A importância da logística reversa em seus negócios

Curtiu este post?

Avaliação: 0.0/5

03/11/2021

logística reversa

A logística reversa é uma abordagem sistêmica do desenvolvimento econômico projetada para beneficiar as empresas, a sociedade e o meio ambiente.

Estratégias inteligentes para reutilizar, reformar e reciclar produtos e matérias-primas não só beneficiam o meio ambiente, mas também economizam dinheiro e aumentam os lucros.

Enquanto as empresas às vezes lutam para encontrar maneiras de tornar suas cadeias de suprimentos mais ecologicamente corretas, um subconjunto da cadeia de suprimentos se destaca como inerentemente verde: a logística reversa. Como a logística reversa, por definição, inclui processos como remanufatura, reforma, reciclagem, reutilização e recuperação de ativos, o envolvimento em atividades de logística reversa garante às empresas um caminho ambientalmente adequado.

Neste artigo, entenderemos um pouco mais sobre a importância da logística reversa em seus negócios. Acompanhe!

Novas diretrizes para emisssão do MTR online baseado na portaria 280 do MMA / Sinir

O que é Logística Reversa

logística reversa

De acordo com Lei Federal 12305/12, nossa PNRS, a logística reserva caracterizado por um conjunto de ações destinados a viabilizar a coleta e a restituição dos resíduos sólidos ao setor empresarial, para reaproveitamento, em seu ciclo ou em outros ciclos produtivos, ou outra destinação final ambientalmente adequada.

Trata-se, portanto, de um processo de gerenciamento de mercadorias desde o ponto de consumo até o ponto de origem. Seu objetivo é maximizar a recuperação de ativos e a eficiência da cadeia de suprimentos, reduzir custos e melhorar a experiência do cliente. Essas funções essenciais que envolvem a logística reversa incluem gerenciamento de resíduos, liquidação, logística de peças de serviço e reparo e reforma. É o meio mais rápido, econômico e sustentável de descartar, reciclar ou revender os produtos que estão entrando novamente em suas cadeias de suprimentos.

Qual a importância da logística reversa em seus negócios?

logística reversa

O conceito reconhece a importância econômica nos processos, e de que ela precisa funcionar de forma eficaz em todas as escalas - para grandes e pequenas empresas, para organizações e indivíduos, global e localmente.

O ciclo tradicional do produto termina quando o cliente final faz sua compra. No entanto, agora, o ciclo de vida do produto foi expandido para incluir a dissolução do produto depois que o usuário final extraiu seu uso ou valor máximo.

Por meio de operações eficazes de logística reversa, as empresas também podem eliminar processos de devolução ineficientes que resultam em movimentos de transporte desnecessários, ajudando a reduzir as emissões de carbono e a melhorar a qualidade do ar. É difícil argumentar contra essa lista de atributos verdes. Mas a gente sabe: o “verde” ambiental só é viável se não custar muito do outro tipo de verde ($$$).

Ao contrário do que alguns profissionais de logística suspeitam, é possível gerenciar os processos de logística reversa de forma amigável ao meio ambiente e aos resultados financeiros.

Benefícios da Logística Reversa

logística reversa

O benefício que a logística reversa traz para as empresas varia de três a 15% do resultado geral, de acordo com estimativas da Reverse Logistics Association - RLA.

Um dos casos de sucesso que pode se citar é da gigante do mundo eletrônico CISCO. A parceria com um fornecedor terceirizado e a renovação de seus processos de logística reversa transformaram a função de logística reversa da empresa em um centro de custo em uma fonte de lucro. O que foi uma perda de US $ 8 milhões para a Cisco no ano de 2005 se tornou um gerador de receita de US$ 147 milhões em 2009.

Outro exemplo de logística reversa que contribuiu fortemente para os resultados financeiros é a produtora de eletrônicos móveis Palm Inc. A empresa renovou seus processos de logística reversa para se concentrar na renovação de seus produtos e agora os revende usando canais secundários, como uma loja corporativa e varejista online. Graças à reformulação, a Palm diminuiu os custos de processamento em 50%, reduziu o estoque de mercadorias devolvidas para menos de duas semanas e triplicou a taxa de recuperação do produto.

Às vezes, encontrar uma maneira de fazer a logística reversa compensar é apenas uma questão de olhar além dos motivos de lucro de curto prazo para negócios de longo prazo e ganhos ambientais.

É preciso considerar oportunidades de colaboração dentro de sua cadeia de suprimentos e ROI da organização a longo prazo, pesando os benefícios intangíveis de ser ambientalmente adequado: relações públicas positivas e lealdade do consumidor.

Mas é mais simples do que isso. O próprio objetivo da logística reversa é também o que a torna inteligente do ponto de vista econômico: livrar-se do lixo, que custa caro para os lucros e é prejudicial ao planeta. Toda a ideia da logística reversa é reduzir o que é usado para fabricar um produto; reaproveitar componentes que possam ser recuperados economicamente, pelo maior tempo possível. Então, no final de sua vida útil, recicle esse produto para obter o máximo de vida e lucrar com ele.

Boas práticas

logística reversa

Como as empresas podem começar a implementar processos de logística reversa que geram resultados financeiros mais saudáveis? Aqui estão algumas práticas recomendadas:

Compreenda o seu produto do início ao fim O primeiro passo é entender verdadeiramente o impacto do produto, desde o início do processo de fabricação até o final de sua vida útil.

As organizações precisam entender quais recursos são usados ​​em seu processo de fabricação; se algum desses produtos é perigoso; quais componentes podem e não podem ser recuperados e reutilizados. Em seguida, eles precisam examinar os vários fluxos de resíduos e saídas associadas ao processo.

Essa abordagem significa pensar em logística reversa no início do ciclo de vida de um produto e projetar tendo em mente sua disposição final. Não adote uma solução de fim de linha; em vez disso, comece com a conceituação e design inicial do produto. Projetar um produto de forma a reduzir a quantidade de materiais perigosos usados ​​e maximizar o uso desses materiais para que possam ter uma vida útil prolongada, reduzirá o impacto ambiental geral do produto a longo prazo.

Esse aspecto de “projetar com o meio ambiente em mente” da logística reversa é fundamental para a fornecedora global de telecomunicações Ericsson. A empresa ajustou seus projetos para reduzir o consumo de energia operacional; reduzir o peso e o volume do produto; remover substâncias proibidas ou restritas; e tenha em mente o descarte do produto durante todo o processo de desenvolvimento do produto. A filosofia ajudou a Ericsson a diminuir a pegada de matéria-prima de seus produtos em 70 vezes nos últimos 10 anos.

Seja criativo sobre como encontrar valor Quando os produtos são devolvidos a um fabricante (ou a um terceiro que lida com a logística reversa para o fabricante), geralmente surgem vários cenários:

  • O produto ainda está funcionando e pode ser reembalado, reparado ou remanufaturado – se necessário – e vendido como mercadoria recondicionada em um mercado secundário;
  • O produto não funciona mais, mas pode ser colhido para peças que ainda têm valor; ou
  • O produto chegou ao fim de sua vida útil e deve ser descartado de alguma forma.

Em cada um desses pontos, as empresas podem ser criativas sobre como encontrar valor no produto, sem deixar de aderir às práticas ambientalmente adequadas.

Uma das partes mais ecológicas da logística reversa é que ela transforma o material que costumava parar no aterro em algo útil.

Considere o lixo eletrônico - como o plástico em cartuchos de impressora usados ​​ou em invólucros de telefones celulares. Eles são uma grande questão ambiental para os fabricantes de eletrônicos de hoje porque os produtos geralmente não têm valor na cadeia de abastecimento de reciclagem e são difíceis de descartar.

Para combater esse problema e encontrar valor adicional para seus clientes, a Solví tem como parceira no tratamento do lixo eletrônico a Umicore, na Bélgica, que faz o trabalho de refino desse material. A Umicore paga à Solví por baterias e placas de circuito impressas, presentes nos aparelhos descartados. Depois, separa tudo o que é metal e lhe dá uma nova destinação. O processo faz com que seja possível recuperar 17 tipos de metais presentes em seus componentes.

Não se esqueça do transporte Embora grande parte da logística reversa se concentre em produtos devolvidos e na melhor forma de reutilizá-los ou descartá-los de maneira econômica e ecologicamente correta, o processo também tem uma variedade de implicações de transporte e pegada de carbono. Portanto, tornar os processos de devolução de mercadorias mais verdes, mas ao mesmo tempo, ignorar as preocupações com o transporte reverso, torna-se uma estratégia de logística reversa verde incompleta.

Estabelecer procedimentos de transporte de produtos e resíduos, com o correto gerenciamento, registro e controle é essencial para garantir a operação segura e adequada do sistema de logística reversa implementada. O uso de um software neste processo, como o da VGR Resíduos pode, inclusive, facilitar a gestão e tornar o sistema mais efetivo e eficiente.

Gerenciamento de resíduos

Compartilhe!


Curtiu este post?

Avaliação: 0.0/5