×

FIESP promove workshop Brasil-Portugal sobre gestão de resíduos sólidos

FIESP promove workshop Brasil-Portugal sobre gestão de resíduos sólidos
Avalie este post

A gestão dos resíduos sólidos ainda não alcançou todos os objetivos estabelecidos pela Política Nacional de Resíduos Sólidos, de 2010, no Brasil. A PNRS com suas diretrizes foi um marco para o país tendo como proposta o tratamento dos resíduos sólidos (materiais que podem ser reciclados ou reaproveitados), sejam eles domésticos, industriais, eletroeletrônicos, entre outros, e também incentivando o descarte correto dos rejeitos (itens que não podem ser reaproveitados) de forma compartilhada ao integrar poder público, iniciativa privada e a população.

Com intuito de melhorar, ampliar e cumprir a Lei nº 12.305/2010 a FIESP (Federação das Indústrias do Estado de São Paulo) realizou em 6 de novembro de 2017 um Workshop para trocar experiências em projetos de gestão de resíduos sólidos no Brasil e em Portugal.

O workshop discutiu os avanços e entraves da gestão de resíduos sólidos, com foco nos aspectos mais críticos, dentre esses: eliminação e recuperação de lixões e sustentabilidade econômico-financeira dos serviços públicos, a legislação de resíduos sólidos no Brasil e em Portugal e reciclagem (com foco em embalagens e produtos eletroeletrônicos).

Workshop de gestão de Resíduos Sólidos Brasil e Portugal

A iniciativa para realização do Workshop foi dos departamentos de Meio Ambiente (DMA) e Relações Internacionais e Comércio Exterior (Derex) da FIESP, com a participação de especialistas e empresas do setor de ambos os países.

Nos debates do Workshop foi avaliado que o Brasil possui problemas em identificar e regulamentar tecnologias para o tratamento de resíduos. Contudo, o segmento de embalagens de agrotóxicos apresentaram soluções para a disposição final adequada das embalagens descartadas, e o segmento de produtos eletrônicos tiveram resultados consideráveis na estruturação da reciclagem dos produtos eletroeletrônicos no país.

O contexto econômico dos dois países é o que mais dificulta e retarda a gestão de resíduos sólidos.

A situação atual do Brasil na gestão de resíduos sólidos

No Brasil, os resíduos sólidos ainda são um dos principais problemas ambientais. O que dificulta mais a gestão de resíduos sólidos é não possuir empresas de tratamento e destinação de resíduos em número e tecnologia adequados.

O aproveitamento pela reciclagem ou reutilização de sucatas metálicas (ferro, aço, cobre e alumínio), papel e papelão, vidro e alguns plásticos são os mais realizados no país.

Em relação aos países desenvolvidos o Brasil tem um significativo atraso na gestão de resíduos sólidos. No entanto, com a Política Nacional de Resíduos Sólidos iniciou um processo acelerado de evolução do gerenciamento, no setor público e no privado, pautado por elevados padrões de proteção ambiental e sustentabilidade.

Pela lei a destinação de resíduos prioriza a reutilização e reciclagem e deixando por último, apenas para os rejeitos, a disposição final em aterro sanitário. Com isso o custo da disposição em aterro sanitário reduzirá.

No artigo Entenda a situação atual do Plano Nacional dos Resíduos Sólidos (PNRS) você encontra informações da situação atual da gestão de resíduos sólidos no Brasil.

Tratamento de Resíduos Sólidos

Em relação ao tratamento dos resíduos, no Brasil têm sido instaladas algumas unidades de compostagem/reciclagem. Essas unidades utilizam tecnologia simplificada, com segregação manual de recicláveis em correias transportadoras e compostagem em leiras a céu aberto, com posterior peneiramento.

Devido à dificuldade de alguns municípios em operar e manter as unidades de compostagem, muitos que foram instaladas estão hoje paralisados e sucateados.

O tratamento por incineração ainda é precário no país, As poucas usinas de incineração existentes são utilizadas exclusivamente para incineração de resíduos de serviços de saúde e de aeroportos, e em geral não atendem aos requisitos mínimos ambientais da legislação brasileira.

Outros tipos de tratamento de resíduos, tais como autoclavagem, microondas e outros, vêm sendo instaladas mais frequentemente em algumas cidades brasileiras, mas os custos de investimento e operacionais ainda são muito elevados.

A importância da gestão de resíduos sólidos nas empresas

Algumas empresas percebem que a gestão de resíduos sólidos permite aumentar a produtividade, reduzir custos e ampliar as oportunidades de negócios em tempos de globalização.

Neste sentido aderir ao gerenciamento de resíduos traz inúmeras vantagens, tais como:

Aumentar a produtividade que consequentemente aumenta os lucros, pois consumirá menos energia, além de produzir novos objetos com matéria-prima barata proveniente da reciclagem.

Ganho de novos clientes com a melhoria da imagem uma vez que empresas que produzem de forma sustentável são as mais valorizadas e com credibilidade no mercado.

Evitar multas e reparações, pois cumpre todas as leis ambientais no que refere ao tratamento e disposição ambientalmente correta dos resíduos sólidos.

Tornar mais agradável o ambiente de trabalho, uma vez que manter limpo e organizado a empresa influencia no aspecto psicológico dos trabalhadores, aumentado a produtividade destes funcionários, ou seja, a sua entrega nas atividades do seu negócio. Além desse beneficio a higienização do ambiente de trabalho reduz os riscos de acidentes, afastamentos por problemas de saúde, entre outros transtornos.

Diminuir os custos de produção, uma vez que na gestão de resíduos sólidos a sua empresa pode optar por comprar reciclado como matéria prima para a produção. Reduz o custo com distribuição e comercialização de produtos, pois terá mais espaço para o armazenamento de mercadorias (antes ocupado pelos resíduos). Economiza no descarte de resíduos em aterros, já que através da gestão o resíduo será reutilizado ou comercializado.

Consultoria em gerenciamento de resíduos


É imprescindível desenvolver novas técnicas e/ou aplicar novas metodologias que minimizem os impactos que os resíduos sólidos possam causar.

Tratar e armazenar os resíduos visando minimizar os custos e maximizar a segurança é um dos principais objetivos de empresas que desejam cumprir as exigências ambientais, e principalmente empresas certificadas no Sistema de Gestão Ambiental.

A Verde Ghaia é uma empresa especializada em consultoria que pode auxiliar a sua empresa a atender todos os requisitos legais da Lei 12.305/2010.

Através da plataforma VG Resíduos é apresentado para sua empresa uma solução prática e funcional que permite ao seu negócio realizar a gestão completa do processo, monitorar históricos e tomar decisões estratégicas baseadas em gráficos e relatórios.

Entre em contanto e veja os benéficos de uma consultoria para o gerenciamento de resíduos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

© VG Residuos Ltda, 2018