Compostagem ou Reciclagem: diferenças e quais resíduos destinar? - VG Resíduos

Compostagem ou Reciclagem: diferenças e quais resíduos destinar?

Compostagem ou Reciclagem: diferenças e quais resíduos destinar?
Avalie este post

compostagem ou reciclagem

Qual a importância compostagem ou reciclagem para a conservação ambiental? O Brasil produz cada vez mais resíduos, mas precisa avançar nas iniciativas de reaproveitamento do lixo. Segundo dados da Associação Brasileira de Empresas de Limpeza Pública e Resíduos Especiais, Abrelpe, em 2017, foram gerados 78,4 milhões de toneladas de resíduos sólidos urbanos, 1% a mais em relação a 2016. Um volume grande dessas sobras – 40,9% do que é coletado -, vai para os lixões ou aterros controlados, segundo a associação. Diante desse cenário, é cada vez mais importante adotar métodos que dão vida nova aos resíduos, como a compostagem ou a reciclagem.

Ambas as técnicas evitam o excesso de lixo e os impactos causados pelos resíduos no meio ambiente, como a poluição do solo, água e ar. Outra vantagem é que a transformação dos resíduos evita a retirada de matérias-primas da natureza que seriam usadas para a fabricação de novos produtos. Também colaboram com a limpeza, a saúde pública e geração de empregosAcompanhe!

Quais resíduos de alimentos podem ser colocados na composteira?

Saiba a diferença entre compostagem e reciclagem

compostagem ou reciclagem

A compostagem é uma técnica que transforma os restos orgânicos (sobras de frutas e legumes e alimentos em geral, podas de jardim, trapos de tecido, serragem, etc) em adubo. É um processo biológico que acelera a decomposição do material orgânico, originando o composto orgânico.

Por meio da compostagem são recuperados os nutrientes dos resíduos orgânicos, levando-os de volta ao ciclo natural, gerando um adubo rico para o solo de lavouras e jardins.

Já a reciclagem é ideal para os outros tipos de resíduos e resulta no reaproveitamento das sobras. É uma técnica que consiste na mudança do estado físico, físico-químico ou biológico do resíduo, de modo a atribuir características para que ele se torne novamente matéria-prima ou produto.

compostagem ou reciclagem

Conheça os resíduos ideais para compostagem ou reciclagem

compostagem ou reciclagem

Alguns resíduos funcionam muito bem para a compostagem. Entre eles, estão:

  • restos de alimentos: sobras, talos e casca de verduras e frutas (menos as cítricas), cascas de ovo;
  • resíduos frescos: podas de grama e folhas, que precisam secar antes de serem usadas;
  • serragem sem verniz e folhas secas: são ricos em carbono e evitam o aparecimento de animais indesejados e mau cheiro;
  • alimentos cozidos ou assados: podem ser usados, mas em pequenas quantidades porque possuem excesso de sal e conservantes. São resíduos que não podem estar úmidos, por isso, deve-se adicionar pó de serra sobre os restos.
  • estercos: podem ser de boi, de porco e de galinha, mas devem estar curtidos;
  • borra de café: inibe o aparecimento das formigas e é um excelente complemento nutricional para as minhocas. O filtro de papel do preparo do café também pode ser incluído na compostagem.

compostagem ou reciclagem

Já para a reciclagem, há diversos resíduos que podem ser destinados, entre eles:

  • plástico: pode ser transformado em embalagens, brinquedos, móveis, tecidos e na montagem de automóveis;
  • papel: pode ser transformado em produtos de papel sanitários (papel higiênico, toalhas de papel e toalhas de chá, dentre outros); papel não revestido; papel de cópia; papel de jornal; revistas; livros; cadernos;
  • alumínio: pode ser transformado em  alumínio líquido, que vira lingotes ou chapas de alumínio. Os materiais são vendidos para as indústrias que fabricam produtos e embalagens de alumínio, inclusive as latinhas de bebida. Assim, o material retorna à cadeia produtiva.
  • vidro: pode ser reciclado e usado nas embalagens de vidro.

Qual a diferença entre coleta seletiva e logística reversa?

Entenda as vantagens da compostagem e da reciclagem

compostagem ou reciclagem

Os maiores benefícios das técnicas de reaproveitamento de resíduos é que elas poupam o meio ambiente e a saúde humana.  Entre as vantagens da compostagem estão, por exemplo, o aumento da capacidade de infiltração da água e a redução da erosão do solo. O composto também aumenta a população de minhocas, insetos e microrganismos desejáveis, estabelecendo um equilíbrio entre as populações e a planta hospedeira.

Já a reciclagem é considerada pelo Ministério do Meio Ambiente como uma das formas mais vantajosas de tratamento de resíduos. Por meio dela, é reduzido o consumo de recursos naturais, poupa-se energia e água, diminui-se o volume de lixo e gera-se emprego para os coletores.

A reciclagem faz com que a geradora assuma uma postura ambientalmente responsável e, ainda, lucre.  Os resíduos reciclados podem voltar para as fábricas como matéria-prima ou novos produtos que podem ser comercializados.

Soluções de logística reversa: qual a melhor para a minha empresa?

VG Resíduos pode ser aliado no gerenciamento de resíduos

compostagem ou reciclagem

Para muitas geradoras, não é simples implantar as técnicas de reaproveitamento de resíduos. Por esse motivo, é bom contar com uma consultoria que oriente como fazer o gerenciamento das sobras adequadamente e conforme as leis ambientais. Pode, ainda, auxiliar na logística reversa, método que instala pontos de entrega voluntária para que os consumidores depositem os produtos pós-uso. Os materiais são recolhidos pelos fabricantes e voltam ao ciclo produtivo como matéria-prima.

Outro suporte interessante vem da VG Resíduos, que mantém a plataforma Mercado de Resíduos. Trata-se de um software por meio da qual as geradoras e tratadoras podem negociar seus materiais.

Por meio digital, as geradoras podem anunciar os resíduos que foram transformados. Basta um cadastro na plataforma, informando qual material está disponível. Da mesma forma, tratadoras cadastradas têm acesso aos materiais das geradoras, podendo se interessar por elas.  De maneira totalmente automatizada, a plataforma coloca gerador e tratador em contato, selecionando as melhores propostas para cada negócio.

Como funciona e como montar uma usina de compostagem?

A plataforma reúne milhares de empresas do Brasil e pode ser acessada 24 horas por dia, de qualquer lugar do mundo.

Como se vê, buscar alternativas de reaproveitamento dos resíduos é essencial para se poupar o meio ambiente. Tanto a compostagem quanto a reciclagem são técnicas que permitem às geradoras serem ambientalmente corretas e, ainda, lucrarem com a transformação dos resíduos.

Gostou desse tema ou achou o assunto relevante? Deixe seu comentário abaixo ou compartilhe o conteúdo nas redes sociais.

Se quiser aprofundar mais sobre o assunto leia este outro artigo do blog: Como montar uma empresa de reciclagem em 7 passos.

compostagem ou reciclagem

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

© VG Residuos Ltda, 2019