×

Como empresas estão empreendendo ao reciclar resíduos têxteis?

Como empresas estão empreendendo ao reciclar resíduos têxteis?
Avalie este post

reciclar resíduos têxteis

É possível empreender ao reciclar resíduos têxteis, sem agredir o meio ambiente e ainda lucrando. Algumas organizações estão fazendo negócios com produtos oriundos da reciclagem das sobras de tecidos.

No Brasil, a indústria têxtil ocupa um lugar de destaque na economia, tendo fechado o ano de 2017 com crescimento. O problema é o excesso de resíduos gerados, por isso geradoras e tratadoras devem ter responsabilidade ambiental, investindo em reciclagem. Essa prática reforça a sustentabilidade e gera renda para empresas.

Essa inclinação das organizações para a reciclagem dos resíduos têxteis é fundamental. A fabricação de tecidos sintéticos, por exemplo, requer uso de substâncias tóxicas. Além disso, o setor têxtil é grande produtor de resíduos, principalmente de retalhos, oriundos dos cortes nas confecções. Toneladas de sobras de retalhos, quando descartadas sem tratamento, podem gerar doenças ou contaminar a natureza.

A seguir, você entenderá como se organiza o setor e a importância de se reciclar os resíduos têxteis, evitando a degradação ambiental. Informa-se, também, sobre como transformar as sobras das confecções e obter renda com seu comércio. Acompanhe!

Saiba como a VG Resíduos pode ajudar na gestão de resíduos da sua empresa

Conheça o funcionamento da indústria têxtil

reciclar resíduos têxteis

A indústria têxtil está presente em muitos países devido à necessidade humana de se vestir. Além de peças de vestuário, o setor também fabrica produtos como roupas de cama, de decoração, de uso hospitalar, entre outros.  Para fazer frente às demandas internas e externas, as fábricas têxteis possuem seus parques industriais. Mas o setor também tem segmentos produtivos independentes. Eles são constituídos de indústrias de beneficiamento e fiação de fibras naturais, artificiais e sintéticas, tecelagem e malharia.

O Brasil é o quinto maior produtor têxtil do mundo, atrás da China, Índia, Estados Unidos e Paquistão. Segundo a Associação Brasileira da Indústria Têxtil e de Confecção(ABIT), no final de 2017, as vendas externas somaram US$ 1,1 bilhão.

O mercado têxtil brasileiro é aquecido, mas o processo de fabricação das peças gera quantidade elevada de resíduos. Além de um grande volume, os retalhos das confecções podem ter substâncias nocivas ao meio ambiente. Por esse motivo, é essencial que tanto as geradoras quanto as tratadoras façam um gerenciamento adequado dos resíduos têxteis.

reciclar resíduos têxteis

Veja os riscos de contaminação da indústria têxtil

reciclar resíduos têxteis

Um dos grandes impasses do setor têxtil é dar uma destinação correta aos resíduos que sobram da produção. O excesso de sobras pode ser gerado quando há corte das peças sem um preparo técnico de encaixe de modelagem. Os resíduos também vêm de aviamentos usados nas indústrias de confecção, como zíperes, botões, fechos, fivelas e rebites.

Outro complicador é que as peças do setor têxtil podem ser feitas com produtos nocivos ao meio ambiente. As fibras têxteis são matérias-primas da indústria e podem ser naturais ou artificiais. No primeiro caso, são as extraídas da natureza, como o algodão, vindas dos reinos animal, vegetal ou mineral. As de origem artificial, que podem ser de polímeros naturais ou sintéticos, quando contêm o petróleo em suas composições não se degradam naturalmente.

Neste estudo são apontados que, semanalmente, as indústrias geram 41kg de resíduos têxteis nos setores de corte e encaixe. Quando não gerenciados adequadamente pela própria fábrica ou destinados a empresas tratadoras, os resíduos têxteis podem provocar problemas como:

  • mudanças climáticas, devido à incineração de sobras;
  • efeitos adversos sobre a água e seus ciclos;
  • poluição química, resultante do uso de tinturas e substâncias nocivas;
  • perda da biodiversidade;
  • uso excessivo ou inadequado de recursos não renováveis;
  • efeitos negativos sobre a saúde humana;
  • efeitos sociais nocivos para as comunidades produtoras.

Quando não reciclados e depositados em aterros sanitários, os resíduos de algodão, por exemplo, levam mais de um ano para se decompor. Já os resíduos de couro são compostos de elementos não degradáveis, como o cromo, que contamina tanto o solo quanto os lençóis freáticos.

Leia mais sobre mercado de resíduos em outro artigo do nosso blog: Mercado de Resíduos: obtenha mais clientes e amplie o seu negócio agora!

Aposte na reciclagem dos resíduos têxteis

reciclar resíduos têxteis

Um dos caminhos para empreender no setor têxtil sem agredir a natureza é optar pelas soluções de reciclagem.  O processo de reaproveitamento dos resíduos reduz a quantidade de sobras, diminui a retirada de matérias-primas naturais, gera novos produtos e renda.

Saiba as sete dicas para vender resíduos e lucrar no Mercado de Resíduos.

Um exemplo interessante de organização que está investindo em reciclagem vem de uma indústria têxtil de Santa Catarina. A empresa destina todos os rejeitos a tratadoras que reciclam as sobras. Os materiais são desfibrados e transformados em:

  • fio reciclado;
  • mantas;
  • material de isolamento;
  • filtros e material de enchimento.

Outra prática de reciclagem que vem funcionando com sucesso é aquela que dá origem à malha PET. Trata-se de reciclar as garrafas PET para que se obtenham fios de poliéster. As roupas são feitas com 50% de algodão e 50% de poliéster reciclados. A qualidade da mala PET não fica nada a dever às peças feitas com fios convencionais e possuem grande durabilidade.

Em todos os processos de transformação dos resíduos têxteis, porém, é primordial seguir a legislação ambiental. Uma boa estratégia é contar com uma consultoria que indique como fazer o gerenciamento correto das sobras têxteis. O grupo Verde Ghaia possui consultores especializados no assunto. Com o suporte desses profissionais, é possível cumprir a legislação ambiental, escolher as melhores técnicas de reciclagem e ter renda com os resíduos têxteis.

reciclar resíduos têxteis

Encontre clientes para reciclar resíduos têxteis

reciclar resíduos têxteis

O êxito do empreendimento também depende de se encontrar bons clientes para o seu negócio. As tratadoras que manejam os resíduos têxteis podem aumentam seu rol de compradores usando uma plataforma online. O Mercado de Resíduos é um software que aproxima geradores e tratadores. Pelo ambiente virtual é possível localizar os geradores de resíduos têxteis, comprar suas sobras, tratá-las e comercializar os produtos reciclados.  Toda a negociação é feita pela plataforma online, de forma rápida e prática.

Como se vê, é possível empreender com os resíduos do setor têxtil, ser ambientalmente responsável e ainda lucrar com as sobras transformadas. Há métodos para reciclar resíduos têxteis, dando vida a novos produtos, sem descuidar do meio ambiente.

Gostou desse assunto ou acha ele relevante? Compartilhe nas redes sociais ou deixe seu comentário abaixo.

Mas quer se aprofundar um pouco mais a respeito? Leia outro artigo do nosso blog: Saiba as sete dicas para vender resíduos e lucrar no Mercado de Resíduos.

reciclar resíduos têxteis

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

© VG Residuos Ltda, 2018