Cinco ações que afastam o passivo ambiental da sua empresa

Cinco ações que afastam o passivo ambiental da sua empresa
5 (100%) 1 voto

passivo ambiental

Você conhece o que é passivo ambiental gerado por uma empresa e como ele pode impactar a natureza? Como uma organização pode desenvolver ações para evitá-lo?

É possível minimizar os efeitos que as atividades empresariais podem causar ao meio ambiente. Existem ações que impedem a gestão inadequada dos resíduos gerados nas rotinas de produção das empresas, afastando os passivos ambientais. Com isso, as organizações cumprem os preceitos da sustentabilidade, buscando a lucratividade do seu negócio, sem descuidar do planeta e dos indivíduos.

As empresas são essenciais para a geração de empregos, fabricação de produtos, prestação de serviços e movimentação da economia brasileira. A cada real do setor industrial são gerados R$ 2,32 para a economia do país, segundo a Confederação Nacional da Indústria (CNI). Por outro lado, os processos de uma organização podem ser nocivos à natureza, gerando passivos ambientais como poluição atmosférica ou de águas. Esses prejuízos aos recursos naturais, porém, podem ser evitados ou reparados com a implantação de uma série de iniciativas. Acompanhe!

Leia mais: a logística reversa é exigida para se obter a licença ambiental?

Conheça as normas de gestão de resíduos

passivo ambiental

Uma empresa gera um passivo ambiental quando, por meio de suas atividades, agride de algum modo ou ação o meio ambiente. Se a organização não implanta nenhum projeto para reverter tais prejuízos, poderá sofrer multas ou ter que arcar com indenizações.

Um primeiro passo para evitar o passivo ambiental é conhecer a legislação ambiental especialmente no tocante à gestão de resíduos. Isso é necessário porque os processos de fabricação das empresas são responsáveis por uma grande quantidade de resíduos. Quando não há o manejo correto dessas sobras a natureza pode ser impactada com contaminação de solos, águas, poluição atmosférica, entre outros.

Desde 2010, o gerenciamento dos resíduos sólidos brasileiros vem sendo tratado à luz da Lei 12.305. Conhecida como Política Nacional de Resíduos Sólidos (PNRS), determina as ações adequadas em cada fase da gestão dos resíduos. Sua meta principal é minimizar a geração das sobras e estimular a reciclagem, poupando, dessa forma, a saúde pública e a natureza.

Faça um levantamento dos passivos ambientais

Outra ação importante é identificar que atividades empresariais podem ou estão gerando passivos ambientais. Para esse monitoramento é importante detectar os seguintes pontos:

  • realizar inspeção ambiental da organização ou processo a ser analisado;
  • documentar, por meio de fotografias, os itens de passivo encontrados;
  • identificar processos de transformação ambiental que originaram os passivos;
  • caracterizar itens de passivo e suas causas;
  • hierarquizar que passivos ambientais são mais significativos.

Com esse diagnóstico em mãos, a empresa deve traçar e implantar correção das atividades em não conformidade, visando mitigar os impactos ambientais.

Confira: como empreender ao transformar lixo ou resíduo em energia?

Conquiste a ISO 14001

passivo ambiental

Evitar os passivos ambientais também está diretamente ligado à obtenção da certificação ISO 14001. Essa norma fornece padrões e procedimentos para que uma empresa adote rotinas de produção ecologicamente corretas, auxiliando na gestão dos resíduos. A última versão da ISO14001 é a 2015, conhecida no Brasil como ABNT NBR ISO 14001:2015.

A obtenção do selo é o atestado de que a empresa possui um Sistema de Gestão Ambiental (SGA). Tal sistema evita os passivos ambientais porque indica que a empresa cumpre a legislação e trabalha com rotinas que geram benefícios como:

  • menor poluição;
  • menor geração de resíduos;
  • diminuição de riscos aos trabalhadores e comunidades vizinhas às empresas;
  • eficiência no consumo de matérias-primas;
  • baixo consumo de água;
  • melhoria na organização interna da empresa;
  • melhoria da reputação organizacional;
  • aumento da satisfação e confiança dos clientes;
  • aumento da motivação e envolvimento dos colaboradores internos.

Invista na reciclagem de resíduos e afaste o passivo ambiental

passivo ambiental

A reciclagem das sobras geradas pela empresa também pode ser uma iniciativa que evita os passivos ambientais. Trata-se de um processo de reaproveitamento de resíduos que não servem mais para a organização. Com a técnica de reciclagem ocorre uma mudança no estado físico, físico-químico ou biológico do resíduo, de maneira que ele se torne novamente matéria-prima ou produto.

Sistemas de reciclagem dentro das empresas não só diminuem a produção de rejeitos como também evitam o uso predatório dos recursos naturais.  O meio ambiente também é preservado porque a reciclagem poupa energia e água nos processos de fabricação da empresa.

Saiba mais: 5 dicas para sua empresa gerar renda com a reciclagem de papelão

Contrate uma tratadora responsável pelo manejo

passivo ambiental

Os passivos ambientais podem surgir porque a empresa não sabe como gerenciar os resíduos gerados. Esse serviço pode ser terceirizado, com a contratação de uma empresa tratadora de resíduos.

Ao fazer essa opção, é importante se certificar se a tratadora está habilitada a fazer tanto o transporte quanto o tratamento dos resíduos. Isso envolve, entre outros aspectos, cumprir alguns protocolos e o primeiro deles é obter uma licença ambiental. O licenciamento ambiental é obrigatório em todo o território nacional desde 1981 e a tratadora não pode funcionar sem essa autorização.

Para cada tipo de resíduo há um tratamento indicado, e todo o manejo deve ser feito de maneira ambientalmente responsável.

Conte com o auxílio de uma consultoria

Ter ajuda externa para indicar ações que afastam os passivos ambientais também é uma medida acertada.  Uma consultoria como a Verde Ghaia pode auxiliar em várias dessas ações que poupam o meio ambiente. O suporte pode ser para o levantamento dos passivos ambientais, passando pela certificação ISO 14001 até a adoção de medidas corretivas.

Além disso, a empresa pode contar com a plataforma Mercado de Resíduos. O site reúne milhares de empresas do Brasil e pode ser acessado 24 horas por dia, de qualquer lugar do mundo. Os geradores cadastrados na plataforma informam qual resíduo produzem, já os tratadores podem fazer ofertas para manejo ou compra dessas sobras. De forma totalmente automatizada, a plataforma seleciona qual a oferta ganhadora do leilão, colocando gerador e tratador em contato.

Investindo nessas ações, as empresas evitam a gestão inadequada dos resíduos nas suas rotinas de produção e afastam os passivos ambientais. Com isso, demonstram que são organizações ambientalmente responsáveis com o planeta e os indivíduos.

Gostou desse tema ou achou o assunto relevante? Deixe seu comentário abaixo ou compartilhe o conteúdo nas redes sociais.

Se quiser aprofundar mais sobre o assunto leia este outro artigo do blog: Como a decisão do STF impacta na gestão de resíduos da sua empresa?

 

 

 

 

 

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

© VG Residuos Ltda, 2019