Como a logística reversa pode resolver a questão das embalagens de agroquímicos?

Como a logística reversa pode resolver a questão das embalagens de agroquímicos?
5 (100%) 7 votos

Um problema preocupante no setor da agropecuária são as embalagens de agrotóxicos. Isso porque elas são altamente prejudiciais ao meio ambiente e à saúde humana. Uma das soluções para as empresas resolverem essa questão emblemática é a utilização da logística reversa para embalagens de agroquímicos. A adoção dessa prática é um modo eficiente para as organizações andarem em conformidade com as leis e normas ambientais referentes aos resíduos.

A logística reversa é um conjunto de ações que viabiliza o recolhimento dos resíduos sólidos e possibilita o retorno ao setor comercial. No caso da agropecuária, as embalagens de defensivos voltam novamente para os ciclos de produção ou da destinação final ambientalmente correta, cumprindo todos os procedimentos exigidos pelas leis e normas.

A preocupação com a preservação da natureza, faz com que as leis e normas estejam cada vez mais restritivas, principalmente no que se refere ao descarte das embalagens de defensivos.

Por essa razão tem surgido novos padrões de competitividade e preocupação com a imagem da corporação, incentivando então o cumprimento das leis e normas ambientais.

Falaremos neste artigo sobre a questão ambiental das embalagens de agroquímicos e as ações que sua empresa pode adotar para cumprir o Decreto 7404/2010.

Meio Ambiente e os agrotóxicos

Conforme o jornal Canal Rural, o Brasil é recordista mundial no recolhimento de embalagens de agrotóxicos. Nesta última década, o mercado conseguiu recolher 95% das embalagens após o uso nas lavouras.

É de conhecimento de todos que os resíduos dos agrotóxicos causam danos à natureza e à saúde dos seres humanos quando as embalagens são abandonadas no meio ambiente, podem poluir o solo e os rios.

Para evitar esse tipo de situação, o agricultor que não devolver a sua embalagem em cumprimento ao Decreto 7404/2010, é autuado e multado, com chances inclusive de ser preso por crime ambiental.

Por determinação legal, os fabricantes de embalagens devem promover a correta destinação das embalagens vazias. Vejamos abaixo a descrição do processo:

Compra do agrotóxico: no momento da compra, o estabelecimento é obrigado a colocar na nota fiscal o local para devolução das embalagens;

Lavagem: o produtor deve realizar a tríplice lavagem e após esse procedimento ele deverá fazer um furo no material com o objetivo de evitar que ele seja utilizado novamente.

A embalagem pode ficar na propriedade por no máximo 12 meses. Deverá ser apresentado a nota fiscal no ato da devolução;

Tríplice lavagem: quando finalizada a utilização do agrotóxico, o lavrador deve inserir ¾ de água dentro da embalagem, balançar e inserir novamente no pulverizador, e aplicar na lavoura. Evitando assim o desperdício e realizando corretamente a lavagem da material;

Pontos de entrega: O Instituto Nacional de Processamento de Embalagens (INPEV) tem cadastro de cerca de 400 unidade de recebimento de embalagens vazias, em 25 estados brasileiros, e são gerenciadas por cerca de 260 associações de revendedores;

– Recolhimento: o fabricante recolhe as embalagens nos postos de recebimento. Estando as embalagens limpas, conforme o procedimento correto, estas são recicladas. Caso estejam sujas, são encaminhadas para incineração;

Reciclagem: grande parte das embalagens são reaproveitadas como: tubos para construção, baterias de automóveis ou podem ser novamente utilizadas como embalagem de agrotóxicos.

A VG Resíduos pode fornecer para a sua empresa todo conhecimento dos seus consultores no que diz respeito ao gerenciamento dos resíduos, principalmente na questão das embalagens de agroquímicos.

Com a VG Resíduos, você evita autuações e multas relacionadas aos procedimentos incorretos da logística reversa das embalagens de agrotóxicos, e ainda podemos indicar empresas interessadas nos seus resíduos.

Isso é possível através da plataforma Mercado de Resíduos que possibilita o encontro entre para empresas geradoras e compradoras de resíduos. A ferramenta é totalmente gratuita e pode ser utilizada por organizações de grande a pequeno porte.

Procedimento da logística reversa das embalagens de agroquímicos

A logística reversa é um conjunto de ações que viabilizam a coleta e a reutilização dos rejeitos de uma empresa, com o intuito de reaproveitar em seu próprio ciclo ou em outros ciclos de produção, e ainda a destinação final ambientalmente correta.

Quando as embalagens de agrotóxicos são devolvidas corretamente, cumprindo-se todo o processo de lavagem, garante-se o respeito pelo meio ambiente e ao homem e ainda agrega valor à agricultura mais sustentável.

De acordo com o Sistema Nacional de Informações sobre a Gestão dos Resíduos Sólidos (SINIR): a destinação de embalagens vazias e de sobras de agrotóxicos e afins deveram atender recomendações técnicas apresentadas na bula, no momento da compra do produto. Após o prazo de 12 meses, o responsável deverá realizar a tríplice lavagem (conforme a Norma Tecnica NBR 13968) e entregar no local indicado.

Os estabelecimentos aptos a receberem as embalagens devidamente lavadas, deverão estar com suas instalações adequadas para o recebimento e armazenamento, até que sejam recolhidas pelas empresas titulares do registro, responsáveis pela correta destinação final destes resíduos.

Estes estabelecimentos deverão fornecer comprovantes de recebimento das embalagens, contendo no mínimo as informações citadas abaixo:

– nome da pessoa física ou jurídica que realizou a devolução;

– data do recebimento;

– quantidades e especificações das embalagens.

Detalhes dos estabelecimentos receptores destas embalagens

Os estabelecimentos que são destinados às atividades que envolvem embalagens de agrotóxicos e afins, devem ter obrigatoriamente a licença ambiental.

Essas empresas que recebem as embalagens assim como outras do ramo agropecuário, podem implantar o Sistema de Gestão Ambiental (ISO ABNT 14001). A certificação na norma já permite e indica a implementação do sistema de logística reversa em suas atividades, como por exemplo: o retorno das embalagens de agroquímicos para os estabelecimentos corretos.

Com todas as obrigações legais e normativas em dia, a sua organização pode melhorar as margens de lucro, obter preços mais competitivos, além de alcançar um conceito mais elevado da imagem da empresa perante no mercado no que diz respeito a sustentabilidade. Tudo isso com o recolhimento correto das embalagens e resíduos no fim da sua utilização.

Caso o seu empreendimento trabalhe com embalagens de defensivos e afins, entre em contato com a Verde Ghaia para obter todo suporte no que diz respeito à logística reversa das embalagens de agrotóxicos.

A VG Resíduos dará auxílio para entendimento e cumprimento das resoluções, normas e legislações referentes ao assunto. Também oferece o software para o gerenciamento de resíduos.

Entre em contato com a equipe da VG Resíduos, pelo telefone (31) 2127-9137 ou pela nosso site.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

© VG Residuos Ltda, 2019