fazer uma análise comparativa ou benchmarking com outras organizações com o mesmo modelo de negócio.

Como uma empresa da indústria alimentícia pode ser certificada?

Para receber a Certificação B Corp, as empresas da indústria alimentícia devem seguir alguns passos, quais sejam:

  1. completar a Avaliação de Impacto B (BIA);
  2. enviar sua Avaliação de Impacto B (BIA) para revisão;
  3. esperar na fila de avaliação;
  4. passar pela avaliação;
  5. esperar na fila de verificação;
  6. passar pela verificação;
  7. realizar o pagamento da taxa anual;
  8. cumprir os requisitos legais de uma Empresa B.

É importante ressaltar que para as organizações receberem o reconhecimento do Sistema B é preciso atingir uma pontuação mínima de 80 pontos na Avaliação de Impacto B, bem como é necessário também que cumpram alguns requisitos, como:

  • possuir mais de 12 meses de operação;
  • adicionar as Cláusulas B aos seus documentos.

Quais benefícios e vantagens para as empresas alimentícias?

Sistema B na indústria alimentícia

Dentre as vantagens da participação das empresas alimentícias no movimento do Sistema B estão o acesso a uma ferramenta que possibilita uma análise detalhada do desempenho da empresa quanto às dimensões sociais e ambientais. Além disso, essa avaliação permite também realizar uma análise comparativa entre empresas do mesmo setor, possibilitando uma melhoria contínua, promovendo a inovação e a adoção de boas práticas.

É importante ressaltar também que as empresas que possuem a Certificação B Corp, são empresas reconhecidas no mercado pela preocupação com o meio ambiente e a sociedade, sendo bem posicionadas quanto à sustentabilidade. Com uma maior sensibilização da população quanto ao consumo consciente, empresas que possuem esse reconhecimento saem na frente da concorrência e fortalecem a sua marca.

Qual sua importância e como interfere na Gestão Ambiental e Gestão dos Resíduos?

A indústria alimentícia possui um grande potencial de geração de impactos ambientais e sociais, pois dentre as suas atividades estão elencadas o uso intenso do solo, água e demais recursos ambientais, além da grande geração de resíduos em toda a cadeia produtiva, mas especialmente no produto final, por conta das embalagens, que em sua maioria são de um material não biodegradável.

Além disso, no que se refere às empresas alimentícias, desperdícios ou gerenciamento inadequado dos recursos na cadeia produtiva podem representar um impulsionamento de desajustes sociais como a fome e as desigualdades.

Portanto, mensurar, monitorar e efetuar melhorias constantes na operação dessas organizações, com foco em sustentabilidade, como o Sistema B direciona, pode assegurar que as empresas desse modelo de negócio melhorem significativamente a sua gestão ambiental, bem como a sua gestão de resíduos, adotando práticas mais inovadoras.

Como a VGR, como um software de gestão ambiental, pode auxiliar o Gestor Ambiental?

Sistema B na indústria alimentícia

Os sistemas de gestão ambiental, mais especificamente o processo de gerenciamento dos resíduos sólidos, especialmente os resíduos sólidos produzidos pelas empresas alimentícias, que possuem uma longa cadeia produtiva, em geral, envolvem diversas etapas, que são determinantes para a redução dos impactos sociais e ambientais gerados, permitindo que as organizações desse setor estejam aptas para concorrer a certificações, como a do Sistema B na indústria alimentícia.

Diante do exposto, o software VGR se apresenta com excelente opção no que compete a sistemas de informação integrados para o gerenciamento adequado de resíduos sólidos. O software é capaz de auxiliar o empreendedor, uma vez que mantém todas as informações e documentos gerados automaticamente em um ambiente único e confiável.

Dessa forma, por meio da utilização do software VGR, é possível obter informações relevantes sobre o tipo de resíduo que está sendo gerado, as quantidades dos respectivos tipos de materiais, bem como realizar todo o acompanhamento da destinação final adequada de todos os resíduos gerados.

Por fim, neste artigo, você conheceu a Certificação B, bem como a sua importância para as empresas alimentícias, além de entender a relevância desse reconhecimento para os consumidores atualmente. Foram apresentados os benefícios de se obter essa certificação para as empresas desse setor, com destaque para a melhoria contínua da operação, além da transparência com o relato adequado do desempenho social e ambiental da empresa e da análise comparativa com outras empresas do setor e adoção de boas práticas inovadoras.

Gostou desse assunto ou acha ele relevante? Compartilhe nas redes sociais ou deixe seu comentário abaixo.

software online de emissão de mtr online

Compartilhe!


Curtiu este post?

Avaliação: 0.0/5