Gestão integrada de resíduos: no que consiste e como implementar?

O sistema de gestão integrada de resíduos consiste em um conjunto de ações voltadas para a busca de soluções para os resíduos, de forma a considerar as dimensões política, econômica, ambiental, cultural e social, sob a premissa do desenvolvimento sustentável. E, para implantar, o software da VG Resíduos pode auxiliar, uma vez que mantém todos os dados relativos à destinação de resíduos armazenados na plataforma.

Após a instituição da Lei 12.305/2010 a gestão de resíduos tornou-se obrigatória tanto para o poder público, como para iniciativa privada e o consumidor, ou seja, a responsabilidade pelo ciclo de vida dos resíduos é compartilhada por todos.

A gestão integrada de resíduos busca a redução na geração de resíduos na origem e no impacto ambiental, por meio da destinação correta dos resíduos. Saiba mais!

O que é sistema de gestão integrada de resíduos?

O sistema de gestão de resíduos integrado consiste em um conjunto de ações voltadas para a busca de soluções para os resíduos.  Essa gestão abrange a todos os tipos de resíduos (domésticos, industriais, saúde e etc.). Além disso, considera as dimensões política, econômica, ambiental, cultural e social, sob a premissa do desenvolvimento sustentável.

A implantação do sistema é de obrigação do setor publico e privado (inclui empresas, comércios, entre outros).

O sistema de gestão de resíduos integrado prevê fases que envolvem desde a sua geração até a disposição final. Sendo assim, o sistema deve ser elaborado levando em consideração os impactos ambientais produzidos pelos resíduos.

A gestão de resíduos exige um controle desde a geração, acondicionamento, coleta, tratamento e disposição final.

O sistema de gestão de resíduos integrado, em síntese, envolve os órgãos da administração pública e empresas com o propósito de realizar a coleta, o tratamento e a disposição final do resíduo. Para isso é levado em consideração às características das fontes de geração, do volume e dos tipos de resíduos. Bem como, o tratamento e disposição final ambientalmente correta.

Quem é responsável por implantar a gestão integrada de resíduos?

A responsabilidade por implantar um sistema de gestão de resíduos integrado é compartilhada entre o poder público e as empresas, além dos consumidores.

Todo gerador de resíduos deve gerenciar corretamente os resíduos gerados, devendo promover meios de minimizar a geração, maximizar o reaproveitamento e a reciclagem e dar a destinação final ambientalmente correta a eles.

A organização que não realizar o gerenciamento estará cometendo crime ambiental, com pena de reclusão de um a cinco anos.

A geradora pode terceirizar algumas etapas do processo de gerenciamento, como o transporte e o tratamento. Contudo, cabe a ela realizar uma gestão eficaz sobre seus fornecedores.

Mesmo com a terceirização, a responsabilidade pelos resíduos cabe ao gerador. Se o fornecedor não cumprir as leis ambientais que garante a adequada destinação ao resíduo o gerador sofrerá as penalidades impostas pela lei.

qualificação destes fornecedores são pontos importantes para as organizações que desejam ser reconhecidas pelo seu nível de excelência. Além disso, evita que os impactos negativos de uma má gestão de resíduos denigram sua imagem perante os clientes. Haja vista que o mercado exige mais das empresas um pensamento voltado para gestão ambiental.

É importante que os fornecedores estejam alinhados com as normas e leis relacionadas à gestão de resíduos, principalmente com a política voltada para preservação ambiental.

A gestão de fornecedores é a melhor forma de manter sobre controle possíveis riscos de que terceiros possam afetar a qualidade do seu produto ou serviço, promover passivos ambientais e comprometer a reputação da sua marca.

Como implantar o sistema de gestão de resíduos?

As empresas têm aderido ao VG RESÍDUOS como uma ferramenta capaz de centralizar as informações e possibilitar uma gestão mais estratégica do processo.

Os benefícios em ter o software da VG Resíduos são inúmeros, entre eles:

  • auxilia no cumprimento da Política Nacional de Resíduos;
  • facilita a gestão de informações e evita perdas e falhas no processo;
  • padroniza a comunicação com clientes e fornecedores;
  • minimiza a possibilidade de passivos ambientais e prejuízos para a empresa;
  • permite o controle completo de documentação e licenças;
  • otimiza a elaboração de relatórios e inventários;
  • auxilia no cumprimento de prazo, com lembretes e alertas de vencimento;
  • sistematiza as informações em gráficos para orientar a tomada de decisões estratégicas.

Com o software é possível:

software da VG Resíduos gera automaticamente todos os documentos de gestão de resíduos obrigatórios, como o MTR, CADRI, CDF e CONAMA 313.

O software pode funcionar online, desktop e móbile. O usuário informa a quantidade de resíduos gerados e a data. Também informa quem realizará o transporte e qual o tipo de tratamento será dado. Além de outras informações importantes sobre os resíduos, como sua classificação. Dessa forma, automaticamente são gerados os documentos obrigatórios para os órgãos ambientais.

Com o software é possível:

  • realizar a gestão de resíduos;
  • monitorar a quantidade de resíduos armazenados;
  • controlar licenças e demais documentos necessários, gerando automaticamente documentos como: manifesto de transporte do resíduo; ficha de emergência; ficha de segurança do resíduo químico de acordo com a legislação vigente; relatórios com gráficos; inventários; e indicadores gerenciais.

Sendo assim, conclui-se que o sistema de gestão de resíduos integrado é uma instituição da Política Nacional de Resíduos Sólidos. E, consiste em um conjunto de ações voltadas para a busca de soluções para os resíduos, considerando as dimensões política, econômica, ambiental, cultural e social, sob a premissa do desenvolvimento sustentável. O software da VG Resíduos auxilia na implantação desse sistema, uma vez que mantém todos os dados relativos à destinação de resíduos armazenados na plataforma.

Gostou desse assunto ou acha ele relevante? Compartilhe nas redes sociais ou deixe seu comentário abaixo.

 

 

Como encontrar o melhor preço para destinação de resíduos?

melhor preço para a destinação de resíduosAtualmente as empresas geradoras têm se empenhado para encontrar o melhor preço para a destinação de resíduos, pois, além de lucrar com os resíduos, evita-se prejuízos e gastos desnecessários.

A legislação brasileira, através da lei 12.305/2010, deixa claro que as empresas devem dar a destinação final adequada aos seus resíduos. O gerador deve sempre buscar alternativas ambientalmente corretas, ou seja, modelos de destinação que proteja o meio ambiente e a saúde do homem. No Mercado de Resíduos da VG Resíduos você os encontra e com o melhor preço.

Saiba mais como encontrar o melhor preço para destinar seus resíduos neste artigo!

Onde encontrar o melhor preço para destinação de resíduos?

melhor preço para a destinação de resíduos

A utilização do Mercado de Resíduos facilita as negociações entre o gerador e o tratador. Desta forma, a empresa consegue destinar seus resíduos de forma segura e com o melhor preço.

Atualmente, a popularização da internet para compra e venda de qualquer resíduo se tornou a melhor opção para a geradora localizar o melhor preço para destinação de resíduos.

As vantagens em utilizar a internet são o ganho de tempo e poder maior de negociação, pois é possível realizar uma pesquisa rápida e identificar vários tratadores de resíduos.  Antes da internet, era necessário deslocamento até o tratador, horas e horas em ligações telefônicas e longas reuniões presenciais para realizar grande parte das relações comerciais. A internet trouxe um processo de destinação rápida, acabando com a perda de tempo.

Hoje é possível localizar tratadores de resíduos a partir de paginas da internet que reúnem não apenas uma ou duas, mas várias empresas que realizam este tipo de serviço.

O Mercado de Resíduos é um desses ambientes onde geradores encontram empresas especializadas, que fornecem um serviço para dar a destinação ambientalmente final aos seus resíduos. Tudo isso através de um portal unificado de geradores e tratadores.

Vantagens do Mercado de Resíduos

melhor preço para a destinação de resíduos

A plataforma Mercado de Resíduos aumenta a chances de qualquer empresa reduzir seu custo com destinação.  Além do mais, o mercado de resíduos trás outras vantagens. Entre elas:

·      contribui para o desenvolvimento sustentável do País;

·      reduz impactos socioambientais;

·      minimiza a utilização de recursos;

·      fomenta a economia com novas opções de produtos;

·       incentiva novas tecnologias;

·      aumenta a vida útil de aterros;

·      contribui para a criação de alternativas tecnológicas de menor custo;

·      reduz os gastos com transporte e disposição em local apropriado;

·      evita a saturação de aterro e lixões e os gastos, privados e públicos;

·      gera lucro com algo que seria descartado.

Como buscar o melhor preço para destinação de resíduos?

melhor preço para a destinação de resíduos

Para encontrar o melhor preço para destinação de resíduos o gerador faz um filtro direto no mapa e encontra os fornecedores mais próximos da sua empresa. Para isso é necessário dizer qual o resíduo e a quantidade produzida.

Desta forma, a plataforma irá direcionar você para o melhor fornecedor, já com uma análise prévia de critérios como licença ambiental, preço e pontuação em relação à concorrência.

Também, pelo Mercado de Resíduos é possível encontrar transportadores de resíduos que podem realizar o transporte até o local de destinação.

A plataforma tem a função de servir como um guia para promoção de oportunidades de negócios, a fim de evitar o desperdício e permitir melhor qualidade, menor custo e menor impacto ambiental.

São mais de 2.200 empresas de todo o Brasil reunidas em um único lugar como o objetivo comum de transformar prejuízo em receita.

Como participar?

melhor preço para a destinação de resíduos

O setor de tratamento de resíduos tem potencial para transformar resíduos em lucro. Contudo, para localizar empresas que realizam a destinação ambientalmente correta e reduzir o custo com o transporte do mesmo não é tarefa fácil.

Para isso a VG Resíduos possui o Mercado de Resíduos que facilita essa negociação. E, para participar é fácil.

As empresas cadastradas ativam seus anúncios e aguardam o contato de interessados.

O comprador tem acesso gratuito para visualização e cadastro de resíduos, com opção de contratação de funcionalidades exclusivas. O vendedor tem opções de contratos semestral e anual. Os fornecedores podem firmar contratos mensais para veiculação de anúncio.

Na plataforma da VG Resíduos somente empresas que estejam em conformidade com as legislações são aceitas para compor o quadro de negociantes. Isto é, você tem segurança e confiabilidade nos serviços realizados e vendas acordadas.

A plataforma traz toda a flexibilidade e praticidade que a sua empresa precisa. Pode ser acessado de qualquer lugar do mundo, a qualquer momento.

Além da plataforma tem o software de gestão de resíduos que facilita ainda mais o monitoramento e a gestão dos processos, da documentação, dos prestadores de serviço, do atendimento às legislações aplicáveis, do planejamento de resíduos.

O software ainda conta com a metodologia que atende à Política Nacional de Resíduos e todas as outras legislações ambientais vigentes no Brasil.

Portanto, o Mercado de Resíduos gera valor para o gerador. Através dele é possível encontrar o melhor preço para destinação de resíduos. Além disso, ele possibilita transforma o resíduo em matéria-prima, que possa ser aproveitado no processo produtivo de outras empresas e, ainda, estimula a destinação correta dos resíduos e minimiza impactos ambientais.

Gostou desse assunto ou acha ele relevante? Compartilhe nas redes sociais ou deixe seu comentário abaixo.

 

Como um software online pode facilitar a gestão de resíduos farmacêuticos?

facilitar a gestão de resíduos farmacêuticos

É importante facilitar a gestão de resíduos farmacêuticos, pois são gerados diversos resíduos com componentes químicos que necessitam de cuidado especial para a sua disposição final. Por isso é necessário ter um gerenciamento eficaz.

O software de gestão de resíduos da VG Resíduos abrange desde a geração até a destinação.             Controlando qual o resíduo e quantidade que foi gerada, os períodos e as formas como foi destinado. Além disso, gera automaticamente alguns documentos que são necessários no processo e exigidos pela legislação ambiental. Saiba mais como isso é possível!

Saiba como um software pode melhorar seu controle da gestão de resíduos.

Resíduos farmacêuticos

facilitar a gestão de resíduos farmacêuticos

Conforme dados do Guia da Farmácia, o Brasil tornou-se o sexto maior mercado farmacêutico do mundo, atrás dos Estados Unidos, da China, do Japão, da Alemanha e da França. O alto consumo de medicamentos nos leva a uma preocupação com a gestão dos resíduos farmacêuticos gerados.

Mas quais são os resíduos gerados pelo setor farmacêutico? A indústria farmacêutica, em seus processos, manipula diversos componentes químicos. Desse modo os resíduos gerados nos processos, bem como os do produto final (embalagens, medicamentos vencidos, etc.) necessitam de especial cuidado quanto a sua disposição final.

Em todo esse processo são gerados resíduos provenientes de:

  • devolução e recolhimento de medicamentos do mercado;
  • descarte de medicamentos rejeitados pelo controle de qualidade;
  • perdas inerentes ao processo;
  • embalagens que transportam insumos e matérias-primas para a fabricação.

Os resíduos farmacêuticos são classificados como classe I, conforme a NBR 10.004/2004, principalmente pelas substâncias ativas e reagentes utilizados em sua fabricação. Sendo assim, significa que são resíduos perigosos, e o tipo de periculosidade pode ser identificado por meio de características como:

  • inflamabilidade: resíduos que podem entrar em combustão facilmente ou de maneira espontânea;
  • toxicidade: resíduos que agem sobre organismos vivos, provocando danos a suas estruturas biomoleculares, podem incluir aspectos carcinogênicos, teratogênicos, mutagênicos, entre outros;
  • corrosividade: resíduos que devido a sua característica ácida atacam materiais e organismos vivos;

Os resíduos farmacêuticos não são caracterizados como resíduos industriais, mesmo se forem oriundos de uma indústria. São resíduos de serviço de saúde tendo em vista que sua utilidade é voltada para tal, de acordo com a NBR 10.004/2004. E devem seguir regras imposta pela ANVISA.

Os resíduos farmacêuticos, em sua maioria são resíduos químicos. Porém a gestão deles se difere de acordo com sua finalidade, como explicado acima. Os resíduos químicos serão caracterizados conforme o seu segmento.

Você sabe a diferença entre classificação e caracterização dos resíduos?

A gestão de resíduos de empresas de segmento farmacêutico

facilitar a gestão de resíduos farmacêuticos

A correta gestão de resíduos de origem farmacêutica é normatizado tanto pelo Ministério da Saúde quanto pelo do Meio Ambiente. Esses ministérios fornecer instrumentos para que as empresas envolvidas em atividades que geram resíduos dessa natureza possam dar a disposição final adequada.

As ações do Ministério da Saúde em descarte de resíduos farmacêuticos são realizadas através da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA).

É responsabilidade dos geradores de resíduos farmacêuticos fornecerem informações documentadas referentes ao risco que os resíduos podem apresentar em seu manejo e disposição final.

Além disso, deve exigir das empresas prestadoras de serviços terceirizados a apresentação de licença ambiental para o tratamento ou a disposição final dos resíduos.

VG Resíduo pode facilitar a gestão de resíduos farmacêuticos

facilitar a gestão de resíduos farmacêuticos

Para melhorar a gestão de resíduos farmacêuticos, o uso de softwares pode ser o ideal. Com eles é possível o controle total de todos os processos de gerenciamento de resíduos, eliminando as antigas planilhas de Excel, licenças em PDF, documentos em Word. Com o software a organização realiza a gestão completa em uma única plataforma, totalmente online.

A gestão de resíduos é uma questão estratégica e de obrigação legal que as empresas farmacêuticas devem realizar. Com a gestão é possível criar metas para prevenção, redução, reciclagem, reutilização e destinação adequada. Além de melhorar seu controle da geração de resíduos.

software VG Resíduos realiza toda a gestão de resíduos de uma organização. O seu objetivo é gerar resultados positivos para seus clientes e atender a legislação ambiental. Além do mais, presta serviços de elaboração e implantação de planos de gerenciamento de resíduos e monitora a eficiência das ações.

Com a tecnologia a empresa possuirá um sistema online com módulos diferenciados conforme a necessidade do seu segmento: gerador, gerenciador, transportador ou tratador.

Com o software a organização consegue:

  • realizar a gestão de resíduos;
  • monitorar a quantidade de resíduos armazenados;
  • controlar licenças e demais documentos necessários dos fornecedores, gerando automaticamente documentos como: manifesto de transporte do resíduo; ficha de emergência; ficha de segurança do resíduo químico de acordo com a legislação vigente; relatórios com gráficos; inventários; e indicadores gerenciais.

Diretrizes legais sobre resíduos farmacêuticos

facilitar a gestão de resíduos farmacêuticos

As principais leis pertinentes ao gerenciamento de resíduos farmacêuticos são a RDC 306, de 7 de Dezembro de 2004, da ANVISA e a Resolução CONAMA 357, de 17 de março de 2005.

A RDC 306 foca a saúde pública e prevenção de acidentes, a CONAMA 357 foca o meio ambiente e controle da poluição aquática.

Outras normas de referência incluem:

  • NBR 12807 – Resíduos de serviços de saúde;
  • NBR 12808 – Resíduos de serviços de saúde – Classificação;
  • NBR 12809 – Manuseio de Resíduos de serviços de saúde – Procedimentos;
  • NBR 12810 – Coleta de Resíduos de serviços de saúde – Procedimentos;
  • NBR 9190 – Sacos plásticos para acondicionamento de Lixo – Classificação;
  • NBR 9191 – Sacos plásticos para acondicionamento de Lixo – Especificação;
  • NBR 10004 – Resíduos Sólidos – Classificação;
  • NBR 7500 – Símbolos de risco e manuseio para o transporte e armazenamento de material – Simbologia;
  • Resolução CNEN-NE–6.05 – Gerência de rejeitos radioativos em instalações;
  • NBR 12235 – Armazenamento de Resíduos Sólidos Perigosos – Procedimento;
  • NBR 13221 – Transporte de Resíduos – Procedimento

Importante conhecer todas essas normas para realizar o correto gerenciamento dos resíduos farmacêuticos.

Conclui-se, que a gestão de resíduos farmacêuticos é necessária para a sua correta disposição final. E contar com o software da VG Resíduos para facilitar a gestão de resíduos farmacêuticos é o ideal.  O software facilita todo o processo e evita que a empresa geradora do resíduo sofra sanções pelo não cumprimento da legislação.

Gostou desse assunto ou acha ele relevante? Compartilhe nas redes sociais ou deixe seu comentário abaixo

Mas quer se aprofundar um pouco mais a respeito? Leia outro artigo do nosso blog: Como descartar resíduos da indústria farmacêutica?

 dados de destinação de resíduos ordenados e confiáveis

 

Como manter os dados de destinação de resíduos ordenados e confiáveis?

dados de destinação de resíduos ordenados e confiáveis

Na gestão de resíduos é necessário manter os dados de destinação de resíduos ordenados e confiáveis. Pensando nisso, foram desenvolvidas funcionalidades no software da VG Resíduos que permitem ao usuário registrar as saídas de resíduos, gerar e anexar todos os documentos necessários que comprovam a destinação, de forma segura e confiável.

O arquivamento digital é uma ótima solução para evitar que as informações pertinentes sobre a destinação de resíduos seja perdido devido aos percalços, como extravio do documento, manuseio ou mesmo acondicionamento inadequados.

No software da VG Resíduos o gerador poderá emitir todos os documentos que comprovam a destinação adequada diretamente pelo sistema, o que garantirá que os dados serão adequadamente preenchidos no documento evitando assim rasuras ou equívocos. Confira!

Manter os dados de destinação de resíduos ordenados e confiáveis

dados de destinação de resíduos ordenados e confiáveis

O primeiro passo para manter os dados de destinação de resíduos ordenados e confiáveis é eliminando as planilhas da gestão de resíduos, substituindo-as por software de gestão. Sendo assim o processo de gerenciamento será simplificado e otimizado.

Os softwares de gestão de resíduos são uma oportunidade de reduzir custos, ter maior eficiência na coleta, gerenciamento, interpretação de dados e no atendimento as legislações ambientais reduzindo o risco de multas.

O uso de planilhas manuais para fazer a gestão de resíduos dentro de uma empresa pode ter algumas vantagens por der uma ferramenta acessível e de baixo custo, além de poder ser acessada no modo off-line. Porém as desvantagens são mais consideráveis devido à demanda de tempo dos gestores.

No momento atual os gestores precisam estar cada vez mais atentos ao mercado e as novidades para trazer ao seu negócio. Dedicar às planilhas leva muito tempo e o risco de uma gestão de resíduos inadequada é bem maior.

Saiba como evitar problemas na gestão de licenças e fornecedores.

As vantagens de se manter os dados de destinação de resíduos

dados de destinação de resíduos ordenados e confiáveis

Para otimizar a gestão de resíduos, reduzir custo, manter os dados de destinação e evitar sanções pelo não cumprimento das legislações ambientais, as empresas devem  eliminar as planilhas na gestão de resíduos.

Os dados de destinação de resíduos podem ser mantidos em softwares de gestão. Desenvolvidos especialmente para simplificar todo o processo.

As principais vantagens dos softwares são:

  • facilidade no uso : nem todas as pessoas que estão envolvidas no processo de gestão de resíduos tem facilidade em manusear as planilhas em excel, pois possuem fórmulas complexas. Contudo os softwares são mais simplificados e tem vários tutoriais de uso;
  • agilidade: alimentar as informações referente aos resíduos gerados e destinados levam muito menos tempo. São mantidos históricos referentes aos resíduos gerados, facilitando a atualização de dados;
  • facilidade para analisar dos dados: a quantidade de informações que são alimentadas referente a destinação de resíduos são elevadas. Porém, o software da VG Resíduos permite uma coleta de dados simplificada evitando assim, o risco de interpretação equivocada;
  • manutenção de informações importantes: com os software de gestão de resíduos a o risco de se perder informações sobre a destinação de resíduos são eliminados;
  • manutenção de dados claros: caso a empresa receba alguma fiscalização, é necessário apresentar as informações solicitadas de forma ágil e clara. O software de gestão trazem os dados de forma clara e objetiva para a interpretação de um fiscal.

Saiba como controlar a validade de licenças e CADRI`s por um software online.

Documentos da destinação de resíduos necessários

dados de destinação de resíduos ordenados e confiáveis

Sabemos da importância da destinação de resíduos, não só por cumprir os requisitos legais, mas também por trazer diversos benefícios à empresa.

Para conseguir realizar adequadamente a destinação muitas geradoras procuram os serviços de empresas especializadas na coleta, transporte e tratamento de resíduos. Essas tratadoras garante que o trabalho seja feito de forma adequada. Além do mais, representa uma redução nos custos para os geradores de resíduos.

No entanto, como a organização deve ter conhecimento de todos os documentos de gestão de resíduos obrigatórios, a tratadora também deve ter esse conhecimento.

Abaixo listamos os documentos obrigatórios que devem ser controlados.

CADRI

CADRI é um certificado de movimentação de resíduos de interesse ambiental. É uma ferramenta que demonstra que o resíduo está sendo transportado para um local de reprocessamento, armazenamento, tratamento ou disposição final.

É um documento emitido pela Companhia Ambiental do Estado de São Paulo (CETESB). Trata-se de um instrumento de fiscalização exclusivo do estado de São Paulo.

Os tipos de resíduos que exigem o CADRI encontram-se divididos em duas classes:

  • resíduos Classe I – Perigosos
  • resíduos Classe II A – Não Inertes

Abaixo seguem exemplos de Resíduos de Interesse Ambiental:

  • resíduos industriais perigosos;
  • resíduo sólido domiciliar;
  • lodo de sistema de tratamento de efluentes líquidos industriais ou de sanitários;
  • EPI contaminado e embalagens contendo PCB;
  • resíduos de curtume não caracterizados como Classe I;
  • resíduos de indústria de fundição não caracterizados como Classe I;
  • resíduos de portos e aeroportos;
  • resíduos de serviços de saúde, dos Grupos A, B e E;
  • resíduos de agrotóxicos e suas embalagens.

O software da VG Resíduos coleta automaticamente todas as informações e registros de destinação do resíduo, bem como os dados dos transportadores e tratadores dos resíduos.

Após coletar as informações é gerado um documento em arquivo PDF que pode ser enviado ao órgão fiscalizador. O documento também fica disponível para impressão. O gerador de relatórios do sistema é sincronizado ao banco de dados. Esse banco de dados possui todas as informações referentes à geração de resíduos ao longo do ano. Bem como as informações pertinentes de quem tratou, qual a destinação dada ao resíduos, quanto custou e etc.

Saiba como controlar a validade de licenças e CADRI`s por um software online.

MTR – Manifesto de Transporte de Resíduos

dados de destinação de resíduos ordenados e confiáveis

A emissão do MTR é obrigatória para conhecer e monitorar a destinação do resíduo gerado e tratado. Além disso, através dele é possível controlar a forma adequada do transporte entre gerador e receptor e o encaminhamento para locais licenciados.

Com o MTR é possível diminuir os riscos do manejo e transporte inadequado e ilegal dos resíduos por parte dos transportadores e receptores de resíduos.

Esse documento tem quatro vias, sendo que:

– uma via vai para o gerador do resíduo;

– a segunda via vai para o transportador;

– a terceira para o receptor/destinador do resíduo;

– a quarta via retorna ao gerador com todas as assinaturas de transporte e recebimento. A quarta via deverá ser apresentada posteriormente ao órgão ambiental.

O documento deve ser guardado por cinco anos pelo gerador e receptor, e por três anos pela empresa transportadora.

Com a VG Resíduos a empresa consegue emitir o MTR online através de uma plataforma desenvolvida exclusivamente para emissão do documento. O documento é gerado de forma fácil e automatizado.

Certificado de Destinação Final de Resíduos

O certificado de destinação final – CDF é um documento emitido pela empresa receptora dos resíduos, e que comprova o seu recebimento. Com ele a empresa geradora comprova que tiveram o devido cuidado com a destinação final dos resíduos.

No software da VG Resíduos, o CDF não precisa ser alimentado pela empresa geradora, pois o sistema coleta automaticamente todos os dados dos materiais que estão sendo enviados. Além disso, atualiza em tempo real as informações dos transportadores e tratadores de resíduos.

Assim, basta um clique para que o certificado fique pronto, além do mais, o tratador recebe o documento para que possa de imediato providenciar a assinatura e devolução à empresa geradora do resíduo. Tudo muito simples e rápido.

Como elaborar o certificado de destinação final?

Conclui-se que na gestão de resíduos é necessário manter os dados de destinação de resíduos ordenados e confiáveis. E para isso, o software da VG Resíduos permite ao gerador registrar as saídas de resíduos, gerar e anexar todos os documentos necessários que comprovam a destinação, de forma segura e confiável.

Gostou desse assunto ou acha ele relevante? Compartilhe nas redes sociais ou deixe seu comentário abaixo.

Mas quer se aprofundar um pouco mais a respeito? Leia outro artigo do nosso blog: Quais documentos de gestão de resíduos podem ser gerados com o nosso software?

dados de destinação de resíduos ordenados e confiáveis

Relatório de Sustentabilidade: o que é e qual sua importância?

relatório de sustentabilidade

O relatório de sustentabilidade é uma ferramenta que empresas sustentáveis utilizam para apresentar seus indicadores sociais, econômicos e ambientais com maior transparência.

Através do relatório de sustentabilidade a organização define suas expectativas de desenvolvimento sustentável, tanto as externas quanto as internas, envolvendo colaboradores, stakeholders, fornecedores, clientes e a sociedade em que está inserida. Saiba mais!

Sustentabilidade e Tecnologia: Como alcançar melhorias para a sua gestão?

O que é relatório de sustentabilidade?

 

relatório de sustentabilidade

Relatório de Sustentabilidade é uma das principais ferramentas de iniciativa voluntária que uma empresa adota para relatar e prestar contas á sociedade e as partes interessadas sobre sua atuação e de suas práticas sustentáveis. Basicamente é um importante instrumento de comunicação e gestão.

Através do relatório a organização divulga os impactos socioambientais causados pelas suas atividades cotidianas. Dentre essas atividades tem a geração de resíduos e qual a destinação ambientalmente correta dada a eles, bem como as praticas para sua não geração ou redução.

O relatório serve como um modelo de gerenciamento de ações, ou seja, a empresa mostra quais as ações voltadas para o desenvolvimento sustentável realizou em um determinado período. Bem como, quais as ações devem ser mudadas ou praticadas para melhorar um ponto negativo ou mesmo como uma oportunidade de melhoria. Também, no relatório a organização demonstra como cada ação foi colocada em prática ou serão realizadas.

Um exemplo de ação sustentável praticado por várias empresas é a reciclagem de seus resíduos. A organização mapeia quais os resíduos recicláveis são gerados e os enviam para reciclagem ou até mesmo os reutilizados em seus processos. Muitas obtêm lucro com essa ação, haja vista que esses resíduos podem ser comercializados através do mercado de resíduos. Outro exemplo é a implantação de um sistema de logística reversa.

No relatório de sustentabilidade a empresa relata quais os resultados positivos que uma gestão eficiente de seus resíduos trouxe. Principalmente os resultados de uma economia circular.

A ArcelorMittal Brasil divulga para seus colaboradores, comunidade e partes interessadas um relatório de sustentabilidade que divulga o uso de recursos, a avaliação de impactos ambientais, e o relacionamento responsável com todos. No relatório encontram-se as principais iniciativas de gestão de pessoas; o portfólio de produtos; as ações de ecoeficiência e mitigação de impactos ambientais; os projetos sociais e as atividades de engajamento com as comunidades; além de detalhes sobre os processos e inovações operacionais.

Outras empresas que elaboram relatórios de sustentabilidade: Vale, Petrobras e Anglo American.

Importância do relatório de sustentabilidade

 

relatório de sustentabilidade

No relatório de sustentabilidade a empresa divulga suas ações pela busca do desenvolvimento sustentável.

A importância do relatório para as empresas é:

– desenvolver uma estratégia de gestão voltada para o futuro: para isso, ao elaborar o relatório a organização precisa obter informações consistentes sobre os impactos positivos e negativos da sustentabilidade. Tanto causados pela empresa como por fatores externos, tais como alterações climáticas ou questões de direitos humanos;

– melhorar o diálogo entre os acionistas: uma vez que o relatório funciona como uma ferramenta de comunicação transparente;

– auxiliar as empresa a identificar riscos e oportunidades ligados à sustentabilidade;

– ajudar a mudar a mentalidade de todos, uma vez que é uma oportunidade de divulgar a importância das práticas sustentáveis para todos.

A importância dos relatórios para a sociedade:

– os relatórios de sustentabilidade são de interesse público, já que permite que a sociedade desenvolva uma mentalidade voltada para o desenvolvimento sustentável.

A importância para o mercado e para o governo:

– com os relatórios de sustentabilidade são fornecidos informações que tanto o mercado quanto o governo pode utilizar para tomar decisões assertivas pela busca de formas de medir seus progressos rumo ao desenvolvimento sustentável.

Elaboração de um relatório de sustentabilidade

relatório de sustentabilidade

Há vários modelos de relatórios disponíveis para as instituições seguirem. Contudo, a mais utilizada atualmente, por causa de sua credibilidade no cenário internacional, é o da GRI – Global Reporting Initiative.

A Global Reporting Initiative – GRI é uma organização internacional que auxilia as empresas, os governos e outras instituições a relatarem e comunicarem esses impactos socioambientais que as suas atividades causam.

O modelo GRI segue quatros diretrizes que ajudam a identificar os impactos das operações sobre o meio ambiente, economia e sociedade. Essas diretrizes auxiliam a apontar informações confiáveis, relevantes e padronizadas.

Com o modelo GRI a empresa consegue de forma mais pratica avaliar as oportunidades e riscos. Além de tomar decisões mais claras e assertivas.

Como a VG Resíduos auxilia na elaboração dos relatórios?

relatório de sustentabilidade

Para elaborar o relatório de sustentabilidade a empresa precisa ter dados concretos, haja vista que a transparência é preponderante. Para isso ela precisa contar com um sistema que armazene todos os dados relevantes e importantes que demonstre que essa organização pratica ações sustentáveis.

Em relação à gestão de resíduos, o software da VG Resíduos armazena e monitora todas as informações importantes sobre o gerenciamento de resíduos. Principalmente as de cumprimentos de requisitos legais.

Através do software a empresa tem mais confiança com os dados coletados, já que são eliminadas as antigas planilhas. Com o software a organização realiza a gestão completa em uma única plataforma, totalmente online. Além disso, todos os envolvidos no gerenciamento podem trabalhar de forma sistematizada e organizada, aumentando eficácia da gestão e gerando dados mais transparentes.

O software pode funcionar online, desktop e móbile. O usuário informa a quantidade de resíduos gerados e a data. Também informa quem realizará o transporte e qual o tipo de tratamento será dado. Além de outras informações importantes sobre os resíduos, como sua classificação. Dessa forma, automaticamente são gerados os documentos obrigatórios para os órgãos ambientais.

Sendo assim, o relatório de sustentabilidade é uma excelente ferramenta de gestão de comunicação sobre as práticas sustentáveis de uma empresa. Através dos relatórios são apresentados os indicadores sociais, econômicos e ambientais com maior transparência para a sociedade, acionistas, colaboradores, entre outros.

Gostou desse assunto ou acha ele relevante? Compartilhe nas redes sociais ou deixe seu comentário abaixo.

Mas quer se aprofundar um pouco mais a respeito? Leia outro artigo do nosso blog: Quais são os indicadores de sustentabilidade para gestão de resíduos?

relatório de sustentabilidade

 

 

Como os documentos e relatórios de gestão de resíduos afastam passivos ambientais?

relatórios e inventários de gestão de resíduos

Os relatórios e inventários de gestão de resíduos são ferramentas importantes para as empresas estarem em concordância com as legalidades exigidas, já que a legislação ambiental determina que elas informem e comprove a destinação correta de seus resíduos. Além disso, estabelece um posicionamento sustentável da empresa, uma boa imagem perante o cliente e evita multas, sanções e punições.

Através desses documentos a organização quantifica e diagnostica informações sobre a geração, características, armazenamento, transporte, tratamento, reutilização, reciclagem, recuperação e disposição final dos resíduos gerados.

Portanto, através das informações contidas neles são elaboradas as diretrizes corretas para o controle e gerenciamento dos resíduos. Confira!

Por que controlar relatórios e inventários de gestão de resíduos?

relatórios e inventários de gestão de resíduos

Para realizar a gestão de resíduos a empresa deve adotar um conjunto de técnicas que visam à redução da geração, o melhor acompanhamento durante todo o ciclo de vida dos resíduos e sua destinação ambientalmente correta afastando, assim, os passivos ambientais. Além disso, ela deve ter controle total e manter sempre disponibilizados os documentos importantes que demonstre a aplicação dessas técnicas de gestão.

Portanto, o controle da documentação relativa à gestão é de fundamental importância devido às obrigações legais previstas nas leis ambientais.

Manter tudo atualizado e acessível é importante uma vez que a organização deve comprovar o transporte e destinação final dos resíduos. Como também ela precisa emitir documentos importantes, como a FDSR, CADRI, CDF, etc..

A melhor maneira de gerir todos os documentos necessários é com o uso de ferramentas que auxiliem no arquivamento de documentos. No mercado existe vários software que realizam a gestão dos documentos em uma empresa. Na plataforma VG Resíduos é possível realizar a gestão completa do processo, monitorar históricos e tomar decisões estratégicas baseadas em gráficos e relatórios.

Abaixo listamos os documentos obrigatórios que devem ser controlados:

CADRI

relatórios e inventários de gestão de resíduos

CADRI é um certificado de movimentação de resíduos de interesse ambiental. É uma ferramenta que demonstra que o resíduo está sendo transportado para um local de reprocessamento, armazenamento, tratamento ou disposição final.

Desta forma, a empresa garante que cumpriu todas as normas para a destinação do seu resíduo de forma segura, afastando assim os passivos ambientais.

Este é um documento emitido pela Companhia Ambiental do Estado de São Paulo (CETESB). Trata-se de um instrumento de fiscalização exclusivo do estado de São Paulo.

Os tipos de resíduos que exigem o CADRI encontram-se divididos em duas classes:

  • Resíduos Classe I – Perigosos
  • Resíduos Classe II A – Não Inertes

Abaixo seguem exemplos de Resíduos de Interesse Ambiental:

  • resíduos industriais perigosos;
  • resíduo sólido domiciliar;
  • lodo de sistema de tratamento de efluentes líquidos industriais ou de sanitários;
  • EPI contaminado e embalagens contendo PCB;
  • resíduos de curtume não caracterizados como Classe I;
  • resíduos de indústria de fundição não caracterizados como Classe I;
  • resíduos de portos e aeroportos;
  • resíduos de serviços de saúde, dos Grupos A, B e E;
  • resíduos de agrotóxicos e suas embalagens.

MTR

MTR é a sigla de Manifesto de Transporte de Resíduos.

A emissão do MTR é obrigatória para conhecer e monitorar a destinação do resíduo gerado e tratado. Além disso, através dele é possível controlar a forma adequada do transporte entre gerador e receptor e o encaminhamento para locais licenciados.

Com o MTR é possível diminuir os riscos do manejo e transporte inadequado e ilegal dos resíduos por parte dos transportadores e receptores de resíduos.

Certificado de Destinação de Resíduos – CDF

relatórios e inventários de gestão de resíduos

O certificado de destinação final – CDF de resíduos é um documento emitido pela empresa receptora dos resíduos, e que comprova o seu recebimento. Com ele a empresa geradora comprova que tiveram o devido cuidado com a destinação final dos resíduos.

 FDSR

FDSR é a sigla de Ficha com Dados de Segurança de Resíduos Químicos. É um documento normalizado pela Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT), conforme NBR 16725:2014.

Esta norma brasileira foi criada para padronizar o sistema de informação e estabelecer regras no preenchimento da Ficha com Dados de Segurança de Resíduos Químicos.

O seu objetivo é comunicar os perigos a todos aqueles expostos a agente químicos, principalmente aos tratadores que os manipulam nas mais diversas etapas do tratamento de resíduos químicos.

Cabe a empresa geradora dos resíduos disponibilizar o documento de FDSR para os tratadores contratados por ela.

Na ficha encontram-se diversas informações importantes sobre um resíduo químico e seu correto gerenciamento, como medidas de manuseio, transporte, armazenamento, os riscos associados, ações de segurança e de proteção ao meio ambiente, dentre outras.

Inventário de Resíduos

O inventário de resíduos industriais é documento que contém a listagem de todos os resíduos gerados pela empresa em um determinado período, sendo assim uma importante ferramenta de gestão de resíduos.

O inventário deve contemplar os tipos de resíduos produzidos, a origem, a quantidade e a destinação de cada tipo gerado nos processos da indústria.

Através dele são quantificadas e diagnosticadas as informações sobre a geração, características, armazenamento, transporte, tratamento, reutilização, reciclagem, recuperação e disposição final dos resíduos gerados.

O principal objetivo do inventário de resíduos é à normalização e legalização dos processos industriais por meio de registro das informações acerca dos resíduos gerados pelas indústrias. Assim, evita desvios e irregularidades com o despejo de esgoto fora dos padrões de enquadramento em corpos d’água, disposição de resíduos em locais inadequados e demais ações que culminam na poluição ambiental.

Como a VG Resíduos auxilia sua empresa na gestão de resíduos?

relatórios e inventários de gestão de resíduos

software da VG Resíduos gera automaticamente todos os documentos de gestão de resíduos obrigatórios, como o MTR, CADRI, CDF e CONAMA 313.

A plataforma VG Resíduos realiza toda a gestão de resíduos de uma organização. O seu objetivo é gerar resultados positivos para seus clientes e atender a legislação ambiental. Além do mais, presta serviços de elaboração e implantação de planos de gerenciamento de resíduos e monitora a eficiência das ações.

A empresa possui um sistema online com módulos diferenciados conforme a necessidade do seu segmento: gerador, gerenciador, transportador ou tratador.

Sendo assim, sabemos que os relatórios e inventários de gestão de resíduos são importantes no gerenciamento, pois é uma maneira da empresa comprovar a destinação ambientalmente correta de seus resíduos. E que para tal foram adotadas técnicas seguras que afastem passivos ambientais.

Gostou desse assunto ou acha ele relevante? Compartilhe nas redes sociais ou deixe seu comentário abaixo.

relatórios e inventários de gestão de resíduos

 

 

Quais documentos de gestão de resíduos podem ser gerados com o nosso software?

O software da VG Resíduos gera automaticamente todos os documentos de gestão de resíduos obrigatórios, como o MTR, CADRI, CDF e CONAMA 313.

O software pode funcionar online, desktop e móbile. O usuário informa a quantidade de resíduos gerados e a data. Também informa quem realizará o transporte e qual o tipo de tratamento será dado. Além de outras informações importantes sobre os resíduos, como sua classificação. Dessa forma, automaticamente são gerados os documentos obrigatórios para os órgãos ambientais.

Saiba quais documentos de gestão de resíduos podem ser gerados com o software da VG Resíduos.

Documentos de gestão de resíduos necessários

Sabemos a importância da gestão de resíduos, não só por cumprir os requisitos legais, mas também por trazer diversos benefícios à empresa.

Para conseguir realizar adequadamente a gestão muitas geradoras procuram os serviços de empresas especializadas na coleta, transporte e tratamento de resíduos. Essas tratadoras garante que o trabalho seja feito de forma adequada. Além do mais, representa uma redução nos custos para os geradores de resíduos.

No entanto, como a organização deve ter conhecimento de todos os documentos de gestão de resíduos obrigatórios, a tratadora também deve ter esse conhecimento.

Abaixo listamos os documentos obrigatórios que devem ser controlados.

CADRI

CADRI é um certificado de movimentação de resíduos de interesse ambiental. É uma ferramenta que demonstra que o resíduo está sendo transportado para um local de reprocessamento, armazenamento, tratamento ou disposição final.

É um documento emitido pela Companhia Ambiental do Estado de São Paulo (CETESB). Trata-se de um instrumento de fiscalização exclusivo do estado de São Paulo.

Os tipos de resíduos que exigem o CADRI encontram-se divididos em duas classes:

  • resíduos Classe I – Perigosos
  • resíduos Classe II A – Não Inertes

Abaixo seguem exemplos de Resíduos de Interesse Ambiental:

  • resíduos industriais perigosos;
  • resíduo sólido domiciliar;
  • lodo de sistema de tratamento de efluentes líquidos industriais ou de sanitários;
  • EPI contaminado e embalagens contendo PCB;
  • resíduos de curtume não caracterizados como Classe I;
  • resíduos de indústria de fundição não caracterizados como Classe I;
  • resíduos de portos e aeroportos;
  • resíduos de serviços de saúde, dos Grupos A, B e E;
  • resíduos de agrotóxicos e suas embalagens.

O software da VG Resíduos coleta automaticamente todas as informações e registros de destinação do resíduo, bem como os dados dos transportadores e tratadores dos resíduos.

Após coletar as informações é gerado um documento em arquivo PDF que pode ser enviado ao órgão fiscalizador. O documento também fica disponível para impressão. O gerador de relatórios do sistema é sincronizado ao banco de dados. Esse banco de dados possui todas as informações referentes à geração de resíduos ao longo do ano. Bem como as informações pertinentes de quem tratou, qual a destinação dada ao resíduos, quanto custou e etc.

Saiba como controlar a validade de licenças e CADRI`s por um software online.

MTR – Manifesto de Transporte de Resíduos

A emissão do MTR é obrigatória para conhecer e monitorar a destinação do resíduo gerado e tratado. Além disso, através dele é possível controlar a forma adequada do transporte entre gerador e receptor e o encaminhamento para locais licenciados.

Com o MTR é possível diminuir os riscos do manejo e transporte inadequado e ilegal dos resíduos por parte dos transportadores e receptores de resíduos.

Esse documento tem quatro vias, sendo que:

  • uma via vai para o gerador do resíduo;
  • a segunda via vai para o transportador;
  • a terceira para o receptor/destinador do resíduo;
  • a quarta via retorna ao gerador com todas as assinaturas de transporte e recebimento. A quarta via deverá ser apresentada posteriormente ao órgão ambiental.

O documento deve ser guardado por cinco anos pelo gerador e receptor, e por três anos pela empresa transportadora.

Com a VG Resíduos a empresa consegue emitir o MTR online através de uma plataforma desenvolvida exclusivamente para emissão do documento. O documento é gerado de forma fácil e automatizado.

Certificado de Destinação Final de Resíduos

O certificado de destinação final – CDF é um documento emitido pela empresa receptora dos resíduos, e que comprova o seu recebimento. Com ele a empresa geradora comprova que tiveram o devido cuidado com a destinação final dos resíduos.

No software da VG Resíduos, o CDF não precisa ser alimentado pela empresa geradora, pois o sistema coleta automaticamente todos os dados dos materiais que estão sendo enviados. Além disso, atualiza em tempo real as informações dos transportadores e tratadores de resíduos.

Assim, basta um clique para que o certificado fique pronto, além do mais, o tratador recebe o documento para que possa de imediato providenciar a assinatura e devolução à empresa geradora do resíduo. Tudo muito simples e rápido.

Saiba como elaborar o certificado de destinação final.

Relatório CONAMA 313

O Relatório CONAMA 313 ou inventário é uma listagem de todos os resíduos gerados pela empresa em um determinado período, sendo assim uma importante ferramenta de gestão de resíduos. Ele deve contemplar os tipos de resíduos produzidos, a origem, a quantidade e a destinação de cada tipo de resíduo gerado.

O inventário serve como um instrumento que quantifica e diagnostica as informações de uma empresa sobre a geração, características, armazenamento, transporte, tratamento, reutilização, reciclagem, recuperação e disposição final dos resíduos gerados. Assim, as notas fiscais de transporte e comprovantes de destinação deverão ser mantidas na empresa.

Para elaborar o CONAMA 313 é necessário conhecer o resíduo gerado, sua quantidade e origem. Neste sentido as normas regulamentadoras NBR 10.004, NBR 10.005, NBR 10.006 e NBR 10.007 constituem como significativas ferramentas para classificar os resíduos gerados.

O software da VG Resíduos permite a geração do Relatório Conama 313 já nos moldes exigidos pela legislação e com toda a informação atualizada. Além disso, o sistema avisa sobre os prazos de envio do documento.

Sendo assim, o software da VG Resíduos permite controlar e elaborar os documentos de gestão de resíduos obrigatórios. Na plataforma são gerados documentos como CADRI, MTR, CONAMA 313 E CDF.

Gostou desse assunto ou acha ele relevante? Compartilhe nas redes sociais ou deixe seu comentário abaixo.

 

Como integrar sua equipe de meio ambiente na gestão de resíduos da sua empresa?

Integrar sua equipe de meio ambiente na gestão de resíduos

Há várias soluções que podem ser usadas para integrar sua equipe de meio ambiente na gestão de resíduos da sua empresa. Além de sincronizar os setores que desenvolvem trabalhos de forma conjunta, pode-se utilizar da tecnologia como recurso facilitador, o que é uma alternativa excelente.

O gerenciamento de resíduos eficiente em uma empresa inicia com o desenvolvimento de uma equipe integrada e engajada. A utilização de softwares de gestão de resíduos, facilita o acesso e compartilhamento das informações, a comunicação entre departamentos e, ainda, proporciona agilidade na execução de todos os processos referente ao gerenciamento de resíduos. Confira!

Confira sete dicas para engajar os colaboradores na coleta seletiva.

Integrar sua equipe de meio ambiente: desafios e soluções

Integrar sua equipe de meio ambiente na gestão de resíduos

A gestão de resíduos eficaz deve basear-se em ações preventivas, uma vez que sua premissa é a proteção ambiental e da saúde humana, ganhos econômicos para a empresa e do cumprimento das leis ambientais. Mas antes é necessário planejar, padronizar os processos e integrar a equipe de meio ambiente.

Para integrar a equipe devem ser desenvolvidas certas ações na organização. Como garantir as condições de trabalho adequadas. É muito importante que haja um investimento em ferramentas de trabalho que torne o processo mais ágil, prático e eficiente.

Integrar sua equipe de meio ambiente na gestão de resíduos

Atualmente, o uso de software tem se mostrado como um bom investimento. Além disso, é cada vez mais determinante na gestão de resíduos. Bem como no gerenciamento das informações e na padronização da qualidade dos serviços oferecidos no tratamento, transporte e destinação final ambientalmente correta dos resíduos.

Eliminar as planilhas da gestão de resíduos, substituindo-as por software de gestão, simplifica e otimiza o processo. Além disso, é uma oportunidade de reduzir custos, ter maior eficiência na coleta, gerenciamento, interpretação de dados e no atendimento as legislações ambientais reduzindo o risco de multas.

O uso dos softwares integra a equipe, já que elimina problemas como a limitação da gestão a um só responsável. Através da tecnologia é possível delegar responsabilidades a toda equipe e diminuir o tempo necessário para os processos.

Saiba qual importância da Compliance ambiental para a gestão de resíduos.

Acesso a informações e arquivos facilitados

Integrar sua equipe de meio ambiente na gestão de resíduos

Quando a equipe compartilha dados tendem a se integrar melhor. Portanto, a sua empresa precisa garantir que todos tenham o mesmo acesso a informações e arquivos da gestão de resíduos.

A melhor maneira de facilitar o acesso a informações e arquivos é através da tecnologia. Através dos softwares de gestão todas as informações e arquivos da gestão de resíduos ficaram armazenados e a equipe terá mais facilidade para acessar a qualquer hora e lugar.

Todos os envolvidos no gerenciamento podem trabalhar de forma sistematizada e organizada, aumentando eficácia da gestão. Os acompanhamentos podem ser feitos em um ambiente totalmente virtual. Possibilitando assim, a agilidade dos processos e a segurança das informações.

Não há dúvidas no quanto uma solução tecnológica pode ajudar a empresa a melhorar a integração da equipe. No entanto, ao escolher por um sistema especializado em gestão de resíduos, é preciso estar atento a alguns fatores importantes, como o controle de documentos.

Para evitar sanções ambientais é importante que a empresa esteja sempre em dia com a documentação referente a licenças e autorizações de transporte e descarte adequado de resíduos.

controle da informação documentada é um ponto crucial para manter a gestão ativa e funcionando corretamente. É por meio desse controle que informações sobre a gestão de resíduos das empresas são registradas e mantidas seguras.

Para qualquer empresa, ter arquivos organizados é fundamental para garantir a segurança das operações e conseguir bons resultados nos negócios.

Na gestão de resíduos, o controle de documentos é muito importante por causa da imensa gama de obrigações ambientais e das normas estabelecidas pela legislação ambiental.

Manter tudo atualizado e acessível é importante uma vez que a organização deve comprovar o transporte e destinação final dos resíduos.

Leia também: Software online de gestão de resíduos, eficácia aplicada ao seu negócio

Vantagens dos softwares da VG Resíduos

Integrar sua equipe de meio ambiente na gestão de resíduos

As empresas têm aderido ao VG RESÍDUOS como uma ferramenta capaz de centralizar as informações e possibilitar uma gestão mais estratégica do processo e ainda integrar a equipe de meio ambiente.

Os benefícios em ter o software da VG Resíduos são inúmeros, entre eles:

  • auxilia no cumprimento da Política Nacional de Resíduos;
  • facilita a gestão de informações e evita perdas e falhas no processo;
  • padroniza a comunicação com clientes e fornecedores;
  • minimiza a possibilidade de passivos ambientaise prejuízos para a empresa;
  • permite o controle completo de documentação e licenças;
  • otimiza a elaboração de relatórios e inventários;
  • auxilia no cumprimento de prazo, com lembretes e alertas de vencimento;
  • sistematiza as informações em gráficos para orientar a tomada de decisões estratégicas.

Leia mais: Guia completo da gestão de resíduos sólidos

Com o software é possível:

Integrar sua equipe de meio ambiente na gestão de resíduos

  • realizar a gestão de resíduos;
  • monitorar a quantidade de resíduos armazenados;
  • controlar licenças e demais documentos necessários, gerando automaticamente documentos como: manifesto de transporte do resíduo; ficha de emergência; ficha de segurança do resíduo químico de acordo com a legislação vigente; relatórios com gráficos; inventários; e indicadores gerenciais.

Sendo assim, integrar sua equipe de meio ambiente na gestão de resíduos por meio de softwares de gestão é essencial para a produtividade. Se as pessoas da equipe trabalham de maneira distante e não se coordenam adequadamente, é perdido muito tempo na execução das tarefas. Em um mercado competitivo como o atual, você não pode deixar que isso aconteça.

Gostou desse assunto ou acha ele relevante? Compartilhe nas redes sociais ou deixe seu comentário abaixo.

Mas quer se aprofundar um pouco mais a respeito? Leia outro artigo do nosso blog: Sistema MTR online: o que é exigências legais e como emitir?

Integrar sua equipe de meio ambiente na gestão de resíduos

Como evitar problemas na gestão de licenças e fornecedores?

gestão de licenças e fornecedores

Uma excelente opção para evitar problemas na gestão de licenças e fornecedores é por meio da tecnologia de informação, ou seja, adotando os softwares de gestão. Através desses softwares a empresa terá uma gestão de qualidade implementada de forma prática, continuada e altamente eficiente.

Com o uso da tecnologia na gestão de licenças e fornecedores a organização terá mais controle dos contratos com fornecedores, dos certificados de destinação e transporte de resíduos, além das licenças ambientais e dos atestados de tratamento adequado dos resíduos. Confira!

Conheça os sete erros que devem ser evitados na qualificação de fornecedores.

O que é gestão de licenças e fornecedores?

gestão de licenças e fornecedores

Com o aumento da preocupação com questões ambientais houve um maior enrijecimento das leis e da fiscalização, principalmente com relação ao transporte, tratamento e descarte de resíduos.

Para prevenir às multas e penalizações por não cumprimento das leis ambientais as empresas têm a cada dia pensando em formas de gerenciar os resíduos e ter controle sobre os seus fornecedores de serviços de tratamento e destinação final de resíduos.

A gestão de licenças e fornecedores nada mais é que:

  • qualificar e avaliar um fornecedor que esteja devidamente cadastrado junto aos órgãos competentes, com credenciamento em dia e contratos adequados para as atividades relacionadas aos resíduos;
  • controlar e emitir dentro do prazo os certificados para destinação de resíduos com possível impacto ambiental. Garantindo, assim, a autorização para realizar o transporte para tratamento dos resíduos;
  • controlar as licenças e condicionantes referente ao gerenciamento de resíduos.

Saiba como controlar a validade de licenças e CADRI`s por um software online.

A gestão de fornecedores de resíduos

gestão de licenças e fornecedores

Sabemos que fornecedores que prestam serviço de coleta, armazenamento, transporte, tratamento e disposição final de resíduos podem gerar diversos impactos na empresa, sejam negativos ou positivos.

A qualificação destes fornecedores são pontos importantes para as organizações que desejam ser reconhecidas pelo seu nível de excelência. Além disso, evita que os impactos negativos de uma má gestão de resíduos denigram sua imagem perante os clientes. Haja vista que o mercado exige mais das empresas um pensamento voltado para gestão ambiental.

É importante que os fornecedores estejam alinhados com as normas e leis relacionadas à gestão de resíduos, principalmente com a política voltada para preservação ambiental.

A gestão de fornecedores é a melhor forma de manter sobre controle possíveis riscos de que terceiros possam afetar a qualidade do seu produto ou serviço, promover passivos ambientais e comprometer a reputação da sua marca.

A VG Resíduos torna a gestão de fornecedores da empresa um processo mais fácil. Com o auxilio da VG Resíduos o seu negócio passa a contar com ferramentas de contagem de prazos para controle de condicionantes e licenças; a automatização dos processos de comunicação; a emissão de alertas para coleta; registro e conferência de comprovantes e todos os tradicionais documentos referentes ao tratamento e disposição/destinação final de resíduos.

Evitar o impacto ambiental

Automatizar o processo de gestão de fornecedores de resíduos por meio da tecnologia traz diversos benefícios para a empresa. Um deles são a padronização e reunião das informações em uma base única de dados, a integração com outros sistemas. Também, a emissão de relatórios gerenciais e redução do tempo investido na contração e gestão do fornecedor.

Tudo que você precisa saber sobre auditoria de fornecedores.

Quais as exigências legais a empresa deve controlar

gestão de licenças e fornecedores

Para qualquer empresa, ter arquivos organizados é fundamental para garantir a segurança das operações e conseguir bons resultados nos negócios.

Na gestão de resíduos, o controle de documentos é muito importante por causa da imensa gama de obrigações ambientais e das normas estabelecidas pela legislação ambiental.

Manter tudo atualizado e acessível é importante uma vez que a organização deve comprovar o transporte e destinação final dos resíduos. Como também ela precisa emitir documentos importantes, como a FDSR, CADRI, CDF, etc..

A melhor maneira de gerir todos os documentos necessários é com o uso de ferramentas que auxiliem no arquivamento de documentos.

Abaixo listamos os documentos obrigatórios que devem ser controlados:

1 – MTR – Manifesto de Transporte de Resíduo Perigoso: documento obrigatório que deve acompanhar a carga com informações sobre resíduos, o transportador, a fonte geradora e a destinação final;

2 – Declaração de Transporte – nota que deve ser emitida para acompanhamento do resíduo até a destinação final.;

3 – Ficha de Emergência: documento que contem informações importantes sobre o tipo de resíduo. A ficha deve mantida junta ao condutor do veículo desde o seu acondicionamento da carga até o destinatário do produto;

4 – CADRI: certificado de movimentação de resíduos de interesse ambiental. É uma ferramenta que demonstra que o resíduo está sendo transportado para um local de reprocessamento, armazenamento, tratamento ou disposição final;

5 – certificado de destinação final – CDF: documento emitido pela empresa receptora dos resíduos, e que comprova o seu recebimento. Com ele a empresa geradora comprova que tiveram o devido cuidado com a destinação final dos resíduos;

6 – FDSR é a sigla de Ficha com Dados de Segurança de Resíduos Químicos. É um documento normalizado pela Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT), conforme NBR 16725:2014.

Como melhorar sua gestão de licenças e fornecedores?

gestão de licenças e fornecedores

A falta de gestão de licenças e fornecedores gera confusão nos dados e prazos de entrega de formulários e relatórios, além de ter o risco de contratar fornecedores desqualificados para a destinação final de resíduos. Esses erros podem acarretar graves consequências para a empresa, inclusive, a cassação da licença e, consequentemente, a interrupção das atividades licenciadas.

A gestão de licenças e fornecedores, realizados com base na implementação do VG Resíduos, colabora para que a empresa não venha a ser multada ou mesmo perca suas licenças ambientais.

O uso do software controla os cronogramas, calendário e planos de ação para gerenciar o controle das conformidades ambientais. Esse controle pode ser feito de maneira eficiente, integrada e sem necessidade de contratação de pessoal específico para essa atividade.

Utilizando o VG Resíduos a organização poderá manter atualizados os dados dos fornecedores, receber lembretes de forma automática de todos os prazos relacionados às licenças a serem cumpridas.

Assim, conclui que com o uso da tecnologia na gestão de licenças e fornecedores a organização terá mais controle dos contratos com fornecedores, dos certificados de destinação e transporte de resíduos, além das licenças ambientais e dos atestados de tratamento adequado dos resíduos.

Gostou desse assunto ou acha ele relevante? Compartilhe nas redes sociais ou deixe seu comentário abaixo.

Mas quer se aprofundar um pouco mais a respeito? Leia outro artigo do nosso blog: Tudo sobre avaliação e qualificação de fornecedores na gestão de resíduos

auditoria ambiental no gerenciamento de resíduos

 

O que é o compliance na gestão de fornecedores de resíduos?

Compliance na gestão de fornecedores de resíduos

Compliance na gestão de fornecedores de resíduos assegura que os parceiros sigam uma série de regras para a integridade do processo de gestão de resíduos.

Com o aumento dos índices de corrupção nos últimos anos, as organizações buscam cada vez mais transparência em relação aos seus processos e nos de seus fornecedores. Pense como ficaria a reputação da organização caso o seu fornecedor descumprisse a legislação ambiental? É aí que entra a compliance na gestão de fornecedores de resíduos, garantindo que o parceiro cumpre as regras e normas ambientais.

Os fornecedores (sejam eles transportadores, tratadores, entre outros) devem seguir várias leis ambientais. O descumprimento de qualquer uma das leis pode levar a multas e outras sanções legais para a empresa contratante, uma vez que ela é corresponsável pelos resíduos. Por isso, a importância da compliance. Saiba mais!

Mas antes… o que é compliance?

Compliance na gestão de fornecedores de resíduos

Para começarmos a entender a importância da compliance para a gestão de fornecedores de resíduos temos que compreender o seu significado.

Compliance é um substantivo em inglês, originado do verbo to comply with, que significa agir de acordo com, ou seja, agir de acordo com as regras, normas e procedimentos existentes.

A compliance busca o cumprimento de todas as normas, regras e regulamentações as quais uma empresa está sujeita em sua atividade. Do ponto de vista mais amplo, adotar a compliance na gestão de fornecedores de resíduos envolve garantir o cumprimento das várias regras, normas e resoluções ambientais, com o objetivo de alcançar melhores resultados e garantir a segurança em inúmeros aspectos relacionados ao manejo, transporte, tratamento ou disposição final dos resíduos.

A gestão de fornecedores de resíduos

Compliance na gestão de fornecedores de resíduos

Sabemos que fornecedores que prestam serviço de coleta, armazenamento, transporte, tratamento e disposição final de resíduos podem gerar diversos impactos na empresa, sejam negativos ou positivos.

A qualificação destes fornecedores são pontos importantes para as organizações que desejam ser reconhecidas pelo seu nível de excelência. Além disso, evita que os impactos negativos de uma má gestão de resíduos denigram sua imagem perante os clientes. Haja vista que o mercado exige mais das empresas um pensamento voltado para gestão ambiental.

É importante que os fornecedores estejam alinhados com as normas e leis relacionadas à gestão de resíduos, principalmente com a política voltada para preservação ambiental.

A gestão de fornecedores é a melhor forma de manter sob controle possíveis riscos de que terceiros possam afetar a qualidade do seu produto ou serviço, promover passivos ambientais e comprometer a reputação da sua marca.

A VG Resíduos torna a gestão de fornecedores da empresa um processo mais fácil. Com o auxilio da VG Resíduos o seu negócio passa a contar com ferramentas de contagem de prazos para controle de condicionantes e licenças; a automatização dos processos de comunicação; a emissão de alertas para coleta; registro e conferência de comprovantes e todos os tradicionais documentos referentes ao tratamento e disposição/destinação final de resíduos.

Automatizar o processo de gestão de fornecedores de resíduos por meio da tecnologia traz diversos benefícios para a empresa. Um deles são a padronização e reunião das informações em uma base única de dados, a integração com outros sistemas. Também, a emissão de relatórios gerenciais e redução do tempo investido na contração e gestão do fornecedor.

A importância da compliance na gestão de fornecedores

Compliance na gestão de fornecedores de resíduos

A premissa para a empresa ter uma reputação positiva, além de manter um compromisso de ética e respeito às normas e leis, e se relacionar apenas com outras instituições íntegras.

Sendo assim o grande desafio das organizações é garantir se o seu fornecedor é íntegro. Porém, como demonstrar isso? São necessárias evidências comprovando a atitude prática do fornecedor na prevenção a atitudes ilícitas, comprometimento de seus funcionários com os princípios éticos e mais uma série de outros indicativos.

Para auxiliar isso o uso da compliance na gestão de fornecedores de resíduos é a forma adequada de prevenção, detecção e correção de eventuais irregularidades.

Prêmio Compliance Brasil 2019

Compliance na gestão de fornecedores de resíduos

Para incentivar as boas práticas e o controle legal adotados pelas organizações em todo o Brasil a Verde Ghaia criou o Prêmio Compliance Brasil. E neste ano chega a sua 4ª edição.

O premio é destinados às empresas que estão em busca da excelência em sua gestão através de certificações internacionais, do cumprimento da legislação aplicável ao seu negócio e da implementação de ações para a melhoria contínua de seus processos, produtos e serviços.

O premio Compliance Brasil é um incentivo para que as empresas adotem práticas sustentáveis em seus processos.

A premiação ocorrerá no dia 27 de junho de 2019, das 16h00min às 22h30min, na Sicepot – MG.

No total, oito categorias são destacadas em cada edição: meio ambiente; saúde e segurança; segurança de alimentos; energia; qualidade; responsabilidade social e gestão integrada.

O IV Prêmio Compliance Brasil neste ano terá a presença de grandes nomes da gestão, inovação, risco e compliance. Esta confirmada a presença de José Claudio Securatto, da San Paul, trazendo conteúdo sobre inovação e gestão. Também, será ministrada pela Daniela Pedroza da Verde Ghaia e por Carlos Pitanga da BSI uma palestra sobre riscos. Além disso, teremos o CEO do Grupo Verde Ghaia, Deivison Pedroza, Paulo Mancio da Accor hotéis e Alexandre Biagi, CEO da Uberlândia Refrescos.

Conheça as Finalistas do Prêmio Compliance Brasil 2019 da Verde Ghaia.

Para resumir, na gestão de fornecedores de resíduos é vital para ter controle dos riscos que os parceiros podem causar a empresa. Isso significa que uma gestão de fornecedores eficiente é fundamental para o sucesso da organização.

Gostou desse assunto ou acha ele relevante? Compartilhe nas redes sociais ou deixe seu comentário abaixo.

Mas quer se aprofundar um pouco mais a respeito? Leia outro artigo do nosso blog: Qual importância da Compliance ambiental para a gestão de resíduos?

Compliance na gestão de fornecedores de resíduos

 

 

Algumas matérias que podem te interessar

© VG Residuos Ltda, 2019