Vender ou tratar resíduos: o que é mais lucrativo para sua empresa?

Vender ou tratar resíduos: o que é mais lucrativo para sua empresa?
Avalie este post

Vender ou tratar resíduos

Vender ou tratar resíduos? Essa é uma dúvida das geradoras de resíduos sobre o que é mais lucrativo. Um primeiro passo importante para a empresa descobrir o que aumenta mais a renda do negócio é analisar as sobras geradas. Fazendo um diagnóstico dos resíduos produzidos é possível saber se é mais lucrativo o tratamento ou a venda.

As empresas geradoras podem vender ou tratar resíduos e ganhar dinheiro com isso. No mercado há alternativas rentáveis para os materiais que anteriormente eram simplesmente destinados a aterros. Confira!

Venda de resíduos

Vender ou tratar resíduos

O mercado de venda de resíduos esta em crescente expansão. Principalmente após serem lançado no mercado plataformas de venda e compra de resíduos.

Os geradores têm descoberto que é possível lucrar com os resíduos  ao invés, simplesmente, de ter gastos para descartá-los adequadamente. Essa é uma excelente alternativa para complementar os rendimentos do negócio, além de evitar o desperdício. Além disso, a venda de resíduo é uma oportunidade de incrementar o processo produtivo.

Contudo, a dificuldade dos geradores é estruturar a negociação e descobrir como vender resíduo. Por isso a negociação online de resíduos é uma excelente oportunidade das empresas darem uma destinação ambientalmente correta para os seus resíduos. Além do mais, contribui para que a organização aumente seus rendimentos com a venda dos resíduos.

A negociação online de resíduos tem a função de servir como guia para promoção de oportunidades de negócios, conciliando ganhos econômicos com ganhos ambientais. Tudo isso através do anúncio de resíduos para compra, venda, troca ou doação.

Nas plataformas de negociação os resíduos são classificados por categorias de procedência e subdivididos em função da sua qualidade, acondicionamento, uso ou negociação pretendida. O principal foco é a reutilização ou reciclagem desses resíduos.

A negociação online de resíduos é um importante instrumento de gerenciamento de resíduos.

Tratamento de resíduos

Vender ou tratar resíduos

Ao tratar resíduos empregamos tecnologias apropriadas com o objetivo de neutralizar as propriedades perigosas dos resíduos. Também, transformamos em um material que pode ser empregado como matéria prima em um processo produtivo.

Neste caso, essa transformação pode gerar uma matéria prima secundária ou primária, exemplos indústrias de papel que utilizam o resíduo de papel em seu processo.

Há vários tratadores de resíduos que utilizam as diversas tecnologias existentes que vão desde a reciclagem até a disposição final de rejeitos.

Na Política Nacional de Resíduos Sólidos, através da Lei 12.305/2010, o tratamento de resíduos tem a quinta prioridade na gestão e gerenciamento de resíduos. Somente quando não for possível aplicar os outros princípios (não geração, redução, reutilização e reciclagem) é que deve ser empregado o tratamento.

Existem vários tipos de tratamento de resíduos. A escolha do melhor tratamento dependerá do tipo de resíduo gerado. Os tratamentos podem ser: incineração, compostagem, reciclagem, entre outros.

Vender ou tratar resíduos – a oportunidade em números

Vender ou tratar resíduos

Conforme dados divulgados pela ABRELPE o país recupera somente 13.969 t/dia de resíduos. Um valor muito baixo se considerar que são gerados 43.945 t/dia de resíduos que podem ser vendidos e tratados. Em relação a valores financeiros o Brasil perde cerca de R$ 120 bilhões por ano em produtos que poderiam vendidos ou tratados.

O que isso quer dizer? Que é possível lucrar com resíduos, além de cumprir com as leis ambientais referentes ao gerenciamento de resíduos. O ideal é que as geradoras gerenciem corretamente os resíduos usando tecnologias que diminuam os materiais produzidos e descartados, ou seja, tratem seus resíduos. Existe também uma alternativa ecologicamente correta e rentável: vender os resíduos para tratadoras que reciclem os materiais.

Um primeiro passo importante para a empresa escolher entre vender ou tratar resíduos é analisar as sobras geradas. Fazendo um diagnóstico dos resíduos produzidos é possível saber se é mais lucrativo vender ou tratar.

É importante que a geradora entenda a classificação e a caracterização dos resíduos.

Quanto à classificação, determinada pela NBR 10.004/04 da ABNT, os resíduos são classificados como:

  • resíduos Classe I – Perigosos:  apresentam periculosidade e características como inflamabilidade, corrosividade, reatividade, toxicidade e patogenicidade;
  • resíduos Classe II A – Não Inertes:  Podem ter propriedades como: biodegradabilidade, combustibilidade ou solubilidade em água;
  • resíduos Classe II B – Inertes: não se decompõem e não sofrem alteração da sua composição com o passar o tempo. Em contato com solo ou água não são poluentes, porque não liberam substâncias nocivas.

Já em relação à caracterização, os resíduos devem ser caracterizados quanto:

  • origem: em qual estado físico o resíduo se encontra; o seu aspecto; cor; se possui odor; e o grau de heterogeneidade;
  • estado físico: em qual processo originou-se; de qual atividade industrial pertence; e qual o seu principal constituinte;
  • melhor destinação: se deve ser enviado para aterro ou pode ser recuperado por empresas tratadoras.

Tipos de resíduos que permite a venda ou tratamento

Vender ou tratar resíduos

Papéis – a venda ou o tratamento do papel impede seu acúmulo nos aterros sanitários, gasta menos energia, gera renda e diminui o consumo de recursos naturais como água e madeira.

Plásticos – a aplicação do resíduo de plástico é ampla no mercado. A geradora pode enviar o resíduo para as tratadoras ou revender para empresas utilizarem o resíduo na fabricação de outros produtos.

Borrachas – o correto a se fazer com pneus e peças de borracha inutilizadas é destiná-las à reciclagem.

Pilhas e baterias – Pilhas e baterias devem ser tratadas porque contem substâncias toxicas que trazem risco a saúde e ao meio ambiente.

Materiais eletrônicos – materiais eletrônicos em desuso contem metais que podem ser recuperados e reaproveitados em outros processos.

Resíduo orgânico – esse resíduo pode ser vendido ou tratado transformando-se em biofertilizantes e biogás (que pode posteriormente servir como base para a geração de energia térmica ou elétrica).

Vender ou tratar resíduos

Como lucrar com resíduos?

Depois de identificados os resíduos gerados em seus processos. O próximo passo é decidir se o resíduo será destinados as tratadoras ou vendidos para empresas que tem interesse.

O software de negociação online de resíduos da VG Resíduos permite que organizações de todo o Brasil se cadastrem para vender e tratar resíduos.

O sistema é 100% online, com acesso 24 horas por dia. A plataforma é bem simples e didática.

A plataforma integra empresas geradoras de resíduos com aquelas que querem reutilizar os resíduos em seus processos. Também, estão reunidas na plataforma as demais organizações que são capacitadas a transportar e/ou tratar resíduos.

No Mercado de resíduos o comprador tem acesso gratuito para visualização e cadastro de resíduos, com opção de contratação de funcionalidades exclusivas. O vendedor tem opções de contrato semestral e anual. Os contratos mensais podem ser firmados para veiculação de anúncio.

Sendo assim, a escolha entre vender ou tratar resíduos depende do tipo de resíduo geradora. Um primeiro passo importante para a empresa descobrir o que aumenta mais a renda do negócio é analisar as sobras geradas. Fazendo um diagnóstico dos resíduos produzidos é possível saber se é mais lucrativo o tratamento ou a venda.

Gostou desse assunto ou acha ele relevante? Compartilhe nas redes sociais ou deixe seu comentário abaixo.

Mas quer se aprofundar um pouco mais a respeito? Leia outro artigo do nosso blog: Quatro dicas eficientes para localizar geradores de resíduos químicos

Vender ou tratar resíduos

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

© VG Residuos Ltda, 2019