Quais são os principais tipos de plásticos recicláveis?

Os principais tipos de plásticos recicláveis são aqueles que podem ser transformados em altas temperaturas, o que não ocorre com todos. É por isso que é tão importante realizar uma triagem do material plástico antes do processo de reciclagem. Os plásticos são divididos em dois grupos, conforme suas características de fusão ou derretimento: termoplásticos e termorrígidos. Os termoplásticos são recicláveis em altas temperaturas, já os termorrígidos não são recicláveis. 

A reciclagem do plástico é fundamental para a preservação ambiental, uma vez que esse material leva anos para se decompor na natureza por ser produzido a partir de derivados do petróleo.

A reciclagem do plástico no Brasil ainda é muito baixa. A maioria das taxas encontradas giram em torno de 20%. Esse índice baixo esta associado há vários motivos, mas o principal é a falta de conhecimento dos brasileiros sobre coleta e reciclagem. Cofira os tipos de plástico recicláveis!

Saiba como montar uma empresa de reciclagem em 7 passos.

Tipos de plásticos recicláveis

 

Os principais consumidores do resíduo plástico são as recicladoras, que viram no plástico uma boa alternativa de aumentar sua lucratividade através da venda. O plástico reprocessado volta como matéria-prima para a fabricação de artefatos plásticos, como conduítes, sacos de lixo, baldes, cabides, garrafas de água sanitária, e acessórios para automóveis, por exemplos.

Porém o lucro só é possível através da reciclagem do tipo de plástico que permite o seu reaproveitamento. Os tipos de plásticos mais fáceis de negociar venda são os termoplásticos, pois podem ser processados várias vezes pelo mesmo ou por outro processo de transformação.

Os termoplásticos são os tipos de plásticos mais consumidos. Esses plásticos amolecem quando são aquecidos, podendo ser moldados. Essa característica é o que o torna um material reciclado bom para ser vendido.

Montar uma empresa de reciclagem de sucatas

Já os plásticos termorrígidos ou termofixos são aqueles que não derretem quando aquecidos. Essa característica impossibilita sua reutilização por meio dos processos convencionais de reciclagem.

Abaixo listamos os tipos de plásticos recicláveis mais comuns vendidos:

O que o tratamento de resíduos agrega à meta de reciclagem?

PET: poli (tereftalato de etileno)

Polietileno tereftalato, ou PET, é um plástico formado pela reação entre o ácido tereftálico e o etileno glicol. É um tipo de plástico que pode ser reciclado.

Esse tipo de plástico compõem frascos e garrafas para uso alimentício e farmacêutico, cosméticos, bandejas para micro-ondas, filmes para áudio e vídeo e fibras têxteis.

PEAD: polietileno de alta densidade

Este tipo de plástico está presente em embalagens de detergente e óleos automotivos, sacolas de supermercados, garrafeiras, tampas, tambores para tintas, potes, utilidades domésticas, entre outros.

É um material resistente à baixa temperatura, leve, impermeável, rígido e com resistência química.

PVC: policloreto de polivinila

Esse plástico é muito encontrado em embalagens para água mineral, para óleos comestíveis, maioneses, sucos, perfis para janelas, tubulações de água e esgoto, mangueiras, embalagens para remédios, brinquedos, bolsas de sangue, material hospitalar, entre outros.

É um tipo de plástico muito utilizado por ser rígido, transparente, impermeável, resistente à temperatura e inquebrável.

PEBD ou PELBD: polietileno de baixa densidade

Esse plástico é utilizado na fabricação de sacolas para supermercado e boutiques, filmes para embalar leite e outros alimentos, filmes para fraldas descartáveis, bolsa para soro medicinal, sacos de lixo, entre outros.

É um material plástico muito utilizado por ser flexível, leve, transparente e impermeável.

PP: polipropileno

É um plástico inquebrável, transparente, brilhante, rígido e resistente a mudanças de temperatura. São muito utilizados em filmes para embalagens e alimentos, embalagens industriais, cordas, tubos para água quente, fios e cabos, frascos, caixas de bebidas, autopeças, fibras para tapetes e utilidades domésticas, potes, fraldas e seringas descartáveis, etc.

Esse plástico possui uma variação chamada de BOPP que é um material metalizado, porém de difícil reciclagem. É mais usado em embalagens de salgadinhos e biscoitos.

PS: poliestireno

Esse plástico é utilizado em potes para iogurtes, sorvetes, doces, frascos, bandejas de supermercados, geladeiras (parte interna da porta), pratos, tampas, copos descartáveis, aparelhos de barbear descartáveis e brinquedos.

As características principais deste plástico são leveza, capacidade de isolamento térmico e a flexibilidade.

PLA: poli (ácido lático)

Esse plástico é obtido a partir da fermentação do amido contido na beterraba, mandioca, entre outros vegetais.

É um material biodegradável. É mais utilizado em copos, recipientes, embalagens de alimentos, sacolas, pratos descartáveis, garrafas, canetas, bandejas, filamentos de impressora 3D e outros.

Reciclagem do plástico

A reciclagem do plástico começa quando o consumidor separa e entrega as embalagens ou produtos plásticos para a coleta seletiva ou aos Pontos de Entrega Voluntária – PEVs.

Nesses locais, o material que é recolhido pelos catadores e cooperativas e levado para os Centros de Triagem, onde cada produto é separado pelo tipo de resina (PET, PEAD, PVC, PEBD, PP, PS, outros).

Depois da triagem, cada grupo de material é levado para as Recicladoras.

A reciclagem mecânica é a mais comum. Nesse processo os resíduos passam por quatro etapas:

  1. Fragmentação (moagem)– os resíduos são levados para um moinho que reduzem o seu tamanho.
  2. Lavagem e Separação– os fragmentos (comumente chamados de flakes) são lavados com água e a separação é feita pela diferença de densidades. O u seja, os materiais mais densos afundam e os menos densos ficam na superfície da água.
  3. Secagem– os flakes separados são secos em grandes secadores com circulação de ar quente.
  4. Extrusão– os flakes secos são alimentados em uma máquina extrusora onde são fundidos por aquecimento e levados por uma rosca sem fim a uma matriz. Nessa matriz são formados os filamentos contínuos (comumente chamados de “espaguetes”). Esses são resfriados em uma banheira com água a temperatura ambiente e são cortados em uma granuladora, formando os grânulos de material plástico reciclado que são embalados.

Outro método de reciclagem é a química onde os resíduos plásticos são transformados em substâncias químicas ou matérias-primas, quase sempre envolvendo processos de despolimerização.

Confira: 7 Dicas Para Você Montar Uma Empresa de Reciclagem de Sucatas

Como a VG Resíduos auxilia a recicladora

VG Resíduos por meio de uma plataforma online de compra e venda de resíduos oferece um serviço de qualidade. O Mercado de Resíduos trás soluções para empresas que lucram com a reciclagem de resíduos plásticos.

Com o sistema que conta com módulos ideais para o seu segmento, todo o processo de venda e compra passa a ser automatizado e on-line, viabilizando uma gestão completa, dinâmica e eficiente.

As vantagens do software da VG Resíduos são: auxilia a empresa a cumprir a Política Nacional de Resíduos; facilita a gestão passivos de informações e evita perdas e falhas no processo; padroniza a comunicação com fornecedores e clientes; minimiza a possibilidade de prejuízos para a empresa; permite o controle completo de documentação e licenças; otimiza a elaboração de relatórios e inventários; auxilia no cumprimento de prazo, com lembretes e alertas de vencimento; sistematiza as informações em gráficos e dashboards para orientar a tomada de decisões estratégicas.

Sendo assim, conclui-se que os tipos de plásticos melhores para serem reciclados e os mais lucrativos são os termoplásticos. É muito importante saber diferenciar os plásticos recicláveis dos não recicláveis para não haver desperdício de recursos no processo de reciclagem.

Gostou desse assunto ou acha ele relevante? Compartilhe nas redes sociais ou deixe seu comentário abaixo.

Mas quer se aprofundar um pouco mais a respeito? Leia outro artigo do nosso blog: Como realizar a reciclagem de plástico passo a passo

Montar uma empresa de reciclagem de sucatas

 

 

 

Como realizar a reciclagem de plástico passo a passo

 

reciclagem de plástico passo a passo

 

Realizar a reciclagem de plástico passo a passo é o ponto inicial para o sucesso das empresas do setor de reciclagem. A capacidade de reutilização e reciclagem do plástico é um excelente negócio, contudo, o desafio é estruturar o modelo de negócio transformando o plástico em soluções lucrativas. A tarefa de tornar a reciclagem do plástico em bons negócios para as empresas passa pela valorização dos resíduos plásticos e do avanço tecnológico.

Grande parte dos produtos que consumismos atualmente são feitos de plástico. O uso do material revolucionou a indústria, mas também gerou um grande desafio para o planeta: o acúmulo de lixoNo Brasil é gerado anualmente o equivalente a 10,5 milhões de toneladas, e somente 26% é reciclado. Portanto, confira o passo a passo da reciclagem do plástico!

Conhecendo o Plástico

reciclagem de plástico passo a passo

Plástico significa adequado á moldagem, sendo um material flexível. São formados por moléculas orgânicas poliméricas, derivadas do petróleo. O mais simples deles são o polietileno. Mas também existe o PVC poli (cloreto de vinila), o polipropileno, o poliestireno e o PET – poli (etileno tereftalato).

Esses plásticos podem ser divididos em três grupos:

  • 1º grupo: as embalagens de PVC para alimentos;
  • 2º grupo: os plásticos PET e poliestireno que apresentam características tóxicas, porém mais brandas que os plásticos do 1º grupo;
  • 3º grupo: são os plásticos que apresentam características pouco tóxicas como o polietileno e o polipropileno.

A reciclagem do plástico é possível devido a algumas características que os tornam atrativos para o processo. São elas: força e resistência, durabilidade e longa vida, baixo peso, excelente barreira contra água e gases, resistência à maioria dos agentes químicos, excelente processabilidade e baixo custo.

reciclagem de plástico passo a passo

Reciclagem de plástico passo a passo

reciclagem de plástico passo a passo

Os produtos plásticos normalmente apresentam um símbolo que indica se eles são recicláveis ou não. A simbologia é dada de acordo com o tipo de plástico do qual são feitos. Mas, como é realizada a reciclagem de plástico passo a passo? Confira:

Tipo de processo de reciclagem

Existem três tipos de reciclagem, que geram diferentes tipos de produtos e benefícios. São elas: a reciclagem química, mecânica e energética. A mais empregada é a mecânica. A escolha depende do modelo de negócio de cada empresa.

A reciclagem mecânica consiste em transformar os plásticos em pequenos grânulos, que podem ser utilizados na produção de novos materiais, tais como: sacos de lixo, pisos, mangueiras, embalagens não alimentícias, peças de automóveis, entre outros.

A reciclagem química reprocessa os plásticos transformando-o em materiais petroquímicos básicos, que servem de matéria-prima para a criação de outros produtos. Essa reciclagem é mais tolerante a impurezas. Todavia, é mais caro e necessita de enormes quantidades de plástico para ser economicamente viável.

A reciclagem energética transforma o plástico em energia térmica e elétrica através da incineração. Ou seja, nesse processo, é reaproveitado o poder calorífico armazenado nos plásticos. Porém, o método de implantação é mais caro.

Saiba os tipos e formas de reciclagem de resíduos plásticos.

Etapas da reciclagem

reciclagem de plástico passo a passo

A reciclagem mecânica é a mais empregada e a mais lucrativa. Nesse processo os materiais reciclados passam por um processo de alteração física.

A reciclagem mecânica de plástico passo a passo passa por quatro etapas:

  1. Fragmentação (moagem)– os resíduos são levados para um moinho que reduzem o seu tamanho.
  2. Lavagem e Separação– os fragmentos (comumente chamados de flakes) são lavados com água e a separação é feita pela diferença de densidades, ou seja, os materiais mais densos afundam e os menos densos ficam na superfície da água.
  3. Secagem– os flakes separados são secos em grandes secadores com circulação de ar quente.
  4. Extrusão– os flakes secos são alimentados em uma máquina extrusora onde são fundidos por aquecimento e levados por uma rosca sem fim a uma matriz onde são formados os filamentos contínuos (comumente chamados de “espaguetes”). Esses são resfriados em uma banheira com água a temperatura ambiente e são cortados em uma granuladora, formando os grânulos de material plástico reciclado que são embalados.

Saiba como montar uma empresa de reciclagem em 7 passos.

O lucro que vem do lixo

reciclagem de plástico passo a passo

A reciclagem de plástico passo a passo começa quando o consumidor separa e entrega as embalagens ou produtos plásticos para a coleta seletiva ou aos Pontos de Entrega Voluntária – PEVs.

Nesses locais, o material que é recolhido pelos catadores e cooperativas e levado para os Centros de Triagem, onde cada produto é separado pelo tipo de resina (PET, PEAD, PVC, PEBD, PP, PS, outros). Depois da triagem, cada grupo de material é levado para as Recicladoras.

Empregar a reciclagem de plástico é lucrativo para as empresas que acreditam que um desenvolvimento sustentável é possível, buscando o equilíbrio entre o crescimento econômico e o respeito ao meio ambiente. O faturamento de micro empresas do setor de reciclagem de plástico pode chegar a R$120 mil por ano.

Para alcançar esse faturamento é necessário ter bons fornecedores do resíduo e compradores do reciclado. Hoje a internet facilita o contato com esses geradores e compradores. Haja vista que há vários canais que os conecta com a empresa de reciclagem.

A VG Resíduos possui uma plataforma, o Mercado de Resíduos que conecta as geradoras, transportadoras e compradoras de plástico. Através do Mercado de Resíduos as empresas terão a chance de negociar os resíduos de plástico ou o plástico já reciclado obtendo vantagens financeiras com a compra/venda de resíduo.

Esta plataforma trata-se de um ambiente virtual idealizado para oferecer comodidade, praticidade e segurança as empresas que buscam lucratividade, sem perder de vista o cumprimento das legislações ambientais.

Além do Mercado de Resíduos, a VG Resíduos possui um software para gestão de resíduos. Ferramenta ideal para empresas, pois todo o processo de gestão dos resíduos passa a ser automatizado e on-line, viabilizando uma gestão completa, dinâmica e eficiente.

Saiba como ganhar dinheiro com a reciclagem de resíduos.

Assim, concluímos que conhecer a reciclagem de plástico passo a passo é importante para que a indústria de reciclagem obtenha o lucro desejado através da economia circular. A reciclagem de plástico está em consonância com a Política Nacional de Resíduos Sólidos (PNRS), uma vez que se baseia no princípio da precaução. Além disso, a PNRS incentiva as empresas de reciclagem.

Gostou desse assunto ou acha ele relevante? Compartilhe nas redes sociais ou deixe seu comentário abaixo.

Mas quer se aprofundar um pouco mais a respeito? Leia outro artigo do nosso blog: Tudo que você precisa saber sobre reciclagem de plásticos

reciclagem de plástico passo a passo

 

 

 

Algumas matérias que podem te interessar

© VG Residuos Ltda, 2019