×

Como a VG Resíduos pode auxiliar na gestão de Resíduos da Saúde?

Como a VG Resíduos pode auxiliar na gestão de Resíduos da Saúde?
Avalie este post

gestão de resíduos da saúde

Uma adequada gestão de resíduos da saúde não significa simplesmente dar uma destinação correta para o lixo. Na verdade, vai muito além disso. É necessário elaborar um PGRSS e seguir diversas ações para preservar a saúde do homem e o meio ambiente.

Para gerenciar o resíduo da saúde gerado corretamente uma consultoria em gestão de resíduos auxilia nos procedimentos que contempla a geração, segregação, acondicionamento, coleta, armazenamento, transporte, tratamento e destinação final desses resíduos.

A consultoria da VG Resíduos ajuda os estabelecimentos da área de saúde a evitar passivos ambientais e descumprimento das leis ambientais referente à destinação dos resíduos da saúde. Então, confira neste artigo como ter benefícios com consultoria em gestão de resíduos da saúde.

gestão de resíduos da saúde

Auxilio para elaboração do PGRSS

gestão de resíduos da saúde

Os estabelecimentos de saúde devem elaborar o PGRSS conforme determina a Política Nacional de Resíduos Sólidos. A consultoria VG Resíduos facilita a elaboração deste plano através de um software de gerenciamento.

O Plano de Gerenciamento de Resíduos de Serviços de Saúde (PGRSS) é basicamente um documento técnico referente ao gerenciamento de resíduos de saúde.

No PGRSS são estabelecidas as ações para o correto manejo dos resíduos provenientes de todos os serviços relacionados ao atendimento á saúde humana e animal.

O PGRSS é regulamentado pelas resoluções CONAMA nº 283/01, CONAMA nº 358/05 e ANVISA RDC 306/04.

Baseado nos princípios da não geração e da minimização, também, visa ao tratamento e disposição final daqueles, que por suas características, necessitam de processos de manejo diferenciado.

A elaboração desse plano objetiva, também, a proteção dos trabalhadores envolvidos e a preservação dos recursos naturais, do meio ambiente e da saúde pública.

Elaborar um PGRSS, além de ser um passo de extrema importância para garantir o correto gerenciamento de resíduos de saúde e trazer muitos benefícios, é obrigatório. 

Saiba mais sobre as boas práticas de gerenciamento dos resíduos de serviços de saúde.

Quem pode ter auxilio da VG Resíduos?

Todos os empreendimentos que prestam serviços relacionados ao atendimento à saúde humana e animal são considerados geradores de resíduos de saúde. Portanto, esses estabelecimentos podem contar com um serviço especializado em gestão de resíduos da saúde.

Estão incluídos também as clínicas odontológicas, estúdios de tatuagem, clínicas veterinárias, necrotérios e funerárias, drogarias, farmácias e clínicas de acupuntura.

Se um estabelecimento de saúde não realizar a gestão de seus resíduos estará sujeito a multas e atuações, já que o gerenciamento integra o licenciamento ambiental e pode ser exigido e fiscalizado pelos órgãos de saúde.

Os passos para gestão de resíduos da saúde

 

gestão de resíduos da saúde

A VG Resíduos auxilia o gerador de resíduos da saúde a seguir os principais passos para realizar corretamente a gestão.

O seu software de gerenciamento permite à empresa realizar a gestão completa do processo, monitorar históricos e tomar decisões estratégicas baseadas em gráficos e relatórios.

O PGRSS pode ser elaborado através deste software, pois nele encontramos todas as ferramentas necessárias para isso.

Veja como o software da VG Resíduos contribui para gestão de resíduos:

Diagnóstico dos resíduos gerados

O primeiro passo para realizar a gestão de resíduos da saúde é conhecer os tipos e quantidades de resíduos de saúde que a organização gera. No software o gerador lança todas essas informações, facilitando a emissão de relatórios.

Os resíduos de saúde são divididos em cinco grupos, de acordo com as suas características físico-químicas. Na ANVISA RDC 306/04 estão definidos todos esses grupos. São eles:

  • grupo A: são aqueles com presença de agentes biológicos e que podem apresentar risco de infecção;
  • grupo  B: são aqueles que contêm substâncias químicas que apresentam risco à saúde pública ou ao meio ambiente. Possui características de inflamabilidade, corrosividade, reatividade e toxidade;

  • grupo C: são os rejeitos radioativos;

  • grupo D: são aqueles classificados como resíduos comuns, exemplos, material de escritórios, resíduo orgânico e etc.

  • grupo E: são os materiais perfurocortantes e todos os utensílios de vidros quebrados.

Somente, após a classificação dos resíduos de saúde em seus respectivos grupos, será possível definir as próximas etapas do gerenciamento de resíduos de saúde.

Além disso, o estabelecimento deve analisar quais os requisitos legais aplicáveis na segregação, no armazenamento ou no transporte interno.

Conheça a disposição correta de resíduos de saúde.

Definições das ações relativas ao manejo

gestão de resíduos da saúde

Para correta gestão de resíduos da saúde o empreendimento deve informar os aspectos referentes à geração, segregação, acondicionamento, coleta, armazenamento, transporte, tratamento e disposição final. Além disso, deve descrever as ações de proteção à saúde pública e ao meio ambiente.

E nesta fase do gerenciamento de resíduo que serão definidos quais resíduos serão reciclados e as práticas adotadas.

Com auxilio da VG Resíduos o gerador conseguirá identificar qual o melhor tratamento deve ser dado ao resíduo. Como também, através de sua plataforma de Mercado de Resíduos, a encontrar um tratador licenciado para o tratamento do resíduo.

Monitoramento e avaliação da gestão 

gestão de resíduos da saúde

O estabelecimento de saúde deve monitorar e avaliar a gestão de resíduos da saúde, de acordo com a periodicidade definida no licenciamento ambiental.

Devem-se constar os seguintes indicadores mínimos, com frequência anual:

  • taxa de acidentes com resíduo perfurocortante;
  • variação da geração de resíduos;
  • variação da proporção de resíduos dos Grupos A, B, D e E;
  • variação do percentual de reciclagem.

Através do software é possível realizar todo o controle da documentação e cumprir com os prazos das licenças.

Tentar realizar o gerenciamento de resíduos com a falta de conhecimento técnico é um grande empecilho, pois há tantas informações técnicas, normas e legislações necessárias. Contudo, a organização pode contar com a consultoria VG Resíduos, que é uma empresa especializada em gerenciamento de resíduos.

Assim sendo, a gestão de resíduos da saúde deve ser integrada e continuada na empresa. A unidade de saúde deve entender que a gestão de resíduos não é apenas de regularização, mas sim, um passo a passo que descreve a maneira como se deve executar as tarefas ligadas ao manejo de resíduos.

Gostou desse assunto ou acha ele relevante? Compartilhe nas redes sociais ou deixe seu comentário abaixo.

Mas quer se aprofundar um pouco mais a respeito? Leia outro artigo do nosso blog: Por que é importante o gerenciamento de resíduos de saúde?

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

© VG Residuos Ltda, 2018