Reciclagem: tudo que você precisa saber

05/10/2020

Reciclagem, tudo que você precisa saber

A reciclagem é o processo de reaproveitamento do resíduo que não serve mais para o processo, com mudanças em seus estados físico, físico-químico ou biológico, de modo a atribuir características para que se torne novamente matéria-prima ou produto. Neste artigo mostraremos tudo que você precisa saber sobre reciclagem. Confira!

No Brasil são produzidos aproximadamente 79 milhões de toneladas de resíduo sólido por ano. Quando os resíduos são misturados, somente 1% destes resíduos pode ser reaproveitado, e quando ocorre a separação correta, o aproveitamento passa para a ser 70%.

A reciclagem é uma forma de reduzir o resíduo depositado no ambiente e todos podem colaborar para a conscientização da sociedade sobre os benefícios desse processo.

Além disso, a reciclagem é uma fonte de renda para muitas famílias em condições de vulnerabilidade, sendo, portanto, um importante instrumento de desenvolvimento social.

O profissional que destina o tempo para reciclagem é totalmente importante para o ciclo e redução de resíduos depositados em aterro sanitários. Por isso que foi criada uma data comemorativa destinada somente a esse público. O dia do reciclador e da reciclagem que é celebrado 22 de novembro. Dia importante para esse profissional e para a atividade tão significativa para o meio ambiente.

Veja abaixo o que abordaremos neste artigo:

  • o que é reciclagem
  • benefícios da reciclagem
  • como as empresas podem ganhar dinheiro com a reciclagem
  • dicas para facilitar a reciclagem dos resíduos sólidos
  • reciclagem e a gestão dos resíduos sólidos

O que é reciclagem?

A reciclagem é um processo de conversão do desperdício em materiais ou produtos de potencial utilidade. Este processo permite reduzir o consumo de matérias primas, de utilização de energia e a poluição do ar e da água. Além de reduzir a necessidade de tratamento do resíduo e a emissão de gases do efeito estufa.

A reciclagem é um componente importante na gestão dos resíduos sólidos e o quarto componente na hierarquia dos resíduos (ou ordem de prioridade da Política Nacional de Resíduos Sólidos): não gerar, reduzir, reutilizar e reciclar!

Portanto, a reciclagem é o processo de reaproveitamento do resíduo que não serve mais para o processo, com mudanças em seus estados físico, físico-químico ou biológico, de modo a atribuir características para que se torne novamente matéria-prima ou produto.

Aplicando um conjunto de técnicas esses resíduos dão origem a um novo produto ou a uma nova matéria-prima com o objetivo de diminuir a produção de rejeitos e o seu acúmulo na natureza, reduzindo o impacto ambiental.

Esses conjuntos de técnicas vão desde a separação do resíduo por material (plástico, papel, metal e vidro são alguns exemplos) até a sua transformação final em outro produto.

O Ministério do Meio Ambiente classifica a reciclagem como uma das alternativas de tratamento de resíduos mais vantajosas, uma vez que reduz o consumo de recursos naturais, poupa energia e água, diminui o volume de lixo e gera emprego a milhares de pessoas.

São muitos os materiais que são recicláveis e podemos fazer a separação na nossa casa e no local de trabalho. Os materiais que são recicláveis são: vidro, papel, metal, plástico, tecidos e componentes eletrônicos.

Também tem a compostagem, que é a reutilização dos detritos biodegradáveis, como o resíduo orgânico.

Os materiais que serão reciclados são transportados para uma cooperativa ou são recolhidos em locais estratégicos, esses materiais são limpos e reprocessados em novos materiais para a produção industrial.

Benefícios da reciclagem

Reciclagem, tudo que você precisa saber

Os benefícios são muitos, tanto para o meio ambiente, quanto para a área socioeconômica.

Para o meio ambiente redução da acumulação dos resíduos, evitando a produção de novos materiais, como: papel, que exige o corte de árvores, com emissão de gases como metano e gás carbônico, consumo de energia, agressões ao solo, ar e água.

Na questão socioeconômica, a reciclagem contribui para o uso racional dos recursos naturais e da reposição dos recursos que podem ser reaproveitados. A reciclagem também proporciona uma melhora na qualidade de vida das pessoas, com a preservação das condições ambientais, e também gera renda para aquelas pessoas que encontram nessa atividade uma oportunidade de negócio.

A regulamentação das atividades de coleta seletiva e reciclagem no Brasil teve um importante avanço no segundo semestre de 2010, quando foram sancionados a Lei nº 12.305, que instituiu a Política Nacional de Resíduos Sólidos e o Decreto nº 7.404, que regulamentou a Lei nº 12.305, criando o Comitê Interministerial da Política Nacional de Resíduos Sólidos e o Comitê Orientador para a Implantação dos Sistemas de logística reversa.

A PNRS veio, entre outras ações, regulamentar a atividade das cooperativas de trabalhadores do setor de coleta seletiva e traçar as diretrizes a serem seguidas pelas esferas de governo para implementar os serviços de coleta e reciclagem de resíduos sólidos.

Reciclar embalagens usadas, ou outros materiais, traz diversas vantagens ambientais e econômicas:

  • redução da acumulação de resíduos;
  • evita a produção de novos produtos;
  • evita o consumo de energia;
  • evita agressões ao solo, ar e água;
  • contribuição para o uso racional dos recursos naturais;
  • proporciona melhor qualidade vida;
  • proporciona fonte de renda.
  • evita sansões ambientais a empresas
  • melhora a imagem das organizações que se incubem também de reciclar.

Como as empresas podem ganhar dinheiro com a reciclagem?

O Mercado de Resíduos, software da VG Resíduos, é um sistema que proporciona o encontro entre empresas geradoras e tratadoras de resíduos.

Portanto, a partir do Mercado de Resíduos você pode encontrar outras empresas que tratam exclusivamente da reciclagem dos materiais gerados pelo seu negócio.

Desse modo você irá transformar prejuízo em lucro em uma plataforma totalmente gratuita e utilizada em todo o Brasil.

ebook guia para otimizar a gestao de residuos minimizar custos e lucrar

Dicas para facilitar a reciclagem dos resíduos sólidos

Mesmo com profissionais que auxiliam na limpeza urbana, é essencial cada pessoa fazer a sua parte. Pode ser em casa, no local de trabalho ou em ambiente público.

Selecionamos algumas dicas para ajudar a separar o lixo e facilitar a gestão dos resíduos sólidos:

  • separar o lixo orgânico do lixo inorgânico: separar o lixo orgânico (restos de comida), do lixo seco (papel, plástico, vidro);

  • higienizar as embalagens: limpar com água as embalagens usadas, limpar com água, por exemplo: cerveja, refrigerante, iogurte, garrafas PETs. Assim evita acúmulo de insetos e animais que são atraídos por objetos sujos. Além de evitar o mau cheiro.

  • diminuir o volume do resíduo: separar papéis e caixas de papelão, rasga-los e empilhá-los, pois ocupa menos espaço do que papel ou caixas amassados e jogados. E também facilita o trabalho dos catadores.

  • amassar as latinhas: sempre que possível deverá amassar as latinhas de alumínio, economizando espaço e contribuindo para a gestão da coleta seletiva.

  • secar as embalagens: embalagens tetrapack devem ser secadas e dobradas para ocupar menos espaço, não atrair animais ou insetos e gerar menos mau cheiro;

  • separar o óleo de cozinha: armazenar garrafas PET após a utilização do óleo de cozinha, procurar postos de coleta desse produto. Com isso, evita o entupimento do encanamento, contribui para a produção de sabão de limpeza.

  • embale os resíduos recicláveis: coloque em embalagens separadas e que sejam resistentes para facilitar para o reciclador de lixo efetuar o transporte.

  • jogue resíduos no local correto: deposite seus resíduos na lixeira, e não jogados nas ruas, evitando assim que animais ou pessoas possam rasga-los, e evita poluição nas vias públicas.

Reciclagem e a gestão dos resíduos sólidos

O controle dos resíduos em uma empresa é algo fundamental no processo produtivo. O seu gerenciamento é um excelente método que cria oportunidades para reciclagem dos resíduos.

A gestão de resíduos é viabilizado através do reaproveitamento e venda de resíduos e aumento de possibilidades de reciclagem, ou por meio da descoberta de novos componentes ou de novas matérias-primas que resultem em produtos mais confiáveis e tecnologicamente mais limpos.

Um dos grandes desafios das empresas é assegurar que todos os resíduos sejam gerenciados de forma apropriada e segura, desde a geração até a disposição final (do berço ao túmulo), envolvendo as etapas de geração, caracterização, manuseio, acondicionamento, armazenamento, coleta, transporte, reutilização, reciclagem, tratamento e disposição final.

Através da plataforma VG Resíduos você encontra uma solução prática e funcional que permite à sua empresa realizar a gestão completa do processo, monitorar históricos e tomar decisões estratégicas baseadas em gráficos e relatórios.

Com a implantação da ISO 14001, Sistema de Gestão Ambiental sua empresa terá o auxílio para ter uma gestão eficiente dos resíduos sólidos, ter indicações de empresas de reciclagem.

A ISO 14001, focada na gestão ambiental, traz soluções para manter empresa dentro das legislações referentes ao campo de atuação da empresa, oferecendo um eficiente Sistema de Gestão Ambiental, e consequentemente a Gestão dos Resíduos Sólidos.

Portanto, a reciclagem consiste no reaproveitamento do resíduo que não serve mais para o processo, através de mudanças em seus estados físico, físico-químico ou biológico, de modo a atribuir características para que se torne novamente matéria-prima ou produto.

Gostou desse assunto ou acha ele relevante? Compartilhe nas redes sociais ou deixe seu comentário abaixo.

Gerenciamento de resíduos

Compartilhe!